Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

 

 

"Mas se pudermos determinar, por forma positiva, a realidade da visita dos Antigos Astronautas, obteremos então resposta para um grande número de questões que - somos obrigados a admiti-lo - ainda hoje não a têm. A própria Ciência, por mais séria, não pode opor-se a esta conclusão"

(JACQUES BERGIER)

 

Um close do estonteante e gigantesco rosto de granito, postado no topo da Pedra da Gávea, Rio de Janeiro - obra de uma civilização muito antiga e misteriosa. Os teóricos insistem em afirmar que trata-se de uma "obra da mais pura erosão". Mas como acreditar neles se essa curiosa "erosão", além de produzir perfeitas representações tais como essa, ainda se deu ao luxo de gravar em pleno abismo de quase 900 metros os imensos caracteres alfabéticos que, por sinal, podem ser vistos claramente na sua lateral? Outro fator relevante é que os OVNI, cujos avistamentos ali são freqüentes, fazem do local um notável ponto de referência (ou quem sabe REVERÊNCIA?).

 

Ei-los nessa foto tomada por nós, a um passo do enregelante abismo. Caracteres imensos, profundamente gravados na rocha bruta onde, mesmo hoje, nenhum alpinista, por mais ousado, se atreveria a repetir tal proeza. Outros teóricos, diante dessa gritante evidência, logo classificaram-nos como "fenícios" - o que, aliás, também não corresponde à verdade. Porém, por todos os quadrantes do nosso pequeno planeta não são apenas os insólitos monumentos desconhecidos que nos intrigam. Existem muitas coisas mais.......

 

Tassili, no Saara Africano, revela-nos surpreendentes imagens produzidas pelos homens ditos "pré-históricos", nas quais, além das refinadas técnicas de pintura, foram retratadas as figuras de estranhos seres usando roupas, capacetes, cintos e outros acessórios - obviamente inexistentes naqueles tempos tão recuados.

 

E em muitas outras pinturas daquelas antiqüíssimas grutas, os mesmos estranhos seres foram retratados, ao que parece exercendo atividades de caça ou domesticação de animais.

 

E ainda na Cordilheira de Tassili, este outro afresco pré-histórico, embora já bastante desgastado pela passagem dos milênios, torna-se extremamente revelador: são perfeitamente identificáveis o capacete; o traje espacial; o cinto. Note-se que o personagem além de usar luvas tinha apenas quatro dedos. À sua frente, a tradicional imagem de um OVNI!

 

Quatro dedos... Exatamente como neste estranho esqueleto de conformação humana, porém obviamente de origem NÃO TERRESTRE, encontrado em um sarcófago de pedra nos EUA. Como seria de se esperar, insólitas descobertas arqueológicas tais como essas são prontamente abafadas e jamais divulgadas. Reparem nos detalhes do formato craniano e dos estranhos anéis oculares ósseos - coisas que nunca existiram neste planeta!

 

Nas igualmente pré-históricas grutas de Val Camonica, Itália, os artistas ditos "primitivos" também nos legaram as impressionantes imagens de seres que da mesma forma usavam roupas e capacetes - Note-se a espantosa noção de perspectiva dada pelo antigo artista, sugerindo que eles voavam!

 

Em Vladimir, antiga URSS, este estranho esqueleto foi encontrado. Era de um ser alto, tipo humano não-identificado e ágil, segundo a sua ossatura - o que não corresponde aos padrões conhecidos há 35 mil anos recuados no nosso remoto pasado. E ainda por cima podemos ver na foto os vestígios.... das roupas que usava!!!

 

O enigmático Tridente dos Andes, situado na Baía de Pisco, Peru. Um gigantesco monumento confeccionado ao que parece para servir de marco sinalizador para máquinas voadoras na antigüidade. Ele aponta diretamente para o Planalto de Nazca, onde se situam os mais insólitos desenhos de toda a Terra, igualmente gigantescos e feitos exclusivamente para serem visualizados e plenamente entendidos.... unicamente DO ALTO! E quem exatamente possuía máquinas voadoras naqueles tempos tão recuados?

 

As enigmáticas pirâmides, espalhadas por toda a superfície da Terra, em pontos-chave de conjunção de forças cósmicas e telúricas, não podem ter sido obras do mero acaso. Do Egito até as Américas do Sul e Central elas denotam a utilização de uma tecnologia extemporânea e fantástica - inexistente há tantos milhares de anos e, por conseguinte, fazendo supor uma orientação superior na sua construção. Elas envolvem avançados conhecimentos matemáticos, astronômicos e arquitetônicos impossíveis de existir naqueles tempos. Aliás, as antigas lendas e tradições dizem mesmo que elas foram obras dos "deuses".....

 

Por oportuno, VOCÊ, prezado visitante deste site, acredita mesmo NISSO? Recentes evidências encontradas nos campos da Arqueologia e da Antropologia, põem por terra definitivamente a chamada "Teoria da Evolução". Está provado que os chamados "homens primitivos" não eram tão idiotizados e animalescos como querem nos fazer crer. Muito pelo contrário, eram muito bem organizados socialmente; jamais foram meio-macacos e até eram seres fisicamente muito bem proporcionados. Ocorre que, de fato, falta o chamado "Elo Perdido", a criatura intermediária entre eles e o atual Homo Sapiens. O homem dito primitivo evoluiu de maneira rápida, espantosa e sem qualquer explicação lógica. Uma misteriosa evolução aos saltos que jamais poderia ter sido obra de uma processo natural. Sugerindo de pronto que teria havido uma miscigenação com uma raça superior vinda de fora ou, ainda, uma evolução propositadamente efetuada por..... Intermédio de manipulação genética!

 

CLIQUE NO BOTÃO "VOLTAR" DO SEU NAVEGADOR

PARA RETORNAR À PÁGINA ANTERIOR

OU CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO PARA CONTINUAR

 

 

Alienz