Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

ASCENSÃO E QUEDA DE VELHOS MITOS

"Alguns Cientistas propõem mudanças evolutivas ainda mais rápidas e estão agora trabalhando bem seriamente com idéias certa vez popularizadas apenas na ficção"

(Science Digest Magazine)

 

O quadro acima nos mostra a suposta ascendência do Homem desde milhões de anos atrás. Muita coisa, se levarmos em conta as afirmações da Revista Newsweek que certa vez estampou o seguinte comentário do Dr. Elwyn Simons, da Universidade Duke, referindo-se aos achados dos supostos restos de "ancestrais humanos" : - Poderíamos colocar todos os fósseis no topo de uma única mesa". No que foi acompanhado pelo sóbrio The New York Times, o qual, por sua vez, publicou: - "Os restos fósseis dos ancestrais do Homem caberiam numa mesa de bilhar". (IMAGEM: antropology.si.edu)

 

Sem qualquer dúvida! E aqui, a reconstrução do Australopitechus Afarensis, até bem pouco tempo considerado como um dos nossos mais remotos ancestrais encontrados - uma espécie de hominídeo extinto entre cerca de 4 a 2,7 milhões de anos. Os restos desse exemplar feminino receberam o nome de Lucy, os quais foram resgatados na Etiópia, no Grande Vale de Rift.

 

E aqui, vemos o raio-x dos restos de Lucy - um ser dotado de postura bípede, e evidentemente algo que não se tratava de um simples primata.

 

Até que em outubro de 2009 a conceituada revista Science trouxe à luz uma nova descoberta: - a raça de Lucy não teria sido a nossa mais antiga ancestral! Também a Etiópia, foram descobertos os restos de uma criatura que vagou na Terra MILHÕES de anos antes de Lucy! Os cientistas batizaram as criaturas dessa nova espécie, cuja reprodução vemos acima, com o nome de Ardipitechus Ramidus, nome que significa "símio do chão" - porém, e tal como Lucy não necessariamente nessa forma como retratado acima e BÍPEDE! Considerada como uma das mais importantes descoberta no estudo da evolução da Humanidade, essa reviravolta fez os Cientistas reconhecerem que O MAIS REMOTO ANCESTRAL DO HOMEM NÃO FOI, COMO SE PENSAVA, UM GRANDE SÍMIO, SEMELHANTE A UM CHIMPANZÉ. E mais: - que o Homem e o chimpanzé teriam seguido caminhos paralelos, A PARTIR DE UM ANTEPASSADO COMUM.... (IMAGEM © J.H. Matternes)

 

.... Leu essa notícia Prezado (a) Visitante? "Um antepassado COMUM, que tomou caminhos distintos na linha evolutiva?" SIM, isso mesmo, essa foi a grande descoberta desses verdadeiros Cientistas! Um antepassado comum que, sem qualquer explicação, tomou caminhos distintos na linha da evolução, sobressaindo, e tornando-se um ser dominante a todas as demais espécies do planeta! Enfim, não somos descendente dos chimpanzés, e segundo os Cientistas, Ardi, como foi chamado o exemplar feminino dessa espécie, não é esse antepassado comum! O Cientista Tim White, Diretor do Centro de Investigação Humana da Universidade da Califórnia, acredita que muito pelo contrário, a criatura A PARTIR DA QUAL o Homem e o macaco evoluíram, teria vivido há cerca de 6 ou 7 milhões de anos! (IMAGEM: Jornal O DIA, Rio de Janeiro, Ed. 03/10/2009)

 

Donde se conclui que isso mostrado no quadro acima se revelou inteiramente falso! E que criatura teria sido mesmo essa? Não existem evidências algumas que liguem os símios ao Homem! A Biologia prova que nenhuma espécie sofre mutações que a transformem em uma OUTRA espécie, a menos que artificial e geneticamente modificada através de uma avançada tecnologia. Nesse particular, a Lei da Biogênese é bastante clara: - A vida só precede de outra vida preexistente, o organismo genitor e a sua descendência são sempre da MESMA espécie! Donde, por conseguinte, não existem mutações naturais capazes de fazer isso: - transformar símios em homens! (IMAGEM: Daylimail)

 

Tudo assim vem, mais uma vez, provar as obscuras origens do Homem neste planeta, e mais ainda que ele surgiu repentinamente, como que vindo do nada! Não existe o tal Elo Perdido. Caem, portanto, por terra, todas as afirmações anteriores, todos os ensinamentos furiosamente pregados como verdade, pois QUALQUER Ciência jamais será definitiva. O que a Ciência hoje afirma, certamente negará amanhã. As grandes respostas, como sempre ridicularizadas pelos céticos e pelos críticos mais mordazes, talvez estejam mesmo nas entrelinhas das especulações:

 

E nesse particular, retornemos agora aos brilhantes gênios de Stanley Kubrick, Carl Sagan e Arthur C. Clarke, responsáveis diretos em 1968 pelo notável filme: 2001- Uma Odisséia no Espaço.

 

Pois, metaforicamente e nas entrelinhas, os saudosos gênios científicos de Sagan e Clarke, auxiliados pelo grande talento do cineasta Stanley Kubrick, DISSERAM EXATAMENTE ISSO: - uma influência alienígena que transformou os primitivos e bestiais humanos - ou melhor, os ancestrais comuns dos humanos, cujas pistas, aliás, hoje a Ciência finalmente descobriu - em seres dotados da luz suprema do raciocínio e da inteligência - geneticamente manipulados e aperfeiçoados por Inteligências Superiores em tempos muito recuados e esquecidos!

 

Pois, o filme 2001 Uma Odisséia no Espaço exatamente nos mostrou que, desses ancestrais comuns, quer tenham sido eles primatas ou não, APENAS UM DELES - ou seja, APENAS UMA ESPÉCIE DELES - RECEBEU ESTE DOM SUPREMO, vindo a se tornar o Homo sapiens sapiens - um ser que ganhou a Terra e que hoje já conquista o espaço sideral - exatamente de onde vieram os seus mais remotos e esquecidos preceptores! O que a Ciência anteriormente classificava e desprezava, as partículas rotuladas como DNA-lixo, presente em cada um de nós, provou ter origem e natureza extraterrestres, compondo 97 por cento do ser humano que somos!

 

Clarke, cujos relevantes trabalhos influenciaram as viagens espaciais, a exploração do espaço, como também a Astrobiologia, foi duramente atacado na sua época por aqueles que o consideravam como apenas "um visionário e mero autor de ficção", pois acreditava que um dia os homens iriam estabelecer as suas remotas colônias tanto na Lua quanto em Marte. Hoje, a NASA, como também órgãos espaciais de outros países, já trabalham para transformar tais "visões" em realidade. Em uma carta dirigida ao Congresso dos EUA, Arthur C. Clarke escreveu: - "Sinto-me orgulhoso pelo fato de conhecer vários Astronautas que se tornaram Astronautas através das leitura dos meus livros". E foi ele, que com as suas tão criticadas "visões", sugeriu ao mundo o conceito dos satelites geoestacionários, hoje largamente empregados.

 

Os velhos mitos, assim, vão caindo progressivamente - um a um. Outro mito científico já devidamente derrubado: - "Marte é um mundo árido e extinto". Seria mesmo? Apenas se pensava assim pelo fato de a NASA sempre mostrar imagens (conforme denúncias, manipuladas) em preto e branco, ou então através de uma monótona paisagem avermelhada. Hoje, graças à coragem da ESA (Agência Espacial Européia), a qual não hesita em divulgar as suas nítidas imagens em cores reais, já se sabe que a verdade é bem outra: - aquele planeta tem gelo, água, sendo até mesmo dotado de uma tênue atmosfera!....

 

..... E ainda apresenta estranhos vestígios no sentido de ter abrigado há muitos milênios uma avançada civilização! Há intrigantes ruínas por todas as partes. Um estranho lugar denominado Meridiani Planum apresenta provas conclusivas quanto à existência da possibilidade de ainda abrigar alguma forma de vida....

 

E essa imagem da própria NASA, tomada por um dos seus módulos em uma área denominada Victoria Cliff, situada em Meridiani Planum, não deixa margens quanto às evidências de uma atmosfera (horizonte azulado), bem como possíveis restos de vegetação, por sua vez bem visíveis na área esverdeada!

 

E quem sabe aquele planeta ainda abrigue certas criaturas, remanescentes de um perdido passado, ainda vagando pela sua superfície? A equipe de pesquisadores da Mars Anomaly Research (Pesquisas de Anomalias em Marte), ampliou certos detalhes presentes em algumas imagens da NASA e nelas descobriu algo verdadeiramente surpreendente: (IMAGEM: marsanomalyresearch.com)

 

Exatamente ISSO que você pode ver agora! Observe a cena com a devida atenção.... (IMAGEM: marsanomalyresearch.com)

 

.... E poderá ver coisas exatamente como ESTA! (IMAGEM: marsanomalyresearch.com)

 

E ainda essa, a qual ampliamos para sua melhor visualização. Seres estranhos, estariam ainda habitando o planeta Marte?

 

E por que não, se uma imagem anterior tomada por um outro módulo da NASA nos mostrou exatamente isso? Não devemos, então, raciocinar em termos estritamente terrestres. Pois, o habitante da Terra, assim como alguns prepotentemente se julgam, não é de maneira alguma a obra-prima da Criação. Organismos diferentes do nossos podem, SIM, sobreviver em ambientes não compatíveis, e até mesmo perigosos e hostis aos nossos. Aqui mesmo na Terra mesmo, nos mais diversos ambientes, temos provas concretas disso!

 

Toda verdade tem a sua hora de vir à tona. Isso sempre será inevitável! Na foto, Jose Escamilla, cineasta e investigador ufológico.....

 

.... Produtor de um documentário chocante, denominado Moon Rising, o qual nos mostra imagens originais tomadas em cores - e anteriormente manipuladas em preto e branco pela NASA, de modo a esconder a presença, como também as mais gritantes evidências, de entidades alienígenas no nosso satélite - tais como torres, domos, estranhas e geométricas estruturas arquitetônicas, além de muitas outras chocantes coisas!

 

Sim, pois conforme diz no quadro acima aquele cineasta, a Lua não é um lugar cinza, desolado inabitado, conforme a NASA nos faz acreditar!

 

Muito certamente, pois o documentário de Escamilla nos mostra, por exemplo, que a região da Cratera Aristarchus, contrastando com toda paisagem circundante, irradia uma forte e inusitada luminosidade, voltada para o espaço sideral.....

 

...... A qual, além de tudo, realça no seu centro a nítida imagem da face de um alien da tipologia gray! ....

 

.... Tal como se fosse uma espécie de desafio à própria NASA, a qual, pretensiosamente, fincou a bandeira dos EUA na Lua como se lá estabelecesse uma prova da sua "propriedade"! Seria isso em Aristarchus uma advertência, um sinal de alerta?

 

Comprove no negativo do detalhe, devidamente ampliado. Quem são realmente os donos da Lua? A resposta? - São precisamente aqueles que, por sinal - e a NASA sabe muito bem disso - já estão há muito mais tempo por lá - e até mesmo intimidaram e expulsaram seus astronautas, paralisando repentinamente todas as missões do Projeto Apollo! Como, da mesma forma, o seu Governo e os seus Cientistas sabe muito bem que essas criaturas estão, TAMBÉM, há muito tempo infiltradas, agindo aqui por baixo, na Terra!

 

Recentemente, o conceituado Portal Terra na Espanha, divulgou um vídeo no qual afirmava que um UFO fora perseguido e abatido no mar daquele país por unidades da Força Área Espanhola. Esse vídeo, segundo informou, foi tomado pelos assustado pescadores que casualmente estavam na região do confronto. As imagens iniciais mostram o UFO se deslocando em grande velocidade... (IMAGEM: terra.com)

 

..... logo perseguido por unidades militares de combate..... (IMAGEM: terra.com)

 

.... Quando então, O UFO, abatido, mergulha no mar levantando uma grande coluna d'água.... (IMAGEM: terra.com)

 

E, logo a seguir, como, aliás, sempre acontece nesses casos, um helicóptero militar intimida os assustados pescadores, determinando a imediata evacuação da área. O curioso é que alguns dias depois, o mesmo Portal voltou a noticiar que o episódio teria sido apenas "uma filmagem para comemorar o aniversário da transmissão do radialista norte-americano Orson Welles que causou pânico no seu país ao noticiar em 30 de outubro de 1938 uma suposta invasão extraterrestre, baseada no clássico "A Guerra dos Mundos" de H.G. Wells". Mas, diante da atuação sempre vigilante e muito eficiente da grande conspiração do silêncio, a qual abafa tudo aquilo que diga respeito aos UFOs, TERÁ SIDO ISSO MESMO - uma mera filmagem? Temos as nossas dúvidas! (IMAGEM: terra.com)

 

E muito embora isso nos pareça uma desculpa pouco convincente, como certamente mais uma tentativa de intimidação e acobertamento, o que você vai ver agora não é ficção, ou sequer "uma mera filmagem"! Um dos nosso estimados visitantes, vasculhando atentamente as imagens tomadas pelos satélites do Google Earth no litoral do Estado do Rio de Janeiro, encontrou coisa bastante curiosas sob a água do oceano, as quais classificou como sendo OSNI - Objetos Submarinos Não Identificados, ou seja, os UFOs que acintosamente se movimentam sob os nossos mares! E o nosso Visitante ainda colocou os seus ótimos e muito oportunos comentários nas imagens!

 

Nessa outra imagem, outro luminoso ponto circular azulado se movimentava soba superfície do mar.

 

E sempre naquelas regiões mais afastadas do litoral! Aqui temos outro.

 

Aqui temos mais outro, rondando a Restinga da Marambaia - outra região afastada e Zona Militar restrita do Exército Brasileiro! E como bem sugere e observou o nosso Visitante parece que estamos mesmo cercados! Aliás, estamos mesmo - tanto no ar, quanto na terra, e no mar por esses objetos misteriosos, vindos sabe-se lá de onde e com quais intenções. Só não querem que você, assim como toda a humanidade, saibam disso.

 

Aqui, ampliamos um desses pontos móveis submersos: perfeitamente esféricos, enormes!

 

Essa outra imagem, então, torna-se altamente sugestiva: - em Cabo Frio, litoral Norte do Estado do Rio de Janeiro, um imenso objeto triangular flagrado pelas lentes dos satélites! Evidentemente que não se trata de qualquer objeto terrestre conhecido.

 

E ainda no litoral Norte do Estado do Rio de Janeiro, outro estranho objeto discóide, dessa feita vermelho, com cerca de 100 metros de comprimento!

 

E nada demais nisso! Os OSNI existem mesmo, e as grandes potências mundiais também estão cansadas de saber disso. Essa imagem acima, por sinal mostrada no excelente documentário de Seb Jeniack, The Orion Conspiracy, foi também publicada pela agência de notícias russa Svpress. Ela nos mostra o início de um episódio envolvendo um curioso combate travado entre unidades das Marinhas Russa e Americana pela posse desse objeto aparentemente acidentado nas proximidades da ilha de Decépcion, extremo do Continente da América do Sul. O que levou essas duas potências para lá, foi justamente uma imagem de satélite, a qual revelou a presença desse objeto no fundo do oceano. Quando os Russos viram que os americanos chegaram primeiro ao local e estavam prestes a resgatar o objeto, lançaram um torpedo para destrui-lo, porém este errou o alvo. Os navios americanos, então, abriram fogo contra os russos, afastando-os e, finalmente, vencendo a batalha pela tão cobiçada presa - levando, então, o OSNI para o interior de um dos seus navios de resgate. (FOTO: Svpress.ru)

 

Decididamente, os tempos mudaram! Há uma nova e saudável mentalidade com o advento de uma nova Ciência e de novos Cientistas, não mais submissos a certos padrões rígidos e estabelecidos, até agora considerados sacrossantos e intocáveis - enfim, ultrapassando e confrontando certas "zonas limites" desde muito estabelecidas. Com o advento do Terceiro Milênio, já não há mais espaço para aqueles que negam, os que negam e ironizam tudo aquilo o que já não mais pode ser honestamente negado e ironizado. As trevas da ignorância pouco a poucos se dissipam, precisamente com o advento dos novos conhecimentos que, a cada dia que passa, se avolumam de maneira incontrolável e célere. O Homem lúcido e racional anseia, então, pelas respostas - as respostas às questões prementes cuja ausência desde muito lhe afligiram. Sente e pressente que chegou a hora - o momento do raiar de uma nova consciência, das verdades necessárias que o levarão a se sentir como parte integrante, cidadão de um Universo muito mais vasto do que em princípio imaginava! O momento da hora redentora, mágica, de reorientar todos os pensamentos, de abolir velhos conceitos e preconceitos - a hora em que os verdadeiros Sábios humildemente reconhecem que nada sabem. E, muito principalmente, humildemente reconhecem que ainda restam muitas coisas a descobrir. Descobrir? Sim! Ou então, quem sabe - e por que não - precisamente sondando as nebulosas brumas do nosso mais remoto passado, maravilhosamente redescobrir?

 

Agradecemos aos nossos estimados visitantes Luciana Silva, Pedro Schidt e Watson Câncio da Silva Junior pelas valiosas colaborações prestadas para a elaboração desta página

 

Próxima Página

Página Anterior

Shawn - DOOM2 music