Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

PASSAPORTES PARA O LIMBO

"Em todos os séculos passados da História, as estradas nos enganaram. Estas evitam os grandes leitos de lava, o interior das montanhas, os areais, os morros isolados e íngremes. Elas ligam aldeias - pois é entre aldeias que os bens são comerciados e os casamentos feitos. Mesmo quando a estrada se aventura através do ermo, faz uma dúzia de desvios para buscar o prazer em cada pequena cavidade de água. Isso nos induz ao erro; viajando por um solo tão bem guarnecido de água para tantos lugares povoados, temos, desde o começo da nossa civilização, embelezado o quadro de nossa prisão.... Neste século, entretanto, o nosso campo de visão se alargou imensamente. O avião nos ensinou a viajar como o projétil voa. Libertados da necessidade de estradas, cidades e oásis, estabelecemos nossos rumos para destinos distantes. Só daí então, das alturas das nossas retas trajetórias, percebemos o quadro maior da rocha e areia na qual a humanidade, como umas poucas ervas no pátio de uma prisão, aventurou aqui e ali, de tempos e tempos, sua precária existência. Nós, a quem nos permitiam outrora humildes viagens, temos direito à bota de sete léguas. Vagamos entre montanhas e descampados - relanceando os olhos para baixo para vermos traços de antigas civilizações que, em era esquecidas, por algum milagre, floresceram como jardins"

(Alan & Sally Landsburg - In Search of Ancient Mysteries)

 

Sim, as estradas desde muito nos enganaram. Porém, com o advento do avião, dos satélites e dos modernos e sofisticados equipamentos tecnológicos de pesquisas, muita coisa começou a mudar. As lendárias "botas de sete léguas", então, já se acham plenamente disponíveis! Assim, por exemplo, as mais gritantes evidências quanto à existência das ruínas de uma portentosa civilização perdida nas águas do Oceano Atlântico não podem mais ser negadas. Muito embora os órgãos oficiais finjam ignorá-las, deve-se a pesquisadores isolados a sua descoberta - como, por exemplo, foi o caso da equipe da ADC que, usando sofisticadas aparelhagens de rastreamento por sonares, detectou na região do chamado Triângulo das Bemudas, nas proximidades da costa cubana, uma profusão de milenares edificações submersas! (IMAGEM: © ADC International)

 

A real existência dessas ruínas nos dá inteiro crédito à "lenda" (mas, seria mesmo lenda?) da Atlântida - o avançado continente que, devido a um cataclismo brutal e sem precedentes, ocorrido há cerca de 12 mil anos, o submergiu da noite para o dia. (IMAGEM: © ADC International)

 

E não há mesmo o que negar: as imagens são por demais claras e evidentes! (IMAGEM: © ADC International)

 

Baseado nas imagens tomadas pelos sonares, o pesquisador Dean Clarke, por sua vez, elaborou o esboço visto acima, no qual podemos constatar a grandeza dessas desconhecidas ruínas que hoje jazem submersas. (IMAGEM: Dean Clarke)

 

Todavia, não é somente nas proximidades da costa cubana que existem tais intrigantes ruínas. Mais ao Norte, já nas Bahamas, as imagens tomadas desde o ar igualmente nos mostram que muitas outras coisas bastante estranhas jazem submersas.....

 

...... Assim como essa misteriosa estrutura, por exemplo, aqui mostrada através de um nova imagem, a qual certamente nos lembraria as estruturas de gigantescas ruínas circulares.

 

E tudo prova que não se trata de meros acidentes do relevo submarino, pois um pouco além, já em Bimini, existe uma vasta extensão de blocos rochosos, cuidadosamente ajustados, os quais compõem aquilo que costumam chamar de "O Muro de Bimini" - na verdade algo que se assemelha a uma grande estrada submersa!

 

.... Aqui vista em uma outra imagem submarina. Não há qualquer dúvida de que se trata de uma edificação artificial, evidentemente elaborada por seres inteligentes em um passado terrestre remotíssimo. (FOTO: Gene Shinn)

 

Aqui, uma outra imagem submarina, tomada ainda na região do famigerado Triângulo das Bermudas. Grandes blocos rochosos perfeitamente ajustados e, logo abaixo deles.... (FOTO: ARES)

 

.... Exatamente ISTO, que ampliamos para sua melhor visualização! Claro que não se trata de uma simples rocha, mas, sim, talvez dos restos de um antiga estátua retratando - vejam só - a face de um alien da tipologia gray - algo que bem poderia significar que aquela área, e talvez desde um longo tempo, tenha sido conquistada, e por essa razão atualmente TENHA DONO!....

 

.... O que, aliás, não representa novidade alguma, uma vez que os UFOS são constantemente avistados nessa fatídica região do Atlântico. Sem a menor cerimônia, eles entram e saem das águas, causando ao seu redor estranhos turbilhões eletromagnéticos, assim como bizarras alterações do espaço, do tempo e dimensões. Verdadeiros e sinistros 'Stargates" que podem conduzir ao limbo tudo aquilo que porventura estiver ao redor.... Desintegrando tudo, ou tudo lançando em outras dimensões!

 

Desde os mais antigos tempos das navegações, essa área é notável pelos inexplicáveis desaparecimentos de navios, barcos comuns, seres humanos e, mais modernamente, até mesmo de aeronaves comerciais e militares, sem que quaisquer vestígios deles tenham sido jamais encontrados. Tal foi o caso do Cyclops, um imenso navio tanque, da própria Marinha Americana, desaparecido em 1918 com toda a sua tripulação e passageiros (309 pessoas ao todo!) sem deixar quaisquer rastros.

 

Um outro expressivo exemplo, foi o caso do Mariner Sulphur Queen, igualmente sumido como que por encanto nas traiçoeiras águas do Triângulo maldito! Navios desse porte, como também inúmeras aeronaves, jamais poderiam sumir assim sem deixar quaisquer traços!

 

Notícias como esta, relativa ao desaparecimento do Mariner Sulphur Queen, são uma constante quando o assunto é o Triângulo das Bermudas. A própria Guarda Costeira Americana está cansada de procurar em vão pelas vítimas desse inexplicáveis sumiços (que, por sinal já somam mais de mil desaparecimentos de navios e aviões) e apesar de oficialmente se mostrar incrédula quanto ao aspecto digamos, "sobrenatural" do problema, declara que não sabe o que, de fato, anda acontecendo por lá.

 

A verdade é que tudo aquilo que acontece por lá, oficialmente não tem qualquer explicação, porém beira mesmo as raias do sobrenatural, uma vez que misteriosos lapsos de tempo, descontroles em aeronaves e embarcações, notadamente dos seus instrumentos de navegação e orientação, têm sido constantemente reportados por aqueles que conseguem sobreviver a essas enigmáticas aberrações, ainda não inteiramente explicadas pela nossa Ciência.

 

Esses estranhos relatos dão conta da existência de inusitadas condensações atmosféricas, além de certos "túneis luminosos", os quais verdadeiramente capturam aeronaves em pleno vôo - e isso mesmo quando em grandes altitudes!....

 

.... Segundo os relatos daqueles que conseguiram escapar, fazem parte desse mistério fenômenos desconhecidos as panes inexplicáveis nos equipamentos de bordo e até mesmo as paralisações de motores.... Como se fossem armadilhas, feitas sabe-se lá por quem, e à caça das suas presas!

 

Essa outra ilustração bem serviria para demonstrar tudo aquilo de inusitado e apavorante que ocorre no famigerado Triângulo das Bermudas: - a mão do desconhecido captura as suas vítimas! (IMAGEM: freakyphenomena.com)

 

E não dá mesmo para fingir que nada está acontecendo ali, uma vez que até aviões da própria Força aérea Americana já sumiram por lá sem deixar quaisquer traços! Muito antes do fatídico Vôo 19, no mesmo ano, isto é, em 1945, esse imensa fortaleza voadora, um B-25, simplesmente lá desapareceu em pleno ar com toda a sua tripulação!

 

Em 1963, foi a vez desse C-133 também sumir como num passe de mágica, quando realizava um vôo entre Bermudas e os Açores.

 

E entra nessa lista maldita são contabilizados até mesmo aviões militares fortemente armados, tal como foi o caso desse Phantom F-4 no ano de 1971!

 

São muitas as hipóteses para tentar explicar tudo isso - tudo o que envolve esse tão estonteante mistério. Apesar de as autoridades oficiais comodamente preferirem negar, existem, em contrapartida, aqueles que se aprofundam no problema, com a certeza de que tem mesmo alguma coisa de muito estranha acontecendo por lá! E de nossa parte, não temos a menor dúvida quanto a isso. Vamos, então, continuar nesta nossa pequena busca tentando encontrar respostas....

 

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA CONTINUAR

 

Próxima Página

Página Anterior

The Pit - DOOM2 music