Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

OS GUARDIÃES DO SILÊNCIO

"Tempo virá em que as diligentes pesquisas através de longas eras trarão à luz coisas que agora resultam ocultas. Muitas descobertas estão reservadas para as idades que virão, quando as nossas memórias estiverem apagadas. Nosso Universo é lamentavelmente muito pequeno até que haja alguma coisa para todas as idades investigarem. A Natureza não revela os seus mistérios de uma só vez e para todos"

(Sêneca - filósofo latino, Questões Naturais, Livro 7 - Século I D.C.)

 

Proféticas palavras do grande filósofo. Tudo começa mesmo a se revelar através das eras! Como, por exemplo, e apenas tendo aguardado o devido tempo, em que a nítida imagem da face do Leão se revelou em Marte...... (FOTO: © ESA/DLR/FU Berlin (G.Neukum)

 

.... Assim como foi com a imagem do Leão reverenciada na Terra pelas mais antigas civilizações..... (ARTE: Diana Vandenberg)

 

..... Como também esse mesmo simbolismo muito antigo do Leão, agora revelado - estampado diretamente para o céu! Mas, dessa feita estampado em tempos milenares e desconhecidos exatamente POR QUEM? Que profundos mistérios pairam sobre a trajetória e a História humana neste nosso pequeno planeta? Onde estariam as chaves para desvendar todo esse intrigante mistério? A resposta, no entanto bastante simples, é: - As chaves estão todas ao nosso redor, e bem diante dos nossos olhos! (FOTO: © Getmapping pic/Tele Atlas/ The Geoinformation Group/Europa Technologies/ Google)

 

Um dos nossos estimados visitantes, residente no Estado brasileiro do Ceará, enviou-nos algumas magistrais fotografias por ele tomadas, as quais nos mostram verdadeiros monumentos pétreos, originários de um passado terrestre remotíssimo e desconhecido - evidentemente frutos de uma avançada civilização que habitou, ou esteve, naquele que hoje é o imenso território brasileiro. Na imagem acima, você vê a chamada "Pedra da Galinha" (nome dado pela população local) , situada na região litorânea de Quixadá, a qual de "galinha" não tem mesmo absolutamente NADA. Bem ao contrário, o que se vê ali é uma IMAGEM LEONINA!

 

Alguma dúvida? Veja, então, na sua forma devidamente ampliada. Simplesmente fantástico, que perfeição de detalhes! E isso no topo de uma alta montanha, tal como se fora um solene guardião pétreo! E conforme nos revela o nosso visitante, trata-se de uma região onde ocorre alta incidência das aparições de UFOs!

 

E ainda no Estado do Ceará, encontraremos o assim chamado "Rosto que Chora", precisamente situado entre os Municípios de Forquilha e Santa Quitéria!....

 

Veja essa foto frontal daquele monumento. É mesmo um rosto!....

 

..... E reveja a perfeição dos seus detalhes através de um outro ângulo. Note-se a lágrima estilizada que corre do seu olho, daí o nome que lhe foi dado pela população local. E quem sabe isso, precisamente essa "lágrima" que corre, não retrataria um drama histórico muito antigo?.....

 

..... Pois, ainda no Município de Santa Quitéria, o nosso visitante encontrou esse outro curioso monumento que lembra o formato de um sarcófago - ou, mais exatamente, o formato de uma mulher grávida.....

 

.... Dotado, por sua vez, do nítido perfil de um rosto! existiria ali uma tumba milenar? Pode ser que sim, uma vez que a experiência ensina que nada é mesmo impossível. Porém, a lógica perversa de alguns setores com relação a esses estranhos monumentos - que, aliás, se espalham por todo o nosso planeta - é exatamente esta: - Se é obra da erosão, para que, então, perdermos o nosso precioso tempo em pesquisar isso"?

 

Honestamente, e em sã consciência, jamais poderíamos atribuir tais coisas à "erosão", assim como querem os mais radicais setores tradicionalistas e ortodoxos da Arqueologia e da Ciência. Estes se recusam a admitir a existência de civilizações que nos precederam neste planeta (algumas talvez mais evoluídas do que a nossa), muito embora todas as evidências em contrário falem por si. Ainda no Ceará, estranhas inscrições rupestres, feitos pelos antigos povos dessa região há muitos milhares de anos, retratam a presença de estranhos seres - e, possivelmente, da antiga presença das suas máquinas voadoras nos céus!

 

Não há mesmo muito o que se negar ou discutir. Apesar deles, dos ferrenhos negadores, as imagens praticamente nos "falam" através de um silêncio por demais eloqüente! Veja, por exemplo, esse curioso monumento pétreo que está situado numa região montanhosa desértica de um Parque Nacional norte-americano. Observe com bastante atenção os perfeitos detalhes. E agora, Prezado (a) Visitante, responda sinceramente: - Você atribuiria isso a uma simples capricho da "erosão"?

 

Claro que não! Voltemos então à paradisíaca ilha de Fernando de Noronha, o longínquo território brasileiro perdido em meio à vastidão do Oceano Atlântico, situado a meio caminho entre o Brasil e a África. Nessa magistral fotografia destinada a um "papel de parede" para PC's, podemos ver algo bastante revelador e curioso: - exatamente postado na formação montanhosa ao fundo, logo no seu topo..... (FOTO: Baixaki.com.br)

 

..... Vamos, então, ampliar o detalhe para melhor visualizarmos? Claro, faz-se necessário, pois, ali encontraremos uma formação absolutamente escavada - que, por sinal, lembra as patas de uma esfinge! Ao centro, ao que parece também existiria o perfil de um rosto!

 

Por sua vez, já no litoral do Estado do Rio de Janeiro, precisamente na localidade chamada Itaipuaçu - Também conhecida como Itacoatiara - nome indígena que significa "PEDRA RASGADA", ou ainda "PEDRA GRAVADA" - podemos constatar PORQUE os antigos índios que habitaram essa região deram-lhe esse nome: - por sinal, muito apropriadamente: - pois, toda a montanha foi moldada em tempos imemoriais sob o formato de um animal que lembra um ELEFANTE - daí o nome atual de "Pedra do Elefante". Um outro dos nossos estimados visitantes tomou essa foto em detalhes, na qual podemos ver que - além da perfeita conformação de um elefante - existem, de fato, misteriosos símbolos desconhecidos nela gravados! Um simbolismo diferente, obviamente originário de uma perdida cultura - uma perdida cultura que, para tanto dotada de uma avançada tecnologia, podia esculpir montanhas inteiras!....

 

.... E não somente esculpia montanhas inteiras, como também escavava profundamente as entranhas da terra para esconder os seus segredos e os seus mistérios! Você já ouviu falar de Chefchaouen? De nossa parte sim, pois sabemos que nessa região situada ao Norte do Marrocos, no Continente Africano e bem às portas do Oceano Atlântico, toda a população local SABE a respeito das chamadas "Cavernas de Hércules". Na verdade, trata-se de uma vasta rede de cavernas artificiais, ultrapassando mais de 68 quilômetros de extensão, dotada ainda de túneis, galerias, rios e lagos subterrâneos, escavada desde tempos imemoriais e não se sabe exatamente por quem, totalmente revestidas em OURO! O Governo local proíbe terminantemente a sua exploração sob a sutil alegação de que: - "muitas pessoas se perderam por lá". Resulta muito estranho o fato um governo qualquer temerosamente ignorar imensas reservas de ouro bem aos seus pés, não? Claro, pois certamente deve haver um "forte motivo" para isso. Na foto, uma curiosa abertura à beira do mar lá situada, a qual lembra o formato do perfil de um rosto.....

 

..... E que notável semelhança com aquilo que já lhe mostramos anteriormente - valendo, porém, agora relembrar: - a entrada da misteriosa Gruta Azul, do outro lado do Oceano Atlântico, no Brasil, precisamente no litoral Norte do Estado do Rio de Janeiro, outro local inexplorado, repleto de cavernas e cercado por muitos mistérios! (FOTO: Jornal O GLOBO, Rio de Janeiro))

 

Portanto, basta apenas e tão-somente procurar que tudo será devidamente encontrado! Novamente o simbolismo do Leão! A Esfinge de Gizé, no Egito, cujas mais remotas Tradições diziam estar localizada por baixo de si uma vasta rede de galerias e túneis secretos, contendo os registros perdidos de uma avançada civilização, bem como a verdadeira história da humanidade terrestre, foi uma hipótese desde muito considerada como sendo "meramente uma lenda" - uma hipótese por muitos ridicularizada.

 

Todavia, nos tempos em que ainda não existia uma rigorosa censura oficial encobrindo esse assunto, algumas expedições constataram que tais "lendas" não eram mesmo e propriamente lendas! Para começar, as expedições levadas a efeito entre os anos 1991 e 1993 pela equipe do Dr. Robert Scoch, chegou à conclusão que a Esfinge fora construída ao FIM DA ÚLTIMA IDADE GLACIAL, o que corresponde a cerca de 12 mil anos passados, época da submersão da ATLÂNTIDA, colocando assim por terra as afirmações da Arqueologia tradicional - as quais estipulam a sua idade em 4.500 anos! Por outro lado, a Sismografia constatou a existência de INÚMEROS TÚNEIS INEXPLORADOS E GALERIAS situados sob aquele monumento, incluindo-se aí - tal como afirmavam as Antigas Tradições - uma vasta CÂMARA RETANGULAR exatamente postada sob as patas dianteiras da Esfinge!

 

Exatamente em 1996, uma equipe da Universidade da Flórida, constatou através do uso de sensíveis equipamentos de rastreios subterrâneos (GPR), a existência de tais túneis e galerias, os quais se estendiam desde as patas da Esfinge até uma vasta área situada logo atrás dela! Uma outra expedição chegou até o ponto inicial desse vasto complexo subterrâneo (foto), onde foram encontrados grandes pilares em meio a um lençol d'água. Todavia, não puderam ir adiante, uma vez que o Governo Egípcio não dera autorização para tanto, ao mesmo tempo que impedira a continuidade das escavações, sob a alegação que: - Esforçamo-nos nesse Departamento para salvar a Esfinge e muitos outros sítios e monumentos para as futuras gerações. Trabalhamos arduamente para a organização do turismo, de modo que todos possam aproveitar os nossos monumentos, e tentamos conciliar o turismo com a conservação. Assim, nossas prioridades são bem mais urgentes e não podemos permitir escavações e perfurações na Esfinge em detrimento de uma única evidência que seja de uma civilização perdida".

 

Que lógica mais bizarra é mesmo essa! Dessa forma reunindo o "útil ao agradável", não somente esconder as evidências quanto à existência de portentosas civilizações perdidas do nosso mais remoto e desconhecido passado - enfim, tudo aquilo que viria a contrariar todas as bases nas quais que se assentam os nossos frágeis conhecimentos - como também "trabalhar arduamente para a organização do turismo" ($$$$$), através de "prioridades bem mais urgentes" ($$$$$), "em detrimento de uma única evidência que seja de uma civilização perdida" - o que, claro, ao ser revelado, além de ser algo extremamente embaraçoso, incomodaria bastante. Todavia, existem muitas outras coisas que verdadeiramente "incomodam": - acima, por exemplo, você vê um belo trabalhos de arte, elaborado há 35 MIL ANOS ATRÁS, exatamente em uma época desconhecida, segundo a qual - dizem os historiadores - somente "homens meio-primatas" e imbecis emitiam os seus grunhidos pela face da Terra. Em primeiro lugar, observe a fisionomia retratada nessa antiqüíssima obra de arte e responda: - Seria a face de uma criatura simiesca? Nunca! Em segundo lugar, observe o penteado dos cabelos retratado - em cachos, num trabalho digno dos nossos mais renomados cabeleireiros.....

 

...... E em terceiro lugar, você seria capaz de imaginar seres meio-macacos esculpindo isso? Evidentemente que NÃO! Muitas coisas ainda estão obscuras, porém já não mais faz qualquer sentido que assim permaneçam.

 

Enfim, para onde quer que se olhe, as evidências se tornam dramaticamente claras: - NUNCA ESTIVEMOS, ASSIM COMO NÃO ESTAMOS SÓS! Mesmo nas paisagens mais áridas e hoje desoladas dos corpos celestes mais próximos de nós, as marcas da passagem de outros seres inteligentes são visíveis, extremamente claras. Observe, por exemplo, essa paisagem marciana..... (FOTO: © NASA/USGS/Google)

 

.... E nela encontrará as marcas, as antigas trilhas deixadas por uma máquina qualquer, dotada de uma natureza não humana!

 

Por conseguinte, seja na vastidão incomensurável do espaço sideral, na solidez da abençoada terra que nos abriga e nas misteriosas profundezas do mar, todas as marcas de um passado glorioso se fazem presentes. Os "guardiães do silêncio", em todos os níveis, sempre estiveram atuantes através dos tempos, impedindo assim que o verdadeiro conhecimento atinja o coração e o entendimento da humanidade. Contudo, já não há mais vez para eles, pois sempre houve, assim como sempre haverá, as vozes que não silenciam! Os Instrutores e os Mensageiros, em todos os campos - seja na música, nas letras, nas artes e na Ciência - aqui estiveram. Muitos se foram, muitos ainda partirão, porém muitos outros ainda virão! E quer eles, aqueles que vergonhosamente silenciam, queiram, ou não - com eles e apesar deles - desponta no horizonte a aurora de uma nova era, na qual a Verdade pouco a pouco emergirá das sombras às quais fora forçada a se submeter. E cada vez mais, do seio dessa obscuridade, levantar-se-á gloriosa e implacável diante dos olhos de uma humanidade estupefata e finalmente já desperta - cansada dos subterfúgios e das inconsistentes meias-verdades que cerraram seus olhos, toldando a sua mente - por durante tanto e tanto tempo.

 

Enfim, em meio à loucura generalizada que nos cerca, e para aqueles poucos ainda dotados do discernimento, deixemos, então, que ecoem as sábias palavras de C.W. Ceram, na sua monumental obra "Deuses, Túmulos e Sábios": - "Se os seres humanos desejam experimentar a humildade, não há necessidade de olhar para o infinito estrelado acima. Será suficiente contemplar as culturas que existiram no mundo, milhares de anos antes de nós, as quais adquiriram a grandeza antes de nós, e antes de nós pereceram".

 

Agradecemos aos nossos estimados visitantes Ward Demétrio de Souza Júnior e Ernesto Villafuerte pelas valiosas colaborações prestadas para a elaboração desta página

 

Próxima Página

Página Anterior

I Just Can't Stop Love You (Michael Jackson)

 

Planeta Terra, meu lar, meu lugar. Uma caprichosa anomalia no mar do espaço. Planeta Terra, você continua flutuando, uma nuvem de poeira, um pequeno globo, prestes a se romper. Uma peça de metal destinada à ferrugem. Uma partícula de metal em um descuidado vazio. Uma espaçonave solitária, um largo asteróide. Frio como uma rocha sem matiz, ajustada com um pouco de cola. Alguma coisa em diz que isso não é verdade. Você é minha namorada, suave e azul. Você tem uma parte nas mais profundas emoções do meu coração, macia como brisas acariciantes - toda viva como a música, assombrando meu coração. Nas minhas veias sinto o mistério dos corredores do tempo, livros de História. Canções das vidas das idades palpitando no meu sangue têm dançado o ritmo das marés e das inundações. Suas nuvens nebulosas, suas tempestades elétricas, foram as turbulentas tempestades da minha própria forma. Lambi o sal, o amargo, o doce de todo encontro, da paixão, do calor das suas turbulentas cores, da sua fragrância, do seu sabor, que superaram meus sentidos além de todo sabor. Na sua beleza, conheci o êxtase sem tempo no momento do agora.... Planeta Terra, suave e azul, de todo o meu coração te amo!"

(Michael Jackson, 1958-2009)

(com a nossas sinceras homenagens à sua grande alma e à sua memória)