Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

QUANDO O SURREAL SE TORNA INTENSAMENTE REAL

"A percepção então se aguça, até que o verdadeiro sábio não sabe nada"

(W. Raymond Drake - Deuses e Astronautas no Antigo Oriente)

 

Aqui, temos uma "preciosidade" da extinta Cultura Maia, que habitou a América Central. Essa curiosa "divindade" desconhecida na verdade parece ter sido um astronauta a bordo do sua máquina voadora esférica! O capacete com viseira; a antena sobre ele; e o UFO esférico não nos deixariam mentir.

 

Em Péten, Guatemala, temos outra bizarra "divindade" maia retratada. A sua propulsão em forma de jato é bastante clara. Disseram os sábios que (vejam só!) isso seria a representação de.... UMA "FLOR"!

 

Pois é, não devemos tirar a "razão" deles uma vez que existem, provenientes do nosso remoto e desconhecido passado, as claras imagens de certas "flores" bem estranhas mesmo! Nesse particular, vale sempre relembrar esse outro "exemplar botânico", originário do Antigo Egito! Um egípcio presta reverência e até mesmo fornece oferendas comestíveis à tal bizarra "flor", que por sinal está vestida em uma espécie de manto. (FOTO: © Bonechi)

 

Eis um close da marotíssima "flor". É realmente a primeira delas que conhecemos, dotada de olhos, boca e um rasgo linear para respirar. E, assim como claramente se depreende da cena, ainda se alimenta de oferendas compostas por patos, bolos e pães egípcios! Não se pode negar que o artista que a esculpiu colocou na sua fronte, como sagrado sinal de reverência, uma flor de lótus, mas daí a se afirmar que a tal bizarra criatura era uma flor propriamente dita vai uma grande distância...... (FOTO: © Bonechi)

 

Esta, sim, é uma imagem que retrata flores egípcias. Nela, podemos ver a mesma flor de lótus, porém sem face, olhos, boca e que, claro, não veste um manto como a "outra".....!

 

Pois é! Existem mesmo certas coisas tão gritantes que não dá para esconder ou abafar. Essa revista publicou na sua manchete uma outra estrondosa evidência encontrada no Egito: - "ALIEN VISTO EM UMA TUMBA EGÍPCIA - É ESSA A PROVA QUE ALIENS OS AJUDARAM?"

 

Claro que SIM! E então justamente por isso será sempre bom revermos certas imagens bastante expressivas. A acreditarmos nas pífias explicações dos doutos sábios, essa outra "flor" claramente estampada em um mural proveniente da Quinta Dinastia Egípcia, em Saccara, evidentemente nos mostra a imagem de um ALIEN - por sinal, igualzinho ao mostrado em uma imagem anterior! Então, devemos humildemente reconhecer que em matéria de Floricultura e Botânica o Antigo Egito era mesmo muito bem servido.....

 

.... E aqui está o tal mural, na tumba do sábio e filósofo egípcio Ptah-Hetep, no qual a criatura alien é estampada (seta). Examinando-se com atenção essa imagem podemos adicionalmente descobrir algo bem estranho. Tente encontrar.....

 

.... Vamos então realçar a imagem para melhor visualização. Bem ao lado da imagem do alien gravada no mural da tumba, parece que uma curiosa entidade fantasmagórica, ou etérea, foi captada pela película fotográfica. Tem a tipologia de um alien grey e até mesmo o seu braço é discernível!

 

..... Comprove agora no correspondente negativo! Será que também existem fantasmas aliens? Era mesmo só o que estava faltando! Certamente - e nesse particular devemos dar plena razão aos Ocultistas - nas milenares tumbas egípcias ainda flutuam energias muito estranhas e desconhecidas.

 

Coisas estranhas! Uma paisagem tipicamente marciana? Não! Essa é uma recente imagem de satélite tomada por sobre uma região inóspita da Califórnia, EUA, na qual podemos ver estranhas construções artificiais do remoto passado, as quais comumente são chamadas de "Mounds". Já está comprovado que elas foram erigidas por uma desconhecida e muito antiga cultura que habitou o atual território dos EUA - na falta de um nome melhor chamada de "Mound Builders" ou, literalmente, "Construtores de Mounds". Os tais "Mounds", aliás, são os precursores das pirâmides, ou até mesmo, quem sabe, seriam velhíssimas pirâmides já bastante desgastadas - mas até hoje ninguém se mexeu para explorar o quê exatamente existiria por baixo deles. Por que?

 

Muito embora tentem negar, estranhas civilizações habitaram a Terra em épocas muito recuadas. Em Yosemite Valley, Califórnia, EUA, em 1885 foram encontradas (e perfeitamente preservadas) as múmias de GIGANTES! Seres com quase 3 metros de altura! Aquela que vemos na foto acima foi enterrada juntamente com o seu bebê. E olhe só o tamanho do tal "bebê"!

 

O volumoso e inusitado Crânio de Adena (foto), também encontrado nos EUA, em Ohio, por sua vez nos mostra os vestígios de uma outra raça dos Mound Builders completamente desconhecida dos nossos convencionais tratados de Paleontologia. Evidentemente, os céticos costumam argumentar que certamente deve ter se tratado de "uma deformação ritual", ou então uma "aberração genética". Porém, estudos arqueológicos já comprovaram que existiu mesmo uma tal "Civilização Adena" por lá, cerca de 2000 anos Antes de Cristo.

 

Na ilustração acima, a inusitada tipologia dos estranhos crânios da Civilização de Adena......

 

...... Uma civilização, por sinal, extremamente avançada, uma vez que produzia manifestações de arte, fundia metais e até mesmo possuía uma estranha forma de escrita!

 

Aqui vemos os igualmente estranhos crânios de uma outra desconhecida cultura que habitou o atual território dos EUA em tempos imemoriais. Os Si-Te-Cah, nome cuja origem é desconhecida, foram uma outra raça de gigantes! Possuíam cabelos vermelho e mumificavam os seus mortos. Os remanescentes dessa raça foram dizimada pelos ancestrais dos índios Paiutes e os seus restos mortais foram encontrados em 1920 em uma caverna do Colorado. Estranhamente, porém, as autoridades locais ignoraram tal sensacional descoberta arqueológica e ordenaram que as múmias lá encontradas fossem todas enterradas. Possivelmente para não "contrariar em demasia" as ortodoxas tradições históricas, já que isso fatalmente iria provar que uma desconhecida raça dotada de uma tipologia, digamos, "européia", esteve presente na América bem antes de Colombo!

 

E aqui temos uma outra sutil imagem de satélite, recentemente tomada por sobre o eternamente gélido território da Antártica, a qual nos mostra algo bizarro e por sua vez muito curioso. Parece que os implacáveis gelos cobriram um enorme monumento, digamos bem ao "Estilo Marte", ali postado há quem sabe milhões de anos por uma perdida civilização, na época em que esse continente era (o que, aliás, a Ciência confirma que já foi) repleto de rios, florestas, conseqüentemente VIDA - e, por que não, habitado?

 

Certamente você que nos acompanha deve estar lembrado dessa foto que mostramos em uma página anterior, na qual o satélite do Google Earth parece ter enlouquecido exatamente por sobre o Egito, mostrando na sua imagem uma série de estranhos e inexplicáveis símbolos, geométricos, não? (FOTO: © DigitalGlobe/Google)

 

Pois é! E agora VEJA ISTO! É exatamente o que está estampado no imenso teto da tumba egípcia de número TT353, construída há muitos milênios pelo arquiteto Se-nen-mut. Essa maravilhosa obra de arte é PURAMENTE CIENTÍFICA. CIÊNCIA PURA dividida em duas partes. A superior que mostra diversas constelações, os planetas do nosso sistema Solar em associação com as suas respectivas divindades e etc., e a inferior que mostra as constelações do nordeste do céu, bem como outras DESCONHECIDAS E QUE NÃO PODEM SER IDENTIFICADAS! Em suma: uma impressionante - altamente precisa - e verdadeira aula de Astronomia! Porém, o que mais chama a atenção não é bem a estonteante precisão matemática desses conhecimentos muito além do seu tempo, mas, sim, A EXTRAORDINÁRIA SEMELHANÇA COM OS SÍMBOLOS GEOMÉTRICOS MISTERIOSAMENTE SURGIDOS NA IMAGEM DO GOOGLE POR SOBRE O EGITO, MAIS DE 5 MIL ANOS DEPOIS!!!

 

O mistério, porém, se torna cada vez mais denso! E não há só isso: Os nossos estimados visitantes continuam alertas e a colaborar com o nosso trabalho. E como você, amigo que fielmente nos acompanha, deve estar lembrado, apresentamos na página anterior as intrigantes imagens tomadas pelo satélite do Google Earth em plena vastidão do deserto do Norte da África, logo após o território do sempre misterioso do Egito - já mais para o oeste. Nelas, vimos uma série de inexplicáveis círculos que se dirigem ao interior da terra. Renato, nosso estimado visitante, foi verificar por si próprio e até descobriu mais esses outros aí de cima que, todavia e adicionalmente, incluem uma estonteante surpresa...... (FOTO: © DigitalGlobe/Google)

 

É isso mesmo que você certamente deve ter notado! Ampliando-se o intrigante detalhe podemos ver que EM MEIO A ELES EXISTE UMA CURIOSA ESTRUTURA NÃO-IDENTIFICADA!...... (Por sobre FOTO: © DigitalGlobe/Google)

 

Ei-la, devidamente ampliada! E que, raios, seria isso? Em uma terra de ninguém e inóspita, TUDO nitidamente OBRA DE SERES INTELIGENTES, uma complexa engenharia da qual em pleno Século XXI ainda não dispomos! Orifícios feitos sabe-se lá por quem - e que se abrem profundamente para o interior da Terra! Na página anterior, por sinal, mostramos um deles muito bem camuflado e fechado, como também um outro se abrindo, como se fossem verdadeiras portas de passagem sabe-se lá para onde! Estruturas misteriosas que decididamente não nos pertencem - e isso nas nossas próprias barbas! Será que os Governos mundiais não vêem algo tão gritante quanto essas coisas? Por que fingem que não entendem? Medo de uma tecnologia contra a qual não se pode confrontar? Claro que SIM! QUEM seriam, então, não os intrusos mas, ao que tudo indica, os verdadeiros donos deste planeta? (Por sobre FOTO: © DigitalGlobe/Google)

 

Nada demais nisso! Sabemos que o nosso pequeno planeta está mesmo tomado por bases subterrâneas e submarinas alienígenas desde muito tempo. E quem sabe não existam perfeitas e muito inocentes camuflagens para algumas delas? Na Rússia, precisamente em Arkaim, uma estranha edificação circular - ainda não explorada e parecendo ter uma pirâmide ao centro - é nitidamente visível do céu. E ainda ostenta o evidente formato de um UFO!

 

E por falar nisso, exclusivamente para aqueles que dizem que os UFOs não existem, eis um frame de um filme tomada em 17 de julho de 1998, pela própria POLÍCIA DE KENT, Inglaterra - chamada pela população assustada com as nítidas evoluções do enorme objeto nos céus daquela localidade.

 

Coisas Estranhas! No enigmático Vale da Morte, Califórnia, EUA, acontece um fenômeno recorrente e além de tudo bastante estranho: as pedras se movem sozinhas, até mesmo deixando seus enormes rastros (foto), e percorrendo grandes extensões no árido e inóspito terreno! Por décadas os atônitos cientistas tentam em vão decifrar o intrigante mistério. O local, aliás, tem esses estranho nome pois, considerado "maldito", desde tempos imemoriais os ancestrais dos índios evitavam essa área com enorme temor e reverência. Aqui, muito estranhamente, nada cresce, nada se desenvolve, sequer uma pequena e tímida vegetação, pois existem fortes suspeitas que tenha ocorrido, há milênios sem conta...... UMA COLOSSAL EXPLOSÃO NUCLEAR! Há vestígios de que ali tenha se desenvolvido uma desconhecida civilização, possivelmente destruída em uma guerra. E ainda hoje os UFOs circulam furtivamente pelo local! Muito sutil mesmo. Uma poderosa força magnética, segundo pensam os cientistas, seria a responsável pela inusitada movimentação dessas pesadas rochas. Mas que poderosa força seria mesmo essa, e vinda exatamente de ONDE, do subsolo? E, nesse caso, o quê haveria lá por baixo? Pois é, mesmo diante de coisas como essas ainda tem gente que nega tudo aquilo que é óbvio! (FOTO: Joe Orman)

 

NÃO SABEMOS NADA E, PORTANTO, NADA PODE SER NEGADO, UMA VEZ QUE AINDA NOS RESTA MUITO A CONHECER, A DESCOBRIR E A EXPLORAR! No início do ano 2006 o mundo científico foi abalado com uma sensacional notícia: cientistas dos EUA, Indonésia e Austrália encontraram em uma região inexplorada no Leste da Indonésia, precisamente nas Montanhas Foja, centenas de animais e espécimes vegetais desconhecidos do homem! A área montanhosa que somente pode ser alcançada por intermédio de helicópteros tem cerca de 300 mil hectares e se situa a uma altitude de 2200 metros acima do nível do mar. Entre as descobertas, foram encontradas 40 espécies de mamíferos desconhecidos, 20 novas espécies de rãs, e mais de 150 espécies de estranhos vegetais - além de pássaros, répteis e miríades de insetos nunca antes registrados! Neste lugar onde homem algum jamais colocou os pés, classificado como "O mais próximo do Jardim do Éden que se poderia encontrar na Terra", os maravilhados cientistas ainda procuram explorar outros 750 mil hectares ainda virgens e certamente repletos de muitas outras surpresas. Os perplexos cientistas acreditam ainda que possam haver áreas semelhantes na África e também na América do Sul. Que novidade! Pois é, pena que somente agora atentaram para isso. (FOTOS: AFP)

 

 

Próxima Página

Página Anterior

The Pit - DOOM2 music