Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

 

"Uma civilização passada pode dormir. Às vezes, pode sonhar no mar infinito dos seus milênios e de suas lembranças. Pode estar enterrada, esmagada sob enormes massas de terra e de rochas. E assim mesmo ela está em nós, embora seus restos materiais estejam ainda por descobrir-se, embora estejam escondidos, longínquos... Uma lembrança, um achado, nos avisam de chofre de sua tácita presença. E nos prende então uma estranha sensação, como se quiséssemos chorar por algo que está em nós, tão perto, e perdemos"

(Ivar Lissner)

 

 

Teria sido a Terra visitada em tempos muito recuados por seres extraterrestres, ou teriam existido no passado remoto evoluídas civilizações que se destruiram? A resposta é SIM! Diante de tantas e tão gritantes evidências ambas as hipóteses se mostram inteiramente válidas! Em Derudeb, Sudão, este antigo entalhe rupestre, cuja origem remonta há milhares de anos, é bastante explícito e nos mostra nada menos que um foguete, ladeado por figuras humanas!

 

 

Também na Austrália, os "antigos e milenares aborígenes", nos deixaram as estranhas imagens de seres usando capacetes e curiosas vestimentas, encimados pela nítida representação de uma máquina voadora (à esquerda). Na outra foto, a representação de uma bizarra criatura que não é um inseto como pode parecer à primeira vista, uma vez que a ossatura do seu esqueleto é nítida, bem como o antigo artista talvez o tenha representado saindo de uma espaçonave! E por certo não se trata de nenhuma arroubo de imaginação, haja vista que existe de fato uma certa raça de tripulantes dos OVNI que se assemelha a insetos (inclusive alguns exemplares já foram autopsiados pelas grandes potências)! Tudo isso indiscutivelmente provaria a grande verdade de que somos visitados há bastante tempo por raças alienígenas bem distintas. Como então negar o óbvio?

 

E aqui o chamado "homem pré-histórico" superou a si mesmo em matéria de fidelidade àquilo que via e retratava: este nítido e incontestável ser usando capacete, inclusive dotado de uma antena e tendo um objeto voador sobre si, faz parte de uma imensa área de relevos semelhantes a este - gravados em San Rafael de los Milagros, México, cobrindo todos eles um perímetro de mais de 3 quilômetros!

 

Papiro Tulli, propriedade do Museu Egípcio do Vaticano e atualmente considerado "desaparecido". Gravado durante o reinado do faraó Tutmés III (cerca de 1504 - 1450 A.C.), reporta-se ao avistamento de máquinas voadoras: "No 22º ano, no terceiro mês do inverno, na sexta hora do dia, os escribas da Casa da Vida descobriram que era uma bola de fogo que vinha do céu.....Ora, após alguns dias se passarem essas coisas, eis que elas foram mais numerosas que nunca! Elas brilhavam no céu mais que o sol até os limites dos quatros pilares do firmamento..... Poderosa era a posição das bolas de fogo. A armada do rei as observava e o rei encontrava-se no meio delas. Era após a refeição da noite. Elas se elevaram mais alto em direção ao sul....." - Obviamente não eram meteoritos pois, segundo se depreende do texto, eram até inteligentemente manobradas uma vez que ascenderam e então alteraram seu curso rumo ao sul!

 

Denominam-se tectitas essas curiosas formações geológicas, espalhadas por quase toda a face do nosso planeta, notadamente naquelas regiões onde os livros sagrados e tradicionais indicam ter havido confrontos e grandes batalhas entre os "deuses". Esse nome vem do grego"tektos" que significa "rocha derretida", com toda razão uma vez que elas se formam sob altíssimas temperaturas, acima de 2500 graus e contêm isótopos radioativos. Em suma: são originárias de explosões nucleares! Suas idades, ainda não bem determinadas, podem oscilar entre 5 mil a 1 milhão de anos! São abundantes, por exemplo, na região do Mar Morto, onde se situavam as devassas cidades de Sodoma e Gomorra - conforme os relatos bíblicos, destruídas pelo "Fogo do Senhor" como forma de castigo!

 

Cérebro fossilizado, encontrado no território da antiga URSS em 1925 e preservado milagrosamente desde o Período Carbonífero, entre 260 e 340 milhões de anos atrás quando, segundo a Ciência, ainda não existiam seres humanos sobre a face da Terra. Parece com o cérebro humano, MAS NÃO É HUMANO. Possui fissura longitudinal e mais de 15 circunvoluções. É, todavia, espantosamente idêntico em estrutura ao homem moderno..... Foi pertencente a uma criatura inteligente, sem dúvida, mas absolutamente não originária da Terra! Quem teria sido então?

 

Segundo um antigo manuscrito, este é o esboço de uma "máquina voadora", construída no Antigo Egito, no Templo da Ciência. Por ser extremamente insólito e revelador, na verdade claríssimo, dispensa maiores comentários!

 

E em quê exatamente teria se baseado uma antiga - na verdade milenar e além de tudo desconhecida - civilização que habitou o território onde hoje se situa o Equador, para confeccionar no mais puro ouro este curioso objeto, rotulado arqueologicamente como "não-classificável" ?

 

A Atlântida não é uma simples lenda! O sonar da embarcação do capitão Don Henry já tinha detectado a existência de uma enorme pirâmide submersa na região do chamado Triângulo das Bermudas, expressivamente maior do que a do Egito. Porém, em 1968, a equipe de mergulhadores do Dr. Ray Brown, efetuando prospecções submarinas entre as regiões de Andros e Bimini, além de ter descoberto ruínas de uma cidade submersa localizou, de fato, a tal pirâmide. Ela estava enterrada pela movimentação das areias e somente seu topo sobressaía cerca de 30 metros. Era imensa: composta por reluzentes e ciclópicas pedras polidas que se encaixavam perfeitamente! No seu ponto mais alto, erguia-se uma espécie de pequeno santuário. Dentro dele, uma sala em cujo centro, sobre um suporte,ou altar, duas mãos de metal sustentavam a esfera de cristal vista na foto. Dotada de estranhos poderes e misteriosas vibrações, foi examinada por cientistas, não se sabendo o seu atual paradeiro.

 

 

Estas são as câmaras e passagens conhecidas no interior da Grande Pirâmide de Gizé, no Egito. Contudo, existiriam outras, ainda não reveladas, ou descobertas? Mais uma vez a resposta é SIM! Modernas experiências científicas empregando a nova Ciência da Magnometria, a técnica que mede a intensidade dos campos magnéticos do planeta, aliada ao emprego de radares de penetração subterrânea e sonares de última geração, permitiram descobrir que nada menos que 15 a 20 por cento de toda essa gigantesca estrutura estão repletos de areia. Um tipo de areia finamente filtrado e enriquecido com diversoso tipos de minerais DESCONHECIDOS NA TERRA! E mais: cientistas da Universidade de Waseda, Tokio, descobriram por medição a existência de inúmeros espaços vazios no seu interior, que poderiam se tratar de novas câmaras secretas - talvez contendo coisas jamais sonhadas pelo homem. Tais como essa.......

 

...... Que talvez tenha sido a maior descoberta arqueológica de todos os tempos! Em 1980 uma câmara secreta foi revelada no interior da Grande Pirâmide de Gizé, no Egito. Dentro dela, um pequeno sarcófago do mais puro cristal, contendo a múmia de uma criatura alienígena, semelhante aos humanóides que hoje tripulam os OVNI. Inscrições hieroglíficas diziam que esse era o corpo de um "filho das estrelas", cuja raça orientara na construção daquela pirâmide! Tal descoberta foi imediatamente confiscada pela autoridades egípcias e os arqueólogos ocidentais foram intimados a deixar imediatamente o país, sob pena de prisão. Porém, a foto da criatura não deixa margem a quaisquer dúvidas: note-se os quatro dedos, a conformação inusitada das costelas, as enormes proporções do crânio, a protuberância na bacia e principalmente a reduzida estatura. Além, é claro, do enorme orifício na região abdominal, obviamente causado por uma espécie de arma muito poderosa, o que talvez tenha sido a causa da sua morte. Note-se ainda que os embalsamadores não ousaram tocar no corpo daquele ser, além de o encerrarem em um sarcófago elaborado no mais puro cristal - o que contraria tudo aquilo que se conhece em Egiptologia. O corpo foi preservado, muito possivelmente, em virtude das radiações piramidais, que comprovadamente mumificam, potencializadas ainda pela amplificação vibratória do cristal desconhecido.

 

CLIQUE NO BOTÃO "VOLTAR" DO SEU NAVEGADOR

PARA RETORNAR À PÁGINA ANTERIOR

 

Stalker (Lee Jackson)