Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

 

"Nada está mais próximo de nós do que o desconhecido, embora na nossa idéia ele só pertença às mais distantes fronteiras"

(Carlyle)

 

Sete Cidades de Pedra, no Estado do Piauí, outro imenso enigma arqueológico brasileiro. São, como o nome bem o diz, sete grandes regiões interligadas, apresentando estranhos monumentos rochosos que claramente indicam a antiga presença naquela área de uma evoluída civilização - totalmente desconhecida pela pré-história clássica. Dentre os enormes e bastante expressivos monumentos destaca-se este enorme rosto de pedra. E não venham nos dizer que foi outro "trabalho da erosão", pois temos à direita estranhos símbolos, óbvias marcas de criaturas inteligentes, que por sinal parecem sugerir uma estrela e logo acima dela um objeto voador se deslocando pelo espaço!

 

Também torna-se digno de registro que os antigos artífices das chamadas "Sete Cidades" conheciam com extrema exatidão os contornos do CONTINENTE DA AMÉRICA DO SUL, os quais foram vazados neste imenso bloco rochoso! E como não existia a cartografia nos tempos ditos pré-históricos, obviamente quem orientou - ou ensinou - isso a eles vislumbrou o nossso planeta a partir do espaço sideral. Não se pode pensar de outra forma!

 

E quando o assunto é mistérios do passado e sobretudo civilizações perdidas, não poderíamos deixar de voltar ao enigmático Complexo da Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro. Pedimos ao Prezado Visitante deste site que observe com bastante atenção os detalhes desta nossa foto panorâmica do local. O quê exatamente ainda mais estranho do que o imenso rosto de pedra pode ser visto ali?

 

E se você respondeu que é uma outra efígie retratando um rosto diríamos "simiesco", ou quem sabe fora dos padrões terrestres, que se situa no prolongamento direito do outra face, acertou em cheio! Nesse nossa foto (em preto e branco para melhor mostrar os detalhes) eis aqui algo que também fomos o primeiro pesquisador a descobrir na misteriosa Pedra da Gávea. Algo realmente acima de toda a nossa compreensão pois além dos perfeitos detalhes do nariz e da boca, vemos os imensos olhos - os quais inclusive, através de uma impressionante perspectiva, literalmente "se abrem" conforme o sol vai se erguendo no céu!!!

 

Nosso pequeno - porém muito misterioso - planeta guarda certamente muitos outros mistérios. Além dos inúmeros enigmas arqueológicos resulta totalmente falso afirmar que os animais pré-históricos acham-se todos eles extintos e fazem parte apenas de um passado esquecido. O Celacanto, peixe que se considerava desaparecido há cerca de 350 milhões de anos, teve um exemplar capturado há algumas décadas e foi devidamente examinado pelos boquiabertos cientistas.

 

O chamado Dragão de Komodo, é um exemplo típico disso. Ele, assim como o tubarão e ainda outros animais que até mesmo freqüentam os nossos lares (lagartixas e baratas, por exemplo) são aquilo que se conhece como "fósseis vivos" - criaturas que se adaptaram às mudanças do seu habitat e continuam se perpetuando no caminhar evolutivo, igorando assim a passagem dos diversos milênios e eras.

 

Para espanto total da Ciência, em 1980 foi capturado nos EUA este pássaro considerado pré-histórico e totalmente extinto da face da Terra, precisamente um Archaeopteryx. Portanto, quando algumas pessoas dotadas de total de credibilidade afirmam que foram vítimas dos ataques de monstruosas criaturas do passado, assim como os temíveis pterodáctilos, brontossauros, e outras apavorantes criaturas dignas de um pesadelo - notadamente nas densas e muito antigas selvas do Amazonas, da Ásia e também da África - não devemos absolutamente sorrir ou mesmo tachá-los de loucos, uma vez que essas regiões praticamente intocadas desde os primórdios do planeta certamente abrigam muitas outras extemporâneas e estonteantes surpresas!

 

E por vezes coisas absolutamente estranhas e não catalogadas costumam surgir no cenário dos tempos modernos. Essa curiosa criatura foi recentemente encontrada morta na Bósnia. Note-se as patas (ou dedos), bem como o formato do corpo que denota a sua compleição bípede!......

 

...... E essa bizarra criatura, obviamente inexistente na Terra, já fazia parte da galeria de alguns dos mais raros e enigmáticos deuses do Antigo Egito! Nessa estátua, por sinal única, descoberta na misteriosa Saqqara, precisamente no Serapeum (uma vasta galeria de templos subterrâneos), podemos vê-la em postura bípede e em atitude de prece - o que vem a denotar o seu caráter inteligente. Trata-se de uma imagem relativa ao culto do deusa-serpente Buto. Será preciso lembrar que os antigos egípcios eram muito sutis nas verdades que transmitiam. O seu vasto panteão representava, por intermédio das alegóricas imagens dos múltiplos deuses, tanto os benéficos quanto os maléficos, certas energias universais, bem como - e muito principalmente - a intervenção de criaturas extraterrestres na sua civilização!

 

E por falar nisso, os campeoníssimos absolutos da nossa galeria do estranho continuam por aqui, constantemente desafiando até mesmo as áreas fortemente monitoradas - como é o caso das instalações militares e dos aeroportos. Recentemente, na Inglaterra, em plena luz do dia este OVNI estacionou sem a menor cerimônia por sobre um aeroporto, parecendo mesmo estar posando para a série das nítidas fotografias que foram obtidas pelas dezenas de atônitas testemunhas.

 

CLIQUE NO BOTÃO "VOLTAR" DO SEU NAVEGADOR

PARA RETORNAR À PÁGINA ANTERIOR

OU CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO PARA CONTINUAR

 

Storm (Robert C. Prince III)