Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

DEUSES MARCIANOS

"As civilizações antigas que floresceram em todos os continentes, possuem inegáveis traços comuns, traços que nos falam de maneira inequívoca numa única matriz, em liames remotíssimos, vivos, ainda que ignorados dos portadores dessas culturas, herdeiros sem dúvida de outras ainda maiores"

(Peter Kolosimo - Astronaves na Pré-história)

 

Acima, vemos uma simbologia egípcia relativa aos deuses das estrelas vistas no Pólo Norte terrestre. Não somente a religião, como também todas as crenças do Antigo Egito, estavam essencialmente baseadas no simbolismo dos astros, dos corpos celestes. Coisas que os antigos egípcios, aliás, conheciam com grande e inexplicável profundidade - e não só todos os planetas do nosso Sistema Solar como também as mais distantes constelações presentes na vastidão do espaço sideral! A cronologia oficialmente adotada das Dinastias egípcias que hoje conhecemos é aquela que nos foi transmitida por Maneton, um sacerdote egípcio, o qual se referiu a um período bem mais antigo do que aquele, época em que o Egito fora colonizado e governado pelos chamados "Reis Divinos", estabelecendo todas as bases da sua cultura e do seu desenvolvimento. Mas, quem teriam sido esses tais "Reis Divinos" e de onde exatamente teriam chegado? Esse é um dos grandes enigmas da História, uma vez que muito repentinamente, tal como num passe de mágica, povos nômades e selvagens transformaram-se naquela que foi a maior, a mais organizada e também a mais esplendorosa de todas as civilizações antigas da face da Terra!

 

Nesse antigo mural egípcio, temos, talvez, uma das chaves desse estonteante enigma: sobre o hieróglifo "NETER" , que significa "DEUS", temos o DISCO ALADO. E de que coisa mais clara e evidente do que essa necessitamos para representar uma astronave, um DISCO VOADOR?

 

Há pistas, inúmeras pistas que devem ser olhadas com muita atenção! Eis uma outra delas: muito pouco restou da outrora portentosa Memphis, a antiga capital do Baixo Egito e centro de todas as sagradas tradições da sua religião. Essa cidade hoje silenciosa e morta guarda velhos e muito profundos mistérios:

 

Pois, segundo a milenar Tradição Egípcia, KHER-AHA era uma lendária cidade que teria existido entre Tebas e a capital do Antigo Império, NÃO SITUADA NA TERRA mas, sim...... NO CÉU! E KHER-AHA - situada, portanto, no céu - segundo essa mesma Tradição...... ERA A CÓPIA FIEL DE MEMPHIS!!! Acima vemos uma inscrição hieroglífica muito antiga, referente a KHER-AHA. Note-se, à esquerda, o deus-hipopótamo Hesamut; o escaravelho solar Kheper; e, logo adiante, um misterioso sinal desconhecido que muito evidentemente sugere "união". Uma união estabelecida entre os sobreviventes, ou os colonizadores, de uma antiga raça marciana?

 

Tudo indica que SIM! E aqui estão as maiores das pistas para a solução do enigma: Há, de fato, ruínas deixadas por uma antiga civilização de Marte! Acima, você vê algo que jamais poderia se tratar de uma simples formação natural: um platô retangular coberto por destroços, possivelmente os restos de uma antiga cidade......

 

E veja aqui, uma imagem aérea das ruínas de Memphis, no Egito. Incrivelmente semelhante, não? Seria por isso que os antigos Mestres egícpios ensinavam que - "O que está em cima é igual ao que está em baixo?

 

Possivelmente SIM! E assim como também no Planalto de Gizé, Memphis possui o alto simbolismo da Esfinge. Aliás, depois do Cairo, Memphis é o único local em que ela pode ser encontrada - além, é claro, de um OUTRO lugar muito, muito especial:

 

Uma vez que Marte também tem a sua esfinge, ou o que restou dela! O local se chama "Melas Chasm". Olhe com bastante atenção essa foto.....

 

..... E surpreenda-se com a respectiva ampliação do detalhe! Repare na perfeição do rosto.

 

Ao passo que essa outra intrigante foto, tomada já no próprio solo de Marte por um módulo telecomandado da NASA, nos mostra, ao longe, os contornos que parecem ser de uma outra esfinge!

 

Há inegáveis sinais de uma passada vida inteligente postados no solo de Marte. Note-se o perfeito triângulo situado no interior de uma estrutura circular nitidamente artificial - mostrada na parte superior da imagem - e, logo abaixo, aquilo que parece ser uma outra inusitada face fitando o espaço......

 

...... E comprove isso nos respectivos detalhes ampliados!

 

E também em uma outra região marciana, a foto NASA 86A10, tomada por um módulo espacial, nos mostra uma insólita "curiosidade".

 

Tudo muito coincidente. Coincidente em demasia para se tratar de uma mera coincidência! Aqui, temos uma tomada por satélite já aqui na Terra mesmo - na vastidão do Deserto de Atacama, Chile. (FOTO: © ESA)

 

E bem ao "Estilo Marte", a nossa Terra também apresenta curiosos rostos voltados para o espaço sideral! Examine com atenção esses detalhes ampliados da região do Deserto de Atacama.....

 

..... veja também este outro.....

 

...... E não deixe de ver isso também! Um estranho perfil LEONINO (preste atenção neste detalhe) sobressai em meio à milenar desolação do intrigante Deserto de Atacama!

 

Como também na imponente desolação do Grand Canyon, EUA, encontramos a imagem de um estranho rosto, somente visível a partir do espaço sideral (centro, parte inferior da imagem). Note-se que, bem atrás dele, existe uma estranha formação rochosa aparentemente artificial...... (FOTO: © Google - Imagery / DigitalGlobe)

 

...... E comprove na respectiva ampliação do impressionante detalhe! Lembremos que no âmago dessas montanhas foi descoberto um estonteante complexo radial de túneis e galerias, contendo uma espécie de Sol Central, repleto de estranhas múmias; murais artísticos em estilo proto-egípcio; hieróglifos estranhos; além de inúmeros artefatos desconhecidos! Relíquias dos antigos deuses?

 

E a marca, por assim dizer, "registrada", desses antigos deuses foi exatamente edificação piramidal - segundo a Tradição, sempre presente nas suas antigas colônias espalhadas por toda a face da Terra, de modo a demarcar uma espécie de afiliação direta. A pirâmide, pelo fato de conter elevados conhecimentos matemáticos e astronômicos, além de se constituir em um poderoso emissor, gerador e condensador de energias desconhecidas, não é, de fato, um monumento tipicamente terrestre.

 

E para sermos claros e diretos, a pirâmide é um monumento muito mais antigo e essencialmente MARCIANO, estando inúmeras delas claramente espalhadas por quase toda a superfície daquele planeta! (IMAGEM: Holger Isenberg)

 

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA VER MAIS FOTOS

 

Próxima Página

Página Anterior

DOOM2 music