Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

ALTAMENTE "RADIOATIVO"!

"A galáxia da Via Láctea é uma dentre bilhões, talvez centenas de bilhões de galáxias, e não sobressai pela massa, brilho, ou configuração e arranjo de suas estrelas. Algumas fotografias modernas de exposição profunda revelam mais galáxias além da Via Láctea que estrelas dentro dela: ilhas-universos que talvez contenham centenas de bilhões de sóis. A imagem é um manifesto sobre a humildade"

(Carl Sagan - Um Pálido Ponto Azul)

 

Da nossa série "Notícias Bizarras", mas tão bizarras que plenamente se enquadram no gênero Realismo Fantástico, divirta-se com mais essa, publicada no Jornal O DIA, Rio de Janeiro, na sua Edição de 19 de outubro de 2006 e intitulada: "UNIVERSO DOMINADO - EUA querem proibir outras nações de ter acesso ao espaço em nome da segurança americana, segundo documento secreto". Em outras palavras, mediante a deposição e a sumária destituição do Sempiterno Deus, toda a incomensurável vastidão do resplandecente Universo tem agora "novos proprietários"...... Sem comentários! Gostaríamos muitíssimo de ouvir a opinião de "outras" inteligências a respeito disso.

 

É mesmo muita presunção! Mas será que, mesmo de posse de todo poderio militar, político e econômico, os que pretendem ser "senhores do espaço" também detêm a posse da Terra? Parece que NÃO! Veja a foto dessa montanha situada na Síria. Observe com bastante atenção aquilo que está estampado quase no topo da alta montanha..... (FOTO: © Amitakh Stanford & AHSAF)

 

...... Algo que merece ser revisto na respectiva ampliação e também no seu negativo! (sobre FOTO: © Amitakh Stanford & AHSAF)

 

Da mesma forma que em pleno território dos EUA, precisamente em Chalk Cliffs, no Monte Princeton, Chaffy County, Colorado, encontramos um outro idêntico "sinal" bastante expressivo!...... (FOTO: © Premier Radio Networks)

 

...... Ei-lo em uma outra foto dotada de maior aproximação. Nada mais claro e evidente do que isso, não? Aliás, esse bizarro detalhe é conhecido como "A Face do Alien Gray". Seria, então, o nosso planeta um território sob a posse de "alguém", ou então dividido, ou quem sabe disputado com cobiça por várias inteligências desconhecidas - todas elas por sua vez advindas sabe-se lá de onde? (FOTO: © Premier Radio Networks)

 

TUDO assim parece nos indicar, uma vez que desde muito tempo nas nossas História e Pré-história certas criaturas nos espreitam com intenções ainda não bem definidas. E além de tudo obscuras! São muitos os exemplos. A ilustração acima nos relembra o antigo episódio da queda de um UFO em Aurora, Texas, EUA, no distante ano de 1897, quando, portanto, ainda não existiam os aviões. Ao amanhecer daquele dia 19 de abril, toda a população local viu quando um objeto voador discóide aproximou-se do céu em alta velocidade, parecendo descontrolado e, depois de uma manobra brusca, derrubou um moinho para logo em seguida embater-se violentamente contra o solo.

 

Notícia publicada no Dallas Morning News em 19 de abril de 1987, dando conta dos detalhes do inusitado acidente com o UFO em Aurora. A notícia do conceituado Jornal diz, em síntese: - o estranho aparelho celeste aproximava-se bem junto ao solo, quando colidiu com um moinho, destruiu um tanque d'água, até o jardim de um juiz e caiu gerando uma violenta explosão. Havia um piloto na nave, dotado de características não pertencentes a este mundo e muito desfigurado. Junto ao seu corpo foram encontrados materiais que não puderam ser decifrados, gravados com estranhos hieróglifos. A nave era elaborada em metal desconhecido, parecendo ser uma mistura de alumínio e prata, devendo pesar várias toneladas. Depois disso, a comunidade local providenciou o funeral do corpo do tal "piloto" no cemitério local.

 

Este é o cemitério de Aurora, Texas. Nele havia uma lápide sem nome, contendo os restos mortais do tripulante do UFO. Quando modernamente o caso foi descoberto e obteve repercussão, uma vez que pesquisadores encontraram nos registros OFICIAIS da Prefeitura local os relatos desse episódio, há informações que autoridades do Governo Americano teriam há algumas décadas removido esses restos mortais para local ignorado. Contudo, existe ainda um velho poço abandonado no local da queda no qual foram lançados pela população alguns restos dos destroços da nave. Um morador local que se servia da água contida nesse poço ficou com os membros inteiramente deformados pelo que se supõe tenha sido um violento efeito de "artrite reumatóide". Hoje, cientistas e pesquisadores de Ufologia visando a procurar no fundo do tal poço algumas evidências dos destroços do UFO não podem entrar nessa área que, misteriosa porém "muito compreensivelmente", acha-se cercada e totalmente interditada pelo Governo Americano.

 

Obviamente que os restos do tripulante do UFO de Aurora foram levados para a famosa Área 51 (foto) - instalações ultra-secretas do Governo Americano em cujos subterrâneos interditos e muito bem guardados repousam inúmeros restos de UFOs acidentados - além de cadáveres de alienígenas - e onde febrilmente se produz ENGENHARIA REVERSA de modo a obter e alcançar o domínio de uma tecnologia muito além da nossa compreensão e das nossas possibilidades atuais.

 

Porém, a famosa Área 51 não está sozinha nessas obscuras atividades. Com o fim da União Soviética, segredos que estiveram ocultos durante muitas décadas puderam finalmente vir à tona! O mapa nos mostra o enorme complexo de KASPUTIN YAR - da mesma forma instalações ultra-secretas do governo Russo e onde ainda hoje coisas muito além da nossa imaginação acontecem. A princípio tratava-se de uma base de lançamentos de mísseis e desenvolvimento de armas e aeronaves. (IMAGEM: © Mark Wade)

 

Mas, tudo começou no distante ano de 1948 (um ano, portanto, depois da queda do UFO em Roswell, EUA), quando um piloto de MIG da Força Aérea Soviética (semelhante ao da foto) travou uma intensa batalha aérea de 3 minutos com um UFO cilíndrico que espreitava a base de kapustin Yar. Foi um confronto violento no qual o intruso também disparava estranhos raios contra o MIG. As armas de bordo da aeronave soviética pareciam não atingir o UFO, dotado ao que parece de um poderoso escudo protetor invisível. O piloto russo, então, fez uso de seus potentes mísseis ar-ar e repentinamente conseguiu romper essas defesas e abater a nave. Pagou, porém, com a própria vida, uma vez que ambas as máquinas se precipitaram violentamente contra o próprio solo da base.

 

Era época da chamada "Guerra-Fria" travada entre os EUA e a URSS. Joseph Stalin (esquerda), na época o dirigente plenipotenciário da União Soviética, encarregou um cientista e membro da KGB (Órgão Oficial de Inteligência e Segurança), Sergei Korolev (foto) de tomar conta do assunto mantendo-o sob total sigilo e, em contrapartida, providenciar instalações adequadas de modo a "copiar" a tecnologia do UFO e utilizá-la, de modo a não só incrementar o poderio militar soviético como também se defender contra eventuais ameaças alienígenas.... Não necessariamente nesta ordem.

 

Tomando assim as rédeas do assunto, a poderosa KGB montou a 400 metros de profundidade instalações subterrâneas em Kasputin Yar para onde foram transportados tudo aquilo que se relacionasse ao assunto UFOs. Assunto este classificado como "total segredo de Estado" punido com a prisão e até mesmo a própria morte aqueles que ousassem vazar informações ou revelá-lo! Por outro lado, a partir daí os pilotos militares tiveram ordens expressas no sentido de tentar abater naves alienígenas de modo a incrementar tais avançadas pesquisas.

 

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA VER MAIS FOTOS

Próxima Página

Página Anterior

Stalker (Lee Jackson)