Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

SUTIL, EXTREMAMENTE SUTIL!

"Uma garrafa de vinho meio vazia também está meio cheia; mas uma meia mentira nunca será uma meia verdade"

(Jean Cocteau)

 

Aqui, uma visão daquilo que foi descoberto por um dos nossos estimados visitantes na superfície do planeta Marte, através do excelente Google Earth na sua opção "Explorar Marte" - algo, aliás, bastante parecido com um gigantesco animal, assim como ele mesmo demarcou.... (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)

 

.... E algo que, muito embora realmente muito parecido com um estranho e gigantesco animal, bem poderia se tratar de mais um dentre tantos outros exóticos monumentos espalhados pelo solo daquele planeta - portanto, inegáveis vestígios de uma extinta civilização! (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)

 

E até que a relevante pesquisa efetuada pelo nosso estimado visitante nos deu um boa idéia: - Por que não explorarmos mais um pouco os intrigantes mistérios de Marte? Vamos, então, ao Google Earth efetuar um pequena busca. Nesse ponto, irão particularmente nos interessar certas áreas sutilmente demarcadas pela NASA - pois, tal como acontece aqui mesmo na Terra, eles costumam demarcar com tarjas escurecidas aqueles lugares, digamos, mais "interessantes". Vamos dar uma olhada, então, na segunda tarja, situada logo abaixo daquela que demarca o tal suposto "animal gigante"... (FOTO: NASA/USGS)

 

.... E eis o que encontramos ali: - estranhas formações sob a forma de domos, além de longas cintas que sugerem se tratar de estranhas construções artificiais.... (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)/NASA/USGS)

 

Aqui, um outro detalhe das tais curiosas formações. (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)/NASA/USGS)

 

Algo, porém chamou a nossa atenção: uma profusão de "bonequinhos verdes" que a NASA espalhou por todo o planeta Marte! - Aí tem coisa, logo pensamos.... (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)/NASA/USGS)

 

Como, de fato, "tem coisa" mesmo - e muita coisa, por sinal! "Coisas" exóticas, invariavelmente por perto das tais sempre muito convenientes tarjas escurecidas - nesse caso, demarcando uma construção escavada - nitidamente artificial - além de uma forma piramidal situada logo acima dela! (FOTO: NASA/USGS)

 

E tome "bonequinhos"! Planície Elysium? Sim, exatamente onde existe uma profusão de pirâmides. (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)/NASA/USGS)

 

Sim, Elysium com as suas inúmeras pirâmides, também próximas da famosa área de Cydonia! (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)

 

Além, é claro, de certos objetos circulares, nitidamente em movimento na intrigante superfície de Marte! Note-se os visíveis rastros que deixavam atrás de si. (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)/NASA/USGS)

 

E vejam só quem está aqui: - o famoso Rosto de Cydonia, como sempre demarcado por uma área escurecida, e junto aos tais muito sutis "bonequinhos verdes". Sem qualquer dúvida, algo dotado de uma sutileza ímpar! (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)/NASA/JPL/Universtity of Arizona)

 

Tão sutil quanto essa clara imagem da face de um leão, também anteriormente fotografada em Cydonia pela própria NASA, a qual, conforme pode ser visto à direita, foi posteriormente alvo de uma muito marota "maquiagem" de modo a desfigurar os seus evidentes contornos. (FOTOS: NASA/JPL/MSSS)

 

Imagens de leões em Marte? SIM e, aliás, são várias! Muito embora a ESA - sua concorrente em pesquisas espaciais - insista em bisbilhotar certos detalhes muito embaraçosos, tal como a foto acima tomada em Cydonia - algo que a NASA, por sua vez, insiste em afirmar que se trata de "mera ilusão de ótica". (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin)

 

Aqui, uma outra sutilíssima "ilusão de ótica" captada pela própria NASA através do seu Módulo MRO, e ironicamente classificada no seu site como "Uma Jóia de descoberta"! Concordamos nesse particular, uma vez que o nome se aplica muito bem, mas por que colocar esse detalhe justamente na escondida extremidade de uma enorme foto? (FOTO: NASA)

 

Evidentemente, não querem reconhecer que a imagem do leão veio de algum modo parar no Antigo Egito, sob a forma de uma divindade que - tal como outros estranhos "deuses" antropomórficos - aparece sempre com as mãos dadas à nossa humanidade, ou dela recebendo homenagens!

 

E aquele mesmo site da NASA chama isso que você vê acima de "Aranhas" - segundo eles, nada mais são do que meros "acidentes de terreno". Na nossa modesta concepção, a definição seria bem outra: - isso receberia o nome de claros vestígios de.... VEGETAÇÃO!

 

E aqui, um outro expressivo exemplo das tais "singularidades de terreno" marcianas. E que outro nome bem mais apropriado VOCÊ, por exemplo, daria a isso?

 

Como, também, que nome mais apropriado poderíamos dar a isso? "Acidentes de terreno"? Jamais!

 

E o quê dizer dessas estranhas imagens, reveladas através das tomadas espectrográficas no terreno marciano? Fantásticas tecnologias soterradas, estranhos monumentos perdidos na paisagem? Sim, e sem qualquer dúvida quanto a isso. Aliás, não se poderia pensar em algo diferente!

 

E a ESA não toma jeito mesmo! Que outra foto mais "indigesta" é mesmo essa: - NUVENS SOBRE O PÓLO NORTE DE MARTE - o que claramente implicaria na existência de uma atmosfera e água!

 

E o Google Earth também nos mostra em Marte os locais dos pousos dos módulos exploratórios, tanto russo quanto americanos, sempre demarcados pela suas respectivas bandeiras. Trata-se de um detalhe muito importante e que vai fazer uma sutil diferença em relação aos tais "bonequinhos verdes". Acima, vemos a demarcação do local de pouso do Rover Spirit.

 

E por falar no módulo Spirit, vejam só que bela "curiosidade" ele filmou no solo de Marte, exatamente nas proximidades da Cratera Gusev....

 

.... Uma "curiosidade" tão sutil que até mesmo se movia....

 

..... Deslocando-se em grande velocidade....

 

..... E aqui quando filmado bem próximo da Spirit! E sabe qual o nome que a NASA deu a isso? "Devil Dust" - literalmente "Poeira do Diabo". Faz sentido! Pois, que "diabos" seria mesmo isso? E por que retiraram as cores dessas imagens? Continua a fazer sentido! As denúncias dizem que as fotos mais "comprometedoras" são sempre transformadas pela NASA na modalidade preto e branco. Nesse caso em particular, justamente para esconder a realidade de que existem, de fato, coisas muito estranhas se movendo na superfície de Marte!

 

Por que transformar imagens em preto e branco? Uma excelente pergunta, a qual inteiramente se aplicaria essa outra insólita cena (dessa feita cuja conveniente "maquiagem" parece que foi esquecida), captada pelo módulo Spirit naquela mesma Cratera Gusev - e na qual podemos ver, em meio a alguns DESTROÇOS....

 

.... Exatamente ISTO: - um crânio alienígena fossilizado! E qual teria sido o eufemismo que teriam arranjado para descrever isso? "Ilusão de ótica, acidentes de terreno" - ou então o quê? Nesse caso preferiram silenciar, apenas mostram a imagem de modo sutil, assim como quem não quer nada.

 

Reveja no negativo. Tudo isso nos prova que a NASA, como de costume inteiramente sutil, sempre escolhe muito "criteriosamente" os locais de pouso dos seus módulos exploratórios - ou seja, muito possivelmente naqueles locais em que anteriormente os seus módulos orbitais detectaram "estranhas anomalias" presentes na superfície marciana!

 

Estranhas "anomalias"? SIM, como não? Aqui, uma inocente visão (genérica, claro) da NASA, ainda no Google Earth, relativa à Cratera Hale. Ao que parece, uma região bela porém "inóspita".... (FOTO: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum)

 

.... Mas, é apenas e tão-somente aquilo que parece pois - justamente ali - lá veio a ESA de novo para mostrar outros muito incômodos e "embaraçosos" detalhes: - as colossais ruínas de uma grande cidade soterrada! Uma prova definitiva que Marte foi outrora habitado por uma avançada civilização! (FOTO: ESA)

 

Não pode ter havido quaisquer coincidências, pois (e sem qualquer dúvida), não ocorrerem intervenções do acaso ou da tão apreciada "erosão": - houve mesmo uma volição inteligente ao elaborar todos esses estranhos monumentos de Marte! O site da própria NASA nos mostra a foto acima, e até sutilmente denomina a imagem desse nítido coração de: "Namorada". Que notável senso de humor! (FOTO: NASA)

 

E será que agora nesse ponto você também já adivinhou a finalidade dos tais marotos "bonequinhos verdes"? Acreditamos que sim, uma vez que é mesmo algo tão gritante que se torna muito evidente. Vamos, então, raciocinar: - obviamente isso não demarca o pouso do homem em Marte, já que o homem ainda não pisou em Marte - como tampouco os locais de pouso dos módulos exploratórios da NASA, os quais são assinalados por bandeiras. Então, só nos restaria deduzir que tais coisas sinalizam exatamente OS VESTÍGIOS DE UMA ANTIGA CIVILIZAÇÃO HUMANA NO PLANETA MARTE! Você, então, concordaria conosco que eles são mesmo muito sutis? Sem dúvida alguma que o são - não somente sutis, como também.... Extremamente sutis!

 

Pois, existem mesmo certas coisas tão absurdas (e ao mesmo tempo tão evidentes) que não dá para esconder, ou então simplesmente fingir que não se vê. Como, por exemplo, como seria o caso de alguém se deparar com um gigantesco dinossauro tranqüilamente pastando no seu jardim.... (IMAGEM: tripadvisor)

 

.... Ou, então, com um alegre elefante ensaboando-se na sua banheira! Pois é! Dizem os dicionários que uma sutileza é um argumento que se usa para embaraçar outrem, ou então que o embaraça. Contudo, existem certas coisas tão sutis, mas tão gritantes mesmo - tão expressivamente evidentes e tão intensamente sutis - que decididamente já não dá mais para se usar de quaisquer subterfúgios ou, então, escondê-las de alguém! (IMAGEM: Jorgen Reimer)

 

Próxima Página

Página Anterior

Heretic