Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

O TESTAMENTO DE UMA CIVILIZAÇÃO DESCONHECIDA

"Se se admite que a Civilização Egípcia continua, a nossos olhos, a ser aureolada por um fugitivo mistério, apesar do avanço da Egiptologia, será necessário procurar as suas chaves numa ciência cujos princípios iniciais foram diferentes dos das nossas. Todas as tentativas de reduzir a ciência misteriosa dos faraós às dimensões da nossa astrofísica - para explicar, por exemplo, as pirâmides - ou às de uma eletroquímica - para ter lógica a maldição de Tutankhamon - terminaram em malogro"

(Jean-Louis Bernard - As Origens do Egipto)

 

Marte é, sem qualquer sombra de dúvida, o mais intrigante de todos os planetas do nosso Sistema solar. As espantosas fotos tomadas desde muito tempo por sobre a sua árida e desolada superfície avermelhada nos dão conta de que há muito tempo atrás, talvez milhares ou quem sabe milhões de anos, ali existira um planeta fértil - assim como a nossa Terra dotado de mares, rios, florestas e.... Uma civilização inteligente! Muito embora tentem "tapar o sol com uma peneira", pois na verdade muitos cientistas se recusam a admitir tantas e tão gritantes evidências, as fotos não deixam ninguém em sã consciência mentir. E a partir do momento em que nossas sondas tocam o seu solo para melhor explorá-lo, algumas coisas bem bizarras são freqüentemente captadas pelas suas sensíveis câmeras. Assim como, por exemplo, aquilo que se assemelha a um fóssil - o crânio de uma insólita criatura - e que você pode claramente ver na imagem acima.

 

Porém, as imagens tomadas desde a órbita marciana, tanto pela NASA quanto pela Agência Européia, são as mais impressionantes e reveladoras quanto a essa chocante evidência, ou seja, a existência de vida inteligente no passado de Marte. Há no solo desse planeta uma profusão dos mais incríveis monumentos que claramente são FACES VOLTADAS PARA O ESPAÇO SIDERAL. E a cada missão exploratória que vai àquele planeta muitas outras são descobertas.

 

É muito difícil, senão impossível, que essas coisas absolutamente insólitas e fantásticas possam ser atribuídas à erosão pura e simples , e, assim como geralmente é propalado, "graças à implacável ação dos ventos marcianos sobre as suas areias e montanhas".

 

Contudo, o mais impressionante nessas bizarras imagens é precisamente a espantosa semelhança com certas coisas misteriosas presentes aqui mesmo na nossa Terra! A foto NASA-JPL-MSSS E03-02550 na qual alguém se deu ao trabalho de ampliar um insólito detalhe que é denominado Sand Castle ou "Castelo de Areia", é na verdade um "castelo de areia" muito maroto, que irá nos colocar diante de uma outra face bem familiar.....

 

..... Uma face familiar, bastante idêntica àquelas centenas de outras que iremos encontrar na distante Ilha de Páscoa, perdida na vastidão do Oceano Pacífico! Até hoje não se sabe o que significam os enigmáticos Moais que se espalham às centenas por toda aquela ilha, muito menos o que significariam os (mais enigmáticos ainda) monumentos, postados no solo do distante planeta Marte! Portanto, acredite, não há mesmo quaisquer coincidências nisso.

 

A pergunta que muitos fazem é: - Porque somente a NASA não "vê" essas figuras e não as identifica nas fotos? A resposta é muito simples: - ELES VÊEM SIM, SABEM QUE EXISTEM TAIS MONUMENTOS EM MARTE, E NOTADAMENTE QUE SÃO OBRAS DE SERES INTELIGENTES - porém, muito "inocentemente" as fotografam, assim como quem não quer nada, e apenas silenciam. É a velha, milenar e muito marota "técnica Pôncio Pilatos". Em outras palavras, - "os cientistas dizem que somente a Terra e habitada no nosso Sistema, e talvez em todo o Universo, portanto isso não poderia existir. Assim, como não posso entender ou sequer explicar, apenas silencio, lavo as minhas mãos e deixo quem quiser especular".

 

Veja agora essa foto espectrográfica da superfície marciana, onde alguns rostos "aliens" se fazem bastante nítidos! Que tipo de "erosão" teria sido mesmo essa?

 

De fato, Marte dá mesmo margem a muitas especulações - todas elas, de acordo com as gritantes evidências, dotadas da mais alta relevância. Outra foto espectrográfica mostrando na sua ampliação os restos de algumas colossais edificações!

 

Aqui, uma outra foto muito "inocente", mostrando uma cratera. Uma cratera, porém, REPLETA DE MISTERIOSAS INSCRIÇÕES na sua borda e também, logo abaixo delas, a imagem de uma criatura alienígena!

 

Comprove na respectiva ampliação. E diante disso, você concordaria com a tese da "erosão", tão cara a muitos cientistas?

 

Pois é! Além disso, temos as curiosas fotos marcianas "desfocadas" nas quais não se pode distinguir com exatidão o quê de fato nos mostram. Mas, não tem problema. Somos teimosos. Mesmo "desfocadas" elas nos interessam, uma vez que podemos nelas distinguir coisas bem interessantes. Essa daí de cima, por exemplo, não nos lembraria algo?......

 

Claro que sim! Nada menos que uma esfinge, de certa forma bem semelhante àquela de Gizé, no Egito!

 

E como já é sobejamente conhecido, além dos rostos, há uma profusão de enormes estruturas piramidais em Marte!

 

Aliás, os hieróglifos egípcios que significam o nome SIRIUS, uma constelação, terminam com o sinal determinativo de uma PIRÂMIDE. Mera coincidência?

 

NÃO, NÃO MESMO! Os egípcios não eram tolos ou primitivos como muitos possam pensar. Bem ao contrário, tudo aquilo que transmitiam à posteridade era dotado de pleno conhecimento de causa. Em outras palavras, as pirâmides, tal como indicam os seus hieróglifos, são mesmo uma HERANÇA DO CÉU!

 

E assim como já vimos em muitas páginas anteriores desse Site, continuamos a insistir que é precisamente no Antigo Egito que encontraremos a maior prova daquilo que podemos chamar "Conexão Marte-Terra". Observe bem essa foto, também tomada sobre o planeta Marte. Consegue ver algo muito estranho?

 

Isso mesmo! Bastante estranho mesmo, não? Um "rosto" um tanto ou quanto familiar tendo, logo à direita, os restos de diversas pirâmides......

 

..... Um tanto ou quanto familiar porque é exatamente o rosto de um CHACAL, aquele que mais tarde seria reverenciado no Antigo Egito como ANÚBIS - o "Senhor das Colinas do Oeste" e o "Guardião dos Mortos"!

 

Veja que coisa mais sutil: os hieróglifos egípcios acima significam HERU TESHER, ou HÓRUS VERMELHO - o nome e o título do deus com cabeça de falcão. O determinativo da estrela torna-se muito significativo nesse particular, POIS.....

 

.... Não que Marte seja uma estrela, mas precisamente porque se situa, segundo os egípcios, no Oceano Celeste. Porém, será preciso que lhe mostremos agora mais essa " inocente" foto marciana, oficialmente clasificada como uma "cratera". E que "cratera" mais bizarra é mesmo essa! Aí temos a nítida e indiscutível cabeça do FALCÃO - o distante porém muito revelador..... HÓRUS VERMELHO!

 

Hórus, o deus-falcão do Antigo Egito - assim como todos os demais deuses do Panteão Egípcio uma primorosa alegoria - uma autêntica "metáfora" para velar verdades históricas somente ao alcance dos Altos Iniciados e daqueles poucos que conseguem ver e entender através dos tempos. Geralmente, o notável povo egípcio do passado é criticado pelos livros e pelos sábios, sendo classificado como "tolo" pelo fato de ter adorado uma multiplicidade de deuses, alguns deles "meio-animais". A verdade, porém, sabemos, não é bem essa!

 

Segundo antigos historiadores, como por exemplo Eusébio de Cesaréia, o Egito foi primeiramente governado pelo chamados Semideuses, ou ainda os Reis Divinos, durante 13.900 anos, sendo que o primeiro faraó HUMANO (que teria sido Menes, ou Narmer) somente reinou a partir do ano 3000 Antes de Cristo. Por outro lado, a Tradição Oculta nos fala sobre os Semsu-Heru, ou "Os seguidores de Hórus" - o "Rei do Céu". Pelo que consta, os tais Semsu- Heru gozavam de uma força psíquica muito superior à dos homens e também de uma longevidade extraordinária e teriam sido OS VERDADEIROS FUNDADORES DO EGITO. Por outro lado, o falcão Hórus também, e não sem uma certa razão, simbolizava no Antigo Egito "A RESIDÊNCIA DOS DEUSES"!

 

Na imagem acima, vemos a Lâmina V do Tarot - uma outra herança velada, elaborada pelos Antigos Mestres e vinda diretamente do Antigo Egito. Note-se que o Hierofante é reverenciado pelo povo egípcio. Uma verdade histórica! O Tarot Egípcio, diga-se de passagem, não é um "jogo" e as suas sagradas Lâminas (e não "cartas") da mesma forma não são um "baralho" assim como muitos vulgarmente o classificam. Ele foi uma criação dos Antigos Mestres - dos últimos e dos mais Altos Iniciados - de modo a transmitir para a posteridade (e somente para aqueles que tivessem o devido merecimento) toda a grande sabedoria perdida do passado.

 

Segundo as proféticas palavras de um desses Mestres, conhecido como o deus TOTH e mais tarde reverenciado pelos gregos como Hermes Trimegistus ("O Três Vezes Grande"), - "O Egito é o ESPELHO DO CÉU, o lugar em que se transferem e projetam cá em baixo todas as operações que dirigem as forças celestes. No entanto, virá um tempo em que parecerá que os egípcios honraram em vão a seus deuses, na piedade do seu coração. Toda a sua santa adoração será privada do seu culto. Os deuses ABANDONANDO A TERRA, VOLVER-SE-ÃO PARA O CÉU, abandonarão o Egito; este país que foi em outros tempos o domicílio das liturgias santas, viúvo agora dos seus deuses, não gozará mais da sua presença. Então, esta terra santíssima, PÁTRIA DO SANTUÁRIO DOS TEMPOS, permanecerá totalmente coberta de sepulcros e mortos. Oh! Egito, Egito! De teus cultos restarão apenas mitos e nem sequer teus filhos, mais tarde, crerão neles, nada sobreviverá a não ser as palavras gravadas sobre as pedras".

 

Sim, o Egito é, de fato, O ESPELHO DO CÉU. Mas terá sido somente o Egito que foi um reflexo do céu? Uma vez que, diante de tantas e tantas "coincidências" e das mais espantosas "identidades", já começamos a ver com outros olhos e entender a possível origem dos estranhos monumentos montanhosos que se espalham por todo o nosso planeta, os quais representam um dos maiores enigmas da humanidade. Não se sabe QUANDO foram elaborados na rocha bruta; QUE tecnologia espantosa possibilitou isso, e tampouco QUEM verdadeiramente os construiu, ou moldou. O fato é que tais monumentos não foram meramente aleatórios e, tal como ocorreu em Marte, tiveram realmente um grande propósito - um propósito ainda hoje fora da nossa limitada compreensão! Nas fotos acima, você vê um estranho rosto moldado no topo de uma alta montanha, situada em Phoenix, Arizona - EUA.

 

Massachusetts, também EUA, precisamente na Floresta Estadual de Foxboro, onde existem nada menos do que outros 27 bizarros monumentos rochosos além deste daí de cima, o qual nitidamente retrata a face de uma insólita criatura. Quem exatamente teria deixado essa estranha herança pétrea? (FOTO: © Chuck Drayton)

 

Como também na Inglaterra, dentre os misteriosos monolitos de Avebury sobressaem algumas outras curiosas faces.

 

Cléder, França. Aqui temos uma bastante exótica e milenar escultura, lembrando um falcão - ou, quem sabe, uma antiga astronave? (FOTO: © Rudolf Mittelmann)

 

Agora, estamos aqui mesmo no Brasil, precisamente em Analândia, Estado de São Paulo! E não há nada o que contestar diante daquilo que nos mostra essa imagem: trata-se realmente um outro gigantesco rosto esculpido na rocha bruta!

 

Botucatu, Estado de São Paulo, Brasil. As famosas montanhas denominadas "As Três Pedras". Uma atração turística assim como tantas outras, onde os visitantes conseguem "enxergar a formiga e não ver o elefante". Aqui nota-se que as três montanhas foram esculpidas e que igualmente podemos visualizar três enormes e curiosos rostos, dois deles à direita e outro na extremidade esquerda.

 

E nada melhor do que o negativo para que melhor possamos visualizar, não é mesmo? E será que você notou o sutilíssimo ponto discóide que o fotógrafo consegui captar na cena? Pois é! Como sempre acontece, as Três Pedras de Botucatu não fogem à regra: nesses misteriosos monumentos originários de um passado remoto e esquecido, os UFOs tornam-se os mais notórios e assíduos visitantes. Temos tudo isso diante de nós mas parece que somente os seus enigmáticos tripulantes parecem enxergar o óbvio!

 

Macaé, município litorâneo do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Ao longe se avista a imponente figura rochosa de uma espécie de pássaro, que a população local convencionou chamar de "A Pedra do Pombo", ou ainda "Peito do Pombo", a qual, dadas as suas insólitas características, logo se transformou em um ponto de atração turística.....

 

...... Porém, os turistas que fazem aquela longa escalada talvez sequer atentem para sua estranha arquitetura, nitidamente artificial e trabalhada em épocas muito remotas pelas mãos (ou ferramentas?) de uma raça muito evoluída que habitou (ou chegou) ao que hoje é o nosso enigmático território brasileiro!

 

E por falar nisso, veja essa outra magistral fotografia que captou um UFO que em 1996 sobrevoava sem a menor cerimônia a bela Praia de Piratininga, região oceânica de Niterói, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. O objeto discóide, muito luminoso, pode ser visto na parte superior direita da imagem.

 

O UFO, por sinal, parece que tinha uma razão muito especial para sobrevoar aquela área. Sim, pois como sempre acontece lá também existe a "formiga" que todo mundo enxerga..... Mas também há o "elefante" que ninguém vê! Observe bem as montanhas situadas na parte esquerda da foto anterior - mostradas acima em destaque e também no negativo. O rosto da esquerda é simplesmente chocante, parece um faraó egípcio usando até mesmo um toucado e a sua barba ritual! E isso diariamente às vistas de centenas de pessoas que usufruem das belas praias, porém muito lamentavelmente não conseguem enxergar os sutilíssimos detalhes presentes nessas muito curiosas montanhas! Há, de fato, mensagens muito antigas, ecos de um passado misterioso e simultanemente grandioso, tudo isso bem diante dos nossos olhos e não nos damos conta, ao contrário daqueles que, tal como um dia o fez o omisso governador romano de Jerusalém, sabem, porém muito covarde e comodamente lavam as suas mãos ou fingem ignorar. Contudo, o Testamento de uma Civilização Desconhecida abre lentamente as suas empoeiradas páginas, legando aos seus poucos herdeiros a inestimável herança que abrirá as portas de um passado remoto e esquecido - um passado esquecido e muito remoto em que os deuses vindos de muito longe tocaram o solo deste nosso terceiro planeta orbitando ao redor do Sol.

 

 

Próxima Página

Página Anterior

Egypt