Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

 

 

"Revesti-vos da armadura completa de Deus, para que possais vos manter firmes contra as maquinações do maligno. Porque temos uma luta, não contra sangue e carne, mas contra os governos, contra as autoridades, contra os governantes mundiais desta escuridão, contra as forças espirituais iníquas...."

(EFÉSIOS, Cap. 6 Vs. 11)

 

 

O nazismo era, por trás dos bastidores mais recônditos, uma sociedade secreta pervertida - uma verdadeira sociedade iniciática com seus graus de ascensão e suas respectivas cerimônias de iniciações. Os altos dirigentes realizavam rituais mágicos, sempre invocando forças negras desconhecidas. Tais rituais eram por vezes realizados no Tibet, Egito, Deserto de Gobi e em outros centros de irradiação mágica do planeta. Adolf Hitler tinha seus magos e astrólogos particulares e nada fazia sem antes consultá-los. Ele próprio, segundo as crônicas da época, era uma espécie de "médium" das forças do mal, pois entrava em transe durante seus discursos, hipnotizando e dominando psiquicamente as massas.

 

O próprio simbolo do nazismo, a cruz suástica, era posicionada de maneira invertida, ou seja, com seu eixo de rotação no sentido da direita. Esse símbolo mágico antiqüíssimo, cuja origem se perde na noite dos tempos e teve origem nas extintas civilizações, era símbolo de evolução universal quando posicionada no sentido levógiro (para a esquerda). Da maneira como empregada pelo nazismo, significava exatamente o contrário: INVOLUÇÃO e MORTE!

 

Os abomináveis fornos crematórios do Terceiro Reich, na verdade escondiam um ritual mágico pois, através do fogo, sacrificavam e imolavam as suas vítimas inocentes - alimentando psiquicamente um deus do mal, verdadeiramente satânico e desconhecido..... Tal como as antigas civilizações dotadas de caráter religioso pervertido realizavam seus sacrifícios humanos - dedicados a deuses malignos e igualmente pervertidos, dentre os quais o sanguinário Moloch!

 

E, assim como já vimos, por trás de tudo estavam os tais "superiores desconhecidos" , com os quais sabidamente o "mestre" da ordem negra e seus auxiliares mais diretos na escala hierárquica mantinham encontros velados. Quem sabe alienígenas decaídos e malévolos que certamente entregaram ao nazismo diversos conhecimentos tecnológicos muito além da sua época? Na ilustração, mais um esboço do "disco voador" nazista, que inclusive chegou a voar em manobras de testes! Um deles, sob a supervisão dos cientistas Schriever e Habermohl, chegou à altitude de 12.400 metros e à espantosa velocidade para época de 2 mil quilômetros por hora, podendo entretanto chegar aos 4 mil!

 

De fato, se hoje temos a tecnologia espacial, devemos agradecer aos cientistas alemães que se passaram para o lado ocidental após a Segunda Guerra Mundial quando da derrota da Alemanha - os quais foram inclusive disputados aos tapas pelas grandes potências. O nazismo desenvolveu os caças supersônicos; os aviões de asas delta, os de propulsão a jato e supersônica e ainda outros de decolagens e aterrissagens verticais. Também os foguetes; os mísseis; as espantosas barreiras eletrônicas que desviavam as bombas aliadas e ainda..... Trabalhavam secretamente no desenvolvimento das bombas nucleares e das plataformas orbitais armadas!

 

Um daqueles cientistas, Werner Von Braun, considerado o "pai" da aventura espacial dos EUA e um dos responsáveis pela chegada dos americanos à Lua, certa vez proferiu uma sentença que deve ser encarada com bastante atenção: - " A Alemanha perdeu a guerra. Mas nós não podemos esquecer que fomos os primeiros que tentaram escalar o espaço. E que nunca deixamos de pensar em estações orbitais ao redor da Terra, a uma descida na Lua, às viagens interplanetárias. Tivemos que agüentar muita coisa em nome da nossa fé na conquista pacífica do espaço. Agora cada uma das potências vitoriosas vai querer ter para si os nossos conhecimentos e nossas experiências . E nós temos que dar uma resposta a uma pergunta bem clara: qual país vai tirar vantagem de nossa herança?"

 

Mas terá valido a pena tal "herança"? Segundo o Ocultismo (hipótese que, aliás, também não deve ser desprezada) há muitos milhões de anos, o elemento mental e fulminado de um planeta cujos habitantes destruiram através de uma guerra, vagando sem rumo pelo espaço sideral, assim como um "sol negro", um astro invisível e insidioso vibrando tão-somente no plano das radiações negativas e portanto maléficas, apoderou-se por osmose do psiquismo ainda jovem do planeta Terra. Desde então, esse "deus-negro truncado e invertido", cujas tradições religiosas conhecem como Lúcifer e que por sinal não tem forma, semelhante a um computador cósmico mecanizado e diabolicamente programado, tem ritmado as mentes dos homens, alimentando-se do sangue, das guerras e das tragédias. Transformando-o em um planeta de substituição, ele dominou e destruiu civilizações e, tal como sempre o fez, modernamente se apoderaria das mentes dos cientistas e dos governantes - e também dos homens comuns mais propícios -, afastando-os do Verdadeiro Deus e conduzindo-os aos crimes, ao ódio e às perversões. E muito principalmente às conquistas bélicas e tecnológicas cada vez mais avançadas, até atingir o domínio pervertido do átomo que por extensão também levaria a Terra à total destruição: a consecução plena do seu sinistro sonho que visaria também à sua explosão e desintegração.... Tudo através de um puro processo de imitação mecanística, exatamente como ocorreu naqueles milhões de anos em um planeta muito evoluído de uma estrela distante!

 

Não; não pode se tratar de mera coincidência! O fogo que destrói e causa tragédias parece mesmo esconder certas entidades diabólicas que se alimentam das vítimas imoladas. Nesta imagem de um incêndio, vemos, ainda uma vez, uma figura terrível que parece ser um demônio, montando uma besta!

 

Ainda na tragédia do World Trade Center, em 11 de setembro de 2001, vemos uma outra face diabólica emergindo das chamas!

 

Outra foto dessa tragédia que nos mostra coisas ainda mais bizarras: diversas faces diabólicas podem ser vistas. Basta apenas que se olhe com a devida atenção! À luz do Esoterismo, podemos de certa forma definir isso como registros funcionais-operacionais de seres degenerados e cruéis do astral inferior, de fato nutrindo-se da força gerada pelas desgraças!

 

Porém, o mesmo Ocultismo nos lança um outro alerta com relação à ciência cada vez mais avançada, e sobretudo ousada, dos computadores. A cada dia que passa os chips se superam: já estão em fase se testes aqueles que são produzidos a partir do DNA humano! Máquinas que poderão pensar, adotar reações humanas, tomar decisões! Enfim, até virem a superar os seus próprios criadores. Lúcifer, ou seja lá que nome tenha esse vetor absoluto do mal, almejaria truncar e destruir a civilização. Através dessa ciência progressiva, ele ditaria as suas normas embriagando os cérebros contaminados da racionalidade humana pervertida.... Sempre de acordo com o seu maligno ritmo de computador cósmico degenerado! Hoje, por exemplo, os aviões independem da habilidade dos pilotos; as indústrias dispensam mão-de-obra humana em troca deles e.... Também os arsenais nucleares e os sistemas de defesa e retaliação que podem destruir o planeta são comandados inteiramente pelos sofisticados chips! Basta que eles assim o decidam, ou então regidos pela força sinistra que os dominaria, para simplesmente acionarem por si próprios o Apocalipse.

 

Também os programas de computador escondem estranhas surpresas. As Fontes Wingdings (figuradamente "o bater das asas") do MS Word, por exemplo, após aquele trágico atentado em Nova York, já se tornaram objeto de profecias e interpretações. Um exemplo típico: digite-se NY em tipos maiúsculos, sublinhe-se. E colocando-se a tal fonte no tamanho 72 teremos o resultado final, à direita. Uma mensagem (ou profecia) clara e digna daquilo que norteava o Terceiro Reich, pois sabe-se que os EUA detêm uma enorme parcela do Povo Judeu no seu território! Todavia, não se pode culpar os programadores, pois essas coisas vêm, por certo, de esferas desconhecidas e independem da vontade humana. Um certo programador, Peter Glasper, escreveu quem sabe muito apropriadamente, uma enorme verdade: - "Quando programo, me vejo seduzido e em transe num ritual, incorporado numa espécie de bruxo; o teclado se transforma num grimoir, no qual capturo visões que só posso entender através de uma fórmula mágica e hermética. Então, quando se pressiona um botão, o encantamento se faz vivo, como numa sombra, uma estranha sombra.... No computador conseguimos resgatar um elemento da magia arcaica: a repetição, a continuidade das vibrações, que posso sentir na obsessiva ondulação de zeros e uns"........

 

...... Uma espécie, diríamos, maldita de êxtase e transe, com as suas "fórmulas mágicas e herméticas", um "ritual" verdadeiramente diabólico; uma "magia arcaica" sim, - de fato muito antiga - que se apodera das mentes dos que são possuídos, muitas vezes sem mesmo o saberem. O que dá plena razão aos sábios alertas dos Ocultistas, pois como esse programador bem sintetizou, Grimori, Grimoire ou Grimorum, nada mais significa que a denominação dos mais antigos e váriados tratados de magia negra e feitiçaria, alguns deles originários do Antigo Egito e, na sua maioria, da Idade Média - todos tenebrosos e destinados a invocar demônios, fazer pactos e manter contatos com o execrável "príncipe das trevas"e as suas amaldiçoadas legiões ! Que Deus, O Verdadeiro Deus, aquele que aqui infelizmente deixou de ser o Senhor, tenha piedade da nossa pervertida civilização.

 

CLIQUE NO BOTÃO "VOLTAR" DO SEU NAVEGADOR

PARA RETORNAR À PÁGINA ANTERIOR

 

Robocreeping (Lee Jackson)