Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

AS CAVERNAS DOS ANTIGOS!

"Aquele era o mundo de época muito remota. Quando o mundo era muito novo.... Tratava-se de um mundo de progresso científico. Máquinas estranhas passavam por ali, voando a alguma distância da superfície da Terra, ou a quilômetros de altura; grandes templos erguiam os pináculos para o céu, como um desafio às nuvens..... Vimos grandes guerras sendo travadas.... Vimos cientistas trabalhando em laboratório para produzirem armas ainda mais mortíferas.... Uma sequência de quadros revelava um grupo de homens meditativos, planejando o que chamavam uma "Cápsula do Tempo" (o que nós chamávamos a Caverna dos Antigos), onde pudessem preservar para as gerações posteriores os modelos de suas máquinas e um registro pictorial completo de sua cultura e falta de cultura. Máquinas imensas escavavam a rocha viva. Hordas de homens instalaram os modelos e as máquinas. Vimos as esferas de luz fria sendo postas no lugar, substâncias radioativas inertes emitindo luz por milhões de anos. Inertes, por não poderem prejudicar os seres humanos, ativas no sentido de que a luz continuaria, quase até o final do próprio tempo"

(Lobsang Rampa - A Caverna dos Antigos)

 

Lobsang Rampa (ou seja lá qual tenha sido o seu verdadeiro nome) viveu muito tempo entre os monges tibetanos a ponto de se tornar um deles. Durante o seu processo de aprendizado e iniciação nos mistérios tibetanos, foi conduzido pelos monges instrutores à entrada de uma caverna secreta, somente do conhecimento deles, no interior da qual uma avançada civilização do passado terrestre - possivelmente a perdida Atlântida - deixara uma "Cápsula do Tempo", contendo registros gravados em sofisticados aparelhos e relativos à sua história, apogeu e queda - bem como inúmeros exemplares de suas espantosas máquinas e da sua avançada tecnologia, tudo ainda em pleno funcionamento! O que você leu na introdução dessa nossa página é apenas um pálido relato de tudo aquilo que o atônito Lobsang viu (e ouviu) lá dentro - inclusive a revelação de que essa civilização deixara para a posteridade três dessas câmaras secretas, ou "Cápsulas do Tempo", sempre demarcadas pelos simbolismo das pirâmides ou da Esfinge! Contudo, todas as evidências de que dispomos atestam que essa perdida civilização do nosso remoto passado de fato existiu; e além de nos legar essas três Cápsulas do Tempo ainda não descobertas, nos deixou não somente uma, porém inúmeras dessas CAVERNAS DOS ANTIGOS, espalhadas por toda a face da Terra. E pode acreditar, Prezado Visitante, não há qualquer ficção nisso!

 

E ao que tudo indica, essa civilização (ou o que teria restado dela) teria chegado à Terra vinda de muito longe e em tempos remotíssimos, aqui se estabelecendo! Vamos, então, reunir as peças do nosso intrigante quebra-cabeças e examinar algumas dessas espantosas evidências, pois, não é somente a insólita região de Cydonia, em Marte, que tem a primazia no sentido de ostentar uma gigantesca face fitando o espaço......

 

..... Uma vez que também temos as nossas! E aqui vemos uma delas! Como se fosse um colossal cristal translúcido, ela está situada exatamente em Cuyos, Argentina (foto), a uma enorme e desolada altitude onde até mesmo o ar se torna quase que irrespirável de tão rarefeito! E assim como em Marte, não sabemos quem elaborou tal prodígio, dessa feita aqui no nosso mundo em tempos muito remotos e esquecidos! Lembremos que para esculpir montanhas inteiras faz-se necessária uma fantástica tecnologia, da qual ainda hoje não dispomos!

 

E nas milenares selvas do nosso pequeno planeta escondem-se segredos verdadeiramente espantosos, somente agora timidamente revelados graças à moderna tecnologia dos satélites. E em matéria de segredos verdadeiramente espantosos, a Terra em nada fica a dever aos misteriosos rostos voltados para espaço que, por sua vez, se situam em Marte! Na foto acima, uma colossal rosto possivelmente situado nas selvas amazônicas.

 

Comprove no correspondente negativo!

 

Há mesmo muitos segredos ainda não inteiramente desvendados. Por todas as culturas mais evoluídas da antigüidade conhecida, uma tradição muito mais antiga do que elas próprias e que se perde na noite dos tempos foi mantida. Estamos nos referindo à Religião Solar, cujos vestígios têm sido encontrados em todos os continentes da Terra. Na foto, vemos as ruínas situadas em Cuzco, nos Andes Peruanos, que foi a capital do antigo Império Inca. Recentemente, a revista New Scientist e também o Instituto Nacional de Pesquisas Atmosféricas da Nova Zelândia, fizeram uma espantosa descoberta: Cuzco foi um dos maiores centros de adoração solar.... Assim como também Cuzco é o local do mundo que recebe a MAIOR taxa de radiação solar do planeta! Dessa forma, os Incas (ou então a misteriosa civilização pré-colombiana que os precedeu) não poderiam ter escolhido um lugar melhor e mais apropriado para adorar o Sol. Curiosamente, Cuzco tem essa primazia pelo fato de estar próxima ao Trópico de Capricórnio, exatamente ONDE a maior incidência de raios solares ocorre quando a distância entre a Terra e o Sol se torna menor. E mais: devido à elevada altitude dos Andes os níveis de proteção da Camada de Ozônio sempre foram os maiores do planeta! QUEM ensinou isso aos Incas, se é que foram mesmo eles que estabeleceram nessa localização religiosa e altamente sagrada?

 

E a moderna tecnologia do GPR (Radar de Penetração Subterrânea) está se tornando uma valiosa aliada para descobrir os traços das avançadas culturas que habitaram o nosso planeta naqueles tempos muito distantes e recuados. O sistema consiste em um radar emissor de ondas a 300 MHz, acoplado a um gravador de perfil que registra ondas em mapas. Tal como um potente radar, essas ondas são emitidas; vão e retornam devidamente refletidas tão logo encontram alguma coisa escondida (ou perdida) no subsolo terrestre. (IMAGEM: Geosphere Inc)

 

Eis acima aqui um exemplo típico das relexões de ondas de um GPR. Nesse caso, um objeto foi detectado a uma profundidade, a qual também é devidamente mensurada pelo sofisticado e muito preciso aparelho.

 

E essa é a Pirâmide de Tikal, na Guatemala, onde a tecnologia GPR descobriu a partir dos seus subterrâneos algo verdadeiramente assombroso e ainda não explorado: uma rede de túneis subterrâneos que se estende por cerca de 800 QUILÔMETROS, atingindo até o lado oposto daquele país! Uma colossal e inexplicada obra de engenharia originária de um passado muito nebuloso e desconhecido!

 

Na Irlanda, este estranho mound, que inclusive possui uma espécie de sinalização voltada para o céu, também esconde os seus segredos. Aqui por baixo o GPR detectou uma imensa rede de galerias, túneis e desconhecidas edificações subterrâneas.

 

Esse é o imponente templo egípcio de Edfu, situado entre Cairo e Luxor. Aqui também foi encontrada uma colossal rede de túneis e galerias subterrâneas, tudo devidamente bloqueado e selado pelo Governo Egípcio sob a alegação de que "pelo fato de eles mergulharem tanto nas profundezas da terra, e isso levando a outras passagens ainda mais profundas, poderiam tornar os exploradores perdidos". Muito sutil mesmo! Mas quem poderia ter feito isso e mediante qual tipo de tecnologia há muitos milhares de anos atrás?.....

 

...... Parece que há uma resposta para tal pergunta: Não sem uma justa razão, é precisamente nesse Templo de Edfu que poderemos encontrar o disco alado - a marca dos Antigos Astronautas, os iniciadores da Civilização Egípcia!

 

Este é o famoso Monte Kilimanjaro, uma das mais altas montanhas da África, outro misterioso local da Terra onde certos rumores dão conta da existência de misteriosas instalações no seu interior. Algumas testemunhas alegam ter avistado a presença de estranhas e muito furtivas criaturas no local.

 

E essa é a região antártica denominada Polynea Sea, situada no Mar de Weddell, a qual os os satélites das grande potências estão atualmente observando com muita atenção e interesse.....

 

..... Justamente pelo fato de ela estar repleta de misteriosas aberturas para o interior do planeta, assim como essas mostradas na imagem acima. A suspeita dos cientistas é que se trate de uma base secreta de UFOs!

 

Monte Sombrero, em Tampico, México, onde também encontramos todo o topo de uma montanha esculpido sob o formato de uma estranha face voltada para o céu. Aqui existem estranhas cavernas ainda inexploradas, que possivelmente levem a estranhos complexos subterrâneos deixados por alguma desconhecida e muito antiga civilização..... Possivelmente ainda ocupados ou então dotado de alguns equipamentos ainda em operação! O local é evitado e temido pelas populações locais, uma vez que estranhos sons partem dos subterrâneos, descritos como parecidos com os sons causados por "equipamentos de geração elétrica". Pode ser uma outra Caverna dos Antigos, mas suspeita-se que ali esteja situada uma base alienígena de UFOs.

 

E aqui vemos uma vista de uma área denominada Camp Irwin, situada no Deserto de Mojave, EUA. Sabe-se que aí por baixo existiria uma vasta rede de túneis subterrâneos - e ainda por cima cinco rios subterrâneos cortando esse misterioso complexo, além de um outro "Grand Canyon ao contrário" no subterrâneo! Uma das entradas para esse complexo, situada em uma caverna no Pico Kokoweef, foi dinamitada de modo a abafar a descoberta e impedir a sua exploração.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA VER MAIS FOTOS

 

Próxima Página

Página Anterior

Earth and Sky