Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

FORÇANDO AS PORTAS DOS SÉSAMOS!

"O desaparecimento instantâneo dos misteriosos engenhos poderia ocorrer numa dimensão que os matemáticos nos provam, mas que a imperfeição de nossos sentidos nos dissimula. Os fenômenos magnéticos percebidos poderiam ser as "correntes de ar" resultantes da abertura de uma porta sobre este "além", sem dúvida muito próximo no qual as tripulações dos Discos-Voadores integram e desintegram seus veículos misteriosos. Campos de força desempenhariam o papel de "Sésamos" do Contínuo Espaço-Tempo"

(Guy Tarade - Soucoupes Volantes et Civisations D'Outre-Espace)

 

O misterioso rosto de Cydonia, no avermelhado solo do planeta Marte, é sem dúvida um dos mais intrigantes mistérios do espaço sideral. E de acordo com a concepção artística acima, assim deve ter sido há muitos milênios o real formato daquela colossal estrutura - obviamente uma obra de seres inteligentes!

 

Porém, ela não está sozinha. Conforme já vimos em muitas páginas anteriores, a perdida civilização marciana que elaborou esses monumentos os espalhou por todo o solo daquele planeta. E agora mais um deles foi descoberto! Na foto acima, você o vê em meio à desolada paisagem de uma região denominada Valles Marineris.

 

Porém, outros deles têm sido descobertos, sempre "perdidos" em meio às fotos tomadas pelos módulos de exploração. Veja, por exemplo, aquilo que a foto acima nos mostra! Como sempre convenientemente desfocadas, essas imagens apesar de tudo são mesmo muito expressivas e sobretudo inquestionáveis.

 

E para que não haja quaisquer dúvidas, reveja então este outro colossal monumento em maior aproximação.

 

Há, de fato, uma inegável identidade entre Marte e algumas outras "curiosidades" presentes aqui na nossa Terra. A montanha que você vê na foto chama-se Morro Azul e está situada no Estado do Espírito Santo, Brasil. Consegue ver algo bem interessante nela?

 

Isso mesmo, acertou em cheio! Um colossal rosto usando um toucado se faz presente a meio caminho do topo!

 

E na base daquela mesma montanha, temos um outra curiosa escultura que lembra em muito um estranho réptil tentando nela subir! Mero acaso? NÃO!.....

 

...... Porque ainda tem mais! Veja, por exemplo, o Morro Azul por este outro ângulo. O mesmo perfil de um bizarro personagem usando um toucado.

 

E por toda a Terra, mais ainda no Antigo Egito, sempre o mesmo tipo de toucado abundantemente usado nos bizarros monumentos de Marte! Trata-se de algo que também não pode se tratar de mera coincidência. Há, inegavelmente, uma identidade, um elo comum a tudo isso. O mais impressionante de tudo, porém, é que ninguém consegue enxergar ou então, muito comodamente, alguns simplesmente se recusam a fazê-lo!

 

Além disso, como mais uma prova desse elo comum e dessa identidade, o nosso pequeno planeta é quase que literalmente recoberto por uma profusão de misteriosos rostos, espalhados por quase todas as altas montanhas dos mais diversos países. Vamos agora ao território dos EUA. Observe a foto acima.....

 

..... E agora veja esta outra estranha escultura, retratando uma criatura que decididamente não faz parte da espécie humana!

 

E veja também esta outra. Perfeição maior do que essa? Impossível.

 

Este outro rosto, então, dispensa certamente maiores comentários.

 

E que tal este outro? O cúmulo da hipocrisia é que ainda dizem se tratar de "rostos indígenas". Mas QUE tipo de "índios" teria mesmo feito isso?

 

E também no misterioso Grande Canyon, Arizona, onde - lembremos - foi encontrado (e devidamente abafado) um gigantesco complexo de câmaras e túneis, simetricamente escavados por sob toda a sua região montanhosa, e ainda por cima repleto de múmias estranhas, inscrições, multicoloridos murais e outros vestígios de uma avançada civilização PROTO-EGÍPCIA, existe também a colossal figura de um rosto voltado para o céu! A imagem acima fala por si. (FOTO: © Robert Cooper)

 

Examine os seus espantosos detalhes devidamente ampliados. Bem ao "Estilo Marte", não?

 

Abençoados sejam aqueles que têm os olhos para ver! E agora você deseja conhecer algo muito, MUITO interessante mesmo, através dessa gentil colaboração e descoberta do nosso estimado visitante Marcos Silva? Então, VEJA essa foto (© Google - Imagery © DigitalGlobe) tomada por satélite sobre o Oceano Atlântico, entrada da Baía de Guanabara, precisamente no litoral da Cidade do Rio de Janeiro, - a intrigante cidade brasileira repleta de montanhas (e também de cadeias inteiras de montanhas!) misteriosamente esculpidas.....

 

...... Qualquer semelhança com os "Moais", as intrigantes estátuas da distante Ilha de Páscoa, por sua vez situada do outro lado do mundo e em um outro oceano, o Pacífico, terá sido mera coincidência? NÃO, MIL VEZES NÃO! Isso foi feito - não se sabe COMO, quando, nem por quem - tal como ocorrera em Marte, justamente para ser visto desde o espaço sideral.... Assim como hoje o fazem os nossos satélites e os nossos mais sofisticados módulos exploratórios!

 

E não faltou nem mesmo o típico ornato de cabeça dos "Moais" nessa outra intrigante e além de tudo espantosamente colossal escultura! Na imagem acima podemos notar que se porventura não for isso (ou seja, uma imensa analogia com os igualmente intrigantes "Moais"), a intenção foi mostrar ao espaço sideral as formas de uma estranha criatura - ou quem sabe um desconhecido animal. Note as patas e o formato do seu corpo que se estende por grande parte da cadeia montanhosa. Simplesmente chocante!

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA VER MAIS FOTOS

Próxima Página

Página Anterior

Meso-3