Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

OS METAIS DOS CAMINHOS OBSCUROS

"Eu entrei nas casas profundas, como covas de ratos, úmidas de salitre e de sal apodrecido, vi seres famintos se arrastarem, obscuridades desdentadas, que procuravam me sorrir através do ar amaldiçoado. Me atravessaram as dores de meu povo, se enredaram em mim como aramados em minh'alma: me crisparam o coração: saí a gritar pelos caminhos, saí a chorar envolto em fumo, toquei as portas e me feriram como facas espinhosas, chamei os rostos impassíveis que antes adorei como estrelas e me mostraram seu vazio. E então me fiz soldado: número obscuro, regimento, ordem de punhos combatentes, sistema da inteligência, fibra do tempo inumerável, árvore armada, indestrutível caminho do homem na terra. E vi quantos éramos, quantos estavam a meu lado, não eram ninguém, eram todos os homens, não tinham rosto, eram povo, eram metal, eram caminhos"

(Pablo Neruda - Canto Geral)

 

Na foto, o curador de um museu posa diante da assustadora mandíbula do fósssil de um crocodilo pré-histórico cujo comprimento atingia os 15 metros! (FOTO: Patrina Malone)

 

Uma "simpatia", não? Na realidade, os crocodilos, embora hoje muito menores, são mesmo uma espécie de fósseis vivos que por milhões de anos se adaptaram ao meio ambiente e se perpetuaram - um mero processo de adaptação! Veja só, por exemplo, o tamanho, como também o "indigesto" porte desse animal. (FOTO: National Geographic)

 

O temido tubarão, por exemplo, também é um outro tipo de "fóssil vivo". Todavia alguns deles, exageradamente maiores, parecem ter vindo dos mais remotos tempos pré-históricos. Esse aí da foto, pesando UMA TONELADA e com cinco metros de comprimento, responsável pela morte de dezenas de pessoas, foi recentemente capturado no Vietnã pelos pescadores da praia de Phu Yen, os quais embolsaram a polpuda recompensa oferecida pelas desesperadas autoridades locais pela sua captura. (FOTO: EFE)

 

Você acredita que ainda possam existir nos dias de hoje, bem vivos e saudáveis, animais pré-históricos considerados extintos? É um assunto que certamente causaria crises de risos nos céticos e nos debochados. Porém, estes deveriam experimentar nadar um pouquinho nas águas do Lago Tanaganica, situado em Burundi - na África, pois.... (FOTO: © Cnes/Spot Image/ TerraMetrics/ GeoEye/ DigitalGlobe/ Google)

 

..... Teriam o imenso desprazer em conhecer GUSTAVE! Essa coisa colossal, pesando mais de uma tonelada e com seis metros de comprimento (o equivalente a um prédio com a altura de 2 andares, e podendo se tratar apenas um filhote!), identificada como um sarcosuchus ( animal pré-histórico extinto que reinava nos pântanos primitivos há 110 milhões de anos), vem fazendo das suas há mais de 20 anos por aquela região, já tendo devorado cerca de 300 pessoas, além, é claro, de aterrorizar toda a população local!

 

Gustave (que chique, e ainda foi batizado com um nome francês!) é extremamente traiçoeiro e almoça impiedosamente os incautos que ficam à beira do lago, atacando-os com a sua imensa cauda e devorando-os. Várias crianças já foram suas vítimas favoritas, inclusive pescadores e - demostrando não ter preconceitos, além de não ser nada "diplomático", Gustave até mesmo quase causou um incidente internacional quando devorou uma funcionária da Embaixada Russa que se banhava no lago! A fera está sendo caçada há 11 anos pelo francês Patrice Faye (foto), porém Gustave é muito mais esperto do que parece, sempre evitando as armadilhas e parecendo mesmo ser à prova de balas, pois a sua carapaça extremamente forte já resistiu ao impacto de vários projéteis sem que estes lhe causassem qualquer dano! Patrice, o caçador, parece que desistiu, e ao invés de tentar matar o "bichinho", irá agora tentar nele colocar um chip de rastreio. (FOTO: BBC)

 

E você acredita em profecias? Pois, parece que tem mesmo qualquer coisa de verdade nisso. Essa imagem da NASA nos mostra fortes e poderosas convulsões que estão acontecendo no nosso Sol. Esse fenômeno, passível de gerar algo chamado de "ejeção de massa coronal", representa um enorme perigo para a Terra, uma vez que pode literalmente "fritar" todas as nossas fontes de comunicação e de geração de energia elétrica, deixando-nos na escuridão por mais de 10 anos! Esse fenômeno vem se intensificando e, segundo a NASA, atingirá o seu ponto máximo daqui a DOIS ANOS - ou seja, justamente em 2012... Quando as velhas Profecias Maias já prenunciavam o fim do ciclo da nossa civilização! (FOTO: BBC)

 

E quem pode duvidar quanto à real existência dos vestígios de avançadas civilizações perdidas que nos precederam, se até mesmo sob os gelos da Antártica, também existem tais ruínas? Na foto acima, um enorme portal que conduz ao subsolo daquele que outrora foi um fértil continente - e segundo as tradições, habitado por uma raça prodigiosa e muito avançada! (FOTO: theorionconspiracy.com)

 

Observe, nessa ampliação do detalhe, um curioso símbolo sobre aquele portal sob o gelo antártico - e ao que parece encimado por uma cinta de inscrições desconhecidas!

 

Civilizações avançadas no passado? O grande problema é que NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA DISSO! Tudo aquilo que foge ao convencional e, portanto, não está nos tratados convencionais é sempre rotulado como "fraude". Vestígios de antigas máquinas têm sido encontrados em vários lugares - como, por exemplo, essa colosssal engrenagem fossilizada pelo tempo e encontrada em meio a um deserto! (FOTO: theorioncnspiracy.com)

 

Da mesma forma que os livros sagrados e tradicionais nos dizem que: - "naqueles tempos existiam os gigantes sobre a face da Terra". Simples lendas? NÃO! Muitos restos deles têm sido realmente encontrados em diversos lugares do mundo, porém, como sempre dão o conveniente sumiço neles - tudo assim caindo no mais completo esquecimento. (FOTO: theorioncnspiracy.com)

 

Civilizações prodigiosas que possuíam técnicas e tecnologias para esculpir montanhas inteiras, deixando as suas marcas para posteridade? Sim, e em todas as partes do mundo, como também aqui mesmo no Brasil! Essa é uma outra chocante realidade! Na foto acima, no Estado do Espírito Santo, sempre convém novamente exibir a imagem das estranhas montanhas denominadas: "O Frade e a Freira" - nome este que, segundo as crenças populares, lembrariam as imagens desses personagens.....

 

Veja, então, o detalhe do negativo realçado do tal "Frade".....

 

..... Como também da tal "Freira". Portanto, de "frade e de freira" tal monumento do passado desconhecido não tem nada! Eles retratam desonhecidos rostos do passado! E você, diria que isso é apenas um trabalho erosivo?

 

Claro que NÃO! Principalmente pelo QUE está gravado nessa lateral daquelas montanhas. Observe com atenção o lado direito da imagem..... (FOTO: tedd.ws)

 

.... E comprove que ali está esculpida a imponente imagem de um estranho personagem - vista melhor no negativo, à direita! Os detalhes são simplesmente primorosos: - o rosto, o toucado, os braços pendentes, em cuja mão direita até mesmo parece ostentar uma espécie de chave!

 

Leia agora essa reportagem: - Um povo misterioso que habitou a Floresta Amazônica e desapareceu há 700 anos - ou quem sabe, diríamos, há muito mais tempo do que isso!.... (IMAGEM: Revista VEJA)

 

Observe, na foto, as marcas deixadas no solo por aquele desconhecido povo. São cerca de 255 delas, espalhadas por um raio de 250 quilômetros! E de tão antigas, somente foram descobertas porque a vasta Floresta Amazônica, devido ao desmatamento, deixou de existir por lá. (IMAGEM: Revista VEJA)

 

A noticia acima diz que tal cultura deve ter abrigado cerca de 60 mil pessoas, além de ser dotada de instrumentos de medição e de ter se utilizado de cálculos matemáticos precisos na elaboração dos seus geoglifos. Produzia também obras de arte, denotando assim, segundo os pesquisadores, uma cultura mais elaborada do que se imaginava. Tal descoberta sepulta para sempre a tese vigente, oficialmente adotada, de que "a floresta equatorial, pelo fato de ser muito densa e inóspita, tornava-se impossível no sentido de abrigar culturas relativamente avançadas". (IMAGEM: Revista VEJA)

 

Na foto acima, um exemplar da cerâmica daquele misterioso povo. Qual exatamente teria sido ele? Não se sabe! (FOTO: Revista VEJA)

 

E na ilustração acima, o sanguinário animal pré-histórico, um réptil voador conhecido como Pterodáctilo. Tal como um enorme morcego, dotado de asas monstruosas, aquela coisa negra e sinistra com as suas afiadas garras, furtivamente vinha do céu para caçar as suas vítimas: - a sua alimentação favorita: os seres humanos primitivos! E por incrível que possa parecer, eles não estão totalmente exintos! Relatos de algumas tribos africanas afirmam que alguns deles ainda espreitam e atacam as suas vítimas nas densas selvas daquele continente. O que, aliás, os nossos índios e caboclos da Amazônia, afirmam o mesmo, da mesma forma jurando que eles existem! E não haveria nada demais nisso, uma vez que algumas regiões das florestas africanas e brasileiras estão intactas há milhões de anos, sendo, pois, muito possível que certos animais pré-históricos, oficialmente considerados extintos, tenham nelas se perpetuado através das eras!

 

Aliás, os nativos africanos de Zâmbia conhecem o pterodáctilo como "Kongamoto", o que literalemte significa: "virador e destruidor de barcos", e o descrevem como sendo "um lagarto voador". E não se trata de uma simples lenda ou mera tradição tribal. Em 1932, os Professores Ivan T. Sanderson e Paul Sladen, a serviço do Museu Britânico, estavam em pesquisas na República dos Camarões, quando uma criatura dessas foi repelida a tiros de rifles ao ferozmente atacar aquela expedição! E já nas proximidades do Kilimanjaro, foi a vez de uma expedição religiosa ser atacada, ocasião em que uma desses monstros voadores chegou a pegar um membro nas suas garras.

 

Na verdade, NADA sabemos sobre a própria Natureza que nos cerca - e muito menos ainda sobre a capacidade de resistência e de adaptação dos seres que conosco convivem neste planeta! Em 1856 o sóbrio jornal The Illustrated London News publicou uma notícia verdadeiramente espantosa: - na localidade de Cumon, no Alto Marne, operários na construção de uma estrada local, deslocaram uma enorme pedra e viram surgir daquele buraco um ser vivo, dotado de monstruosa aparência, com uma envergadura asa a asa com cerca de 3,2 metros! O monstro deu sinal de vida, agitou as asas e morreu logo depois emitindo um som rouco e forte. Os perplexos naturalistas a identificaram como sendo um representante da espécie "Pterodactilus Anas", teoricamente extinto desde os remotos tempos da pré-história! A rocha na qual foi encontrado, e na qual até deixou a sua marca estampada, possuía uma idade estimada em UM MILHÃO DE ANOS e, foi constatado que de certa forma algum liquído nutriz nos veios sedimentares a conservara em estado latente de hibernação! E não há nenhum mistério nisso, os sapos, por exemplo, podem viver por tempo indeterminado quando aprisionados em rochas, em estado de hibernação suspensa e se alimentando por osmose de nutrientes presentes nos veios sedimentares!

 

E o quê exatmente dizer a respeito das chamadas "cobras grandes" que os índios brasileiros insistem em dizer que realmente existem e são provenientes de rios subterrâneos, afluentes desconhecidos do imenso Rio Amazonas? A ilustração acima, foi copiada de uma foto publicada no Diário de Pernambuco, em 1948 e nos mostra um colossal exemplar de ofídio - precisamente uma temida anaconada, abatida por caboclos daquela região!

 

Uma simples lenda? NÃO! Uma outra dessas feras chegou a atacar em 1948 o acampamento de uma guarnição do Exército Brasileiro em Forte Tabatinga, no Amapá, e teve que ser abatida por aviões militares a tiros de metralhadora .50! Na foto acima, a notícia de um jornal da época.

 

E aqui, a foto original daquela fera. Sem dúvida alguma, um "remanescente" dos tempos pré-históricos! Esse exemplar media 40 metros de comprimento (o equivalente à altura de um prédio com 13 andares!), com uma altura de 80 centímetros, e pesava nada menos que 6 toneladas - um verdadeiro monstro!

 

E o famoso Monstro do Lago Ness, na Escócia, por exemplo, sempre contestado pelos céticos apesar dos inúmeros testemunhos e das fotos que documentam as suas constantes aparições? Nada mais é do que Plessiossauro, animal que se julgava extinto há muitos milhões de anos!

 

Por outro lado, não se pode negar que certas coisas, de fato muito estranhas e desconhecidas, ainda percorrem na obscuridade a superfície da Terra! Na verdade, pouco sabemos, ou então honestamente NADA sabemos, sobre tudo aquilo que paira sobre as nossas cabeças - muito menos com o que rasteja sob as águas, e muito menos ainda com o que temos exatamente SOB OS NOSSOS PÉS - algo que talvez seja o fator mais perigoso e letal de todos!

 

Porém, tudo aquilo que lhe mostramos até aqui, foi apenas um preâmbulo para algo ainda maior (e muito pior) que queremos lhe provar. Na imagem acima, vemos o logotipo do PROJETO GENOMA HUMANO, uma iniciativa altamente científica que visa a mapear e identificar as origens da nossa humanidade. E o Visitante que nos acompanha, certamente recordará aquela que foi a mais estonteante descoberta dos cientistas desse grupo: - exatamente a que diz respeito ao fato que no NOSSO DNA aquilo que a Ciência anteriormente desprezava e considerava como "seqüências não-codificadas e lixo", eram PARTÍCULAS EXTRATERRESTRES! Ou seja, um dos cientistas tacitamente declarou que: - dos antigos ancestrais do homem (que absolutamente NÃO ERAM PRIMATAS) apenas UM desses ramos foi o objeto da escolha de inteligências extraterrestres que, mediante avançadas experiências e manipulações genéticas, o aperfeiçoaram para se tornasse aquilo que NÓS SOMOS - a espécie dominante e predominante neste planeta! Ou seja, o que, em outras palavras, significa que nas nossas veias corre - numa proporção de 97 POR CENTO - O SANGUE DAS ESTRELAS, o sangue de ancestrais alienígenas humanos, que nos fizeram à sua imagem e semelhança!

 

Em outras palavras, os cientistas também reconhecem que OUTROS seres, habitavam a Terra nos remotos tempos conhecidos como pré-históricos! E as evidências indicam que um desses ramos, o qual podemos classificar como REPTÓIDE, e portanto da família dos répteis, era composto por seres bípedes e inteligente - perigosamente predadores e inimigos naturais das outras raças proto-humanas!

 

Teriam podido, então, tais criaturas terem tido o seu apogeu e também sobrevivido à passagem de muito milhões de anos? A resposta parece ser SIM! Tal como os répteis, essa raça se refugiou nos subsolos do nosso planeta - onde, aliás, permaneceria nas suas colônias até os dias de hoje!

 

Mera fantasia? NÃO! Observe essa estranha cabeça (negativo à direita) que foi encontrada ao Sul da África no início do Século XIX - a cabeça fossilizada de uma criatura tipicamente reptiliana!

 

A Terra já foi disputada por perdidas civilizações. Guerras em que armas além da nossa compreensão foram empregadas deixaram as suas evidências em quase todas as partes do mundo! Continentes inteiros submergiram, a face da Terra foi alterada, tudo se perdeu. Os deuses - os benéficos e os maléficos - combateram entre si. E quem sabe se essa disputa permaneceria até os dias atuais?

 

E agora vem o pior de tudo! E não somos nós quem dizemos isso isoladamente - SÃO DENÚNCIAS formalizadas por pessoas da mais alta idoneidade, tais como militares, cientistas, ex-agentes de informações e segurança, políticos honestos e patriotas, e pesquisadores em geral: - há muito que essa raça reptiliana planeja retornar em massa à superfície - se livrar dos seus inimigos humanos e, por fim, dominar a Terra! O grande problema é que tal raça já prosperou aqui no nosso planeta tem os seus, digamos, "familiares", em outro ponto do Universo, habitando um planeta em fase de extinção e que já estaria em rota de aproximação com a Terra! Ao seu lado, estão os nefastos aliens humanóides da tipologia gray, tudo lamentavelmente em comum acordo com uma quinta-coluna de traidores terrestres, com os quais foi formalizado um famigerado acordo em troca do fornecimento de parte da tecnologia alienígena. Conhecida como a "Nova Ordem Mundial", toda essa conspiração, tem até agora agindo insidiosamente mediante o controle da Mídia, do dinheiro, das manipulações políticas, dos atentados terroristas, do tráfico de drogas e armas, além das fraudes mais diversas e de outras tantas sujeiras - planejando de um só grande golpe gerar o caos - destruir todas as instituições, exterminar quase toda a população da Terra e, finalmente, instituir no mundo um governo único, tirano e totalitário.

 

Raciocine então conosco: - os Reptilianos, pelo fato de terem apenas 3 POR CENTO de elementos terrestres - isto é, alguma semelhança genética para com os PRIMITIVOS ancestrais humanos - e 97 POR CENTO de elementos inerentes aos répteis, certamente deveriam se utilizar de cruzamentos genéticos - CONOSCO - até emularem os seus rivais humanos. Uma opção científica e lógica? SIM, e é exatamente o que tem sido feito através dos tempos com o auxílio dos seus aliados, os famigerados humanóides grays! Seqüestram à força as mulheres terrestres,ocasiões em que estas são inseminadas, têm as suas lembranças apagadas e recebem chips de rastreio. Após o quarto mês de gestação, seus fetos são também retirados mediante um novo seqüestro e mantidos em desenvolvimento através da câmara especiais. Dessa forma, os seres híbridos, pouco a pouco, e através de sucessivos refinamentos genéticos, se aprimoram - se tornam "imitações humanas" quase que perfeitas, podendo assim tranqüilamente se infiltrarem no nosso meio sem despertarem maiores suspeitas! Na foto acima, a reprodução forense de como seria o rosto do estranho crânio de um ser híbrido não-terrestre, descoberto em 1930 no México e que recebeu o nome de Starchild - "a criança das estrelas". Você poderia tranqüilamente cruzar com um desses nas nossas ruas sem se aperceber disso, não? E quantos deles já estariam infiltrados nos governos e nos pontos chave do nosso planeta, conforme muitas denúncias assim o afirmam?

 

Nos lugares mais inóspitos e remotos, em todas as partes do mundo, estranhos sinais voltam-se para o céu! Não se pode também negar as evidências de que outras civilizações infinitamente mais antigas e avançadas povoaram a face da Terra e se foram com o tempo - da mesma forma que não somos os primeiros e talvez não sejamos os últimos! Toda ambição desmedida será sempre vã e castigada. Pode ser que, ao fim de tudo, e assim como ocorreu outrora, não haja quaisquer vencedores e tampouco vencidos. E tal como um castigo divino, aqueles seres humanóides ditos "alienígenas grays" e os reptilianos que desde muito ambicionam a posse deste mundo venham a TRAIR - isto é, também a se livrarem dos seus aliados humanos, inimigos da sua própria espécie.... E, dessa forma, bem típica desses seres desprovidos de ética, de emoções e de sentimentos, assim finalmente se tornarem os definitivos e absolutos proprietários da Terra! (FOTO: GRAFCAN/Google)

 

Agradecemos aos nossos estimados visitantes: Ivan Bourguignon (EUA), Marcelo Santos, Valéria Macedo, Mara Regia, Luis Otávio, e Patricia Kandrik, pelas valiosas colaborações prestadas para a elaboração desta página

 

Próxima Página

Página Anterior

Phobos Anomaly - DOOM music