Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

UM TURISMO INSÓLITO

"Eu sou tua filha. Chego para proteger-te; obedecendo ordens de Ra e de Ptah, torno inexpugnável a tua morada"

(Do Livro dos Mortos do Antigo Egito, Cap. CLI)

 

Sim, a terra é a filha dileta do céu e ela guarda ciosamente os seus segredos! Uma base alienígena no interior da Pedra da Gávea, misterioso monumento arqueológico da Cidade do Rio de Janeiro? Recebemos de um dos nossos estimados visitantes o estranho (e além de tudo espantoso) mapa mostrado acima, no qual supostamente estaria definido e bem demarcado um enorme complexo subterrâneo sob a montanha da Gávea - uma altitude de 847 metros, tendo no seu topo misteriosas inscrições, além de um colossal rosto de granito! Não se sabe exatamente de veio isso, apesar de na extremidade superior esquerda desse bizarro documento estar aposto o nome da NASA. De qualquer forma, sabe-se mesmo que as mais antigas lendas e tradições dizem que a Pedra da Gávea seria, de fato, oca. Além do mais, fenômenos bastante curiosos acontecem por lá, tais como distorções magnéticas, panes em aeronaves que as sobrevoam, campos de forças bastante estranhos que de vez em quando a envolvem - além dos inúmeros "acidentes" sempre com vítimas fatais e os bizarros desaparecimentos dos exploradores e alpinistas mais ousados que insistem em descobrir seus segredos. Sem esquecer, é claro, da notável insistência dos UFOs em se manifestarem na suas proximidades!

 

Inúmeros alpinistas que pernoitaram lá por cima já testemunharam estranhas aparições de criaturas "muito brilhantes", as quais denominam "guardiães". Por outro lado, certas estranhas "barreiras de nuvens" (se é que são mesmo "nuvens") costumam encobrir o topo da montanha e notadamente o seu intrigante rosto de pedra, impedindo assim o acesso dos excursionistas. Eles, por sinal, dizem que já tiveram oportunidade de escutar estranho sons advindos do interior da montanha. Tudo é mesmo possível! Os nossos longos anos das mais variadas experiências no campo do Realismo Fantástico nos ensinaram, por vezes a duras penas, que JAMAIS devemos duvidar de coisa alguma neste mundo. Assim é. E todos os caminhos nos levam a uma espantosa constatação: o subsolo do nosso pequeno planeta encerra mesmo uma profusão dos mais intrigantes mistérios.

 

Venha, agora, conosco, realizar um turismo insólito por áreas perigosamente tabus e rigorosamente proibidas. Uma delas irá neste momento particularmente nos interessar. O sóbrio "Ancient American Magazine", além de outras coisas bem interessantes, estampou na capa dessa antiga edição como sua manchete principal: "Burrow's Cave a Descoberta do Século". Claro que na época foi grande a repercussão, mas como sempre, logo trataram de abafar o caso e tudo muito convenientemente caiu no esquecimento. Não se trata de algo que deva ser criminosamente mantido em sigilo. Por isso, em 1993 uma revista holandesa tentou reabrir o caso, porém, devido a circunstâncias definidas como "fora de controle" essa edição jamais foi publicada. Algumas fotos, contudo, vazaram para fora do rígido controle da vergonhosa "central de contraverdades" que teima em manter as suas intocáveis e sacrossantas "verdades", encobrindo assim a VERDADEIRA, AUTÊNTICA e muito surpreendente História oculta da nossa Terra. Vamos ver, então, o que continha a tal caverna?

 

Burrow's Cave se situa bem ao fundo dessa depressão rochosa. "Burrow" no idioma inglês significa "toca", porém este nome se deveu ao fato de casualmente este sensacional vestígio arqueológico ter sido descoberto por um cidadão que tinha tal sobrenome. Seu nome era Russell Burrows e foi exatamente em 1982 que ele a descobriu - exatamnte no Estado norte-americano de Illinois, em um local situado ao longo de um braço do rio Little Wabash.

 

Em uma entrada cuidadosamente selada por enormes e pesados blocos rochosos há quem sabe milhares, ou talvez milhões de anos, repousavam os fantásticos restos de uma desconhecida civilização - todos mantidos em uma espécie de câmara secreta!

 

O que possibilitou tal descoberta foi uma súbita movimentação de terra que deixou à mostra esse curioso rosto em pedra, dotado de alguns misteriosos sinais e uns poucos caracteres alfabéticos.

 

Já no interior da caverna, um outro enorme rosto - possivelmente os velhos resto de uma colossal estátua - se fazia presente.

 

Alguns espantosos relevos gravados nas paredes rochosas começavam, então, a surgir.

 

Estranhos mapas igualmente foram encontrados.

 

E, também, alguns blocos rochosos espalhados pelo seu interior mostravam as efígies de misteriosos personagens.

 

O mistério transpirava por todos os lados da câmara de Burrow's Cave. Além das efígies, havia rochas contendo inúmeros caracteres, elaboradas em um tipo de alfabeto muito antigo e inteiramente desconhecido!

 

Não só caracteres alfabéticos desconhecidos, como também um estranho simbolismo! Observe a parte superior da imagem e, sobretudo, preste atenção no "cartucho", situado do lado esquerdo do rosto do personagem retratado nesse bloco rochoso. Certamente um nome real, gravado em hieróglifos arcaicos e DA MESMA FORMA que muito mais tarde seria utilizada no Antigo Egito para gravar os nomes dos seus soberanos!

 

SIM, tal como foi encontrado na Austrália a câmara secreta de Burrow's Cave está igualmente repleta de um estonteante simbolismo intimamente relacionado ao.... ANTIGO EGITO!

 

Aqui, um personagem usa roupas e atributos tipicamente "egípcios". Note-se a presença de colunatas e também dos desconhecidos hieróglifos ao seu lado. Isso, todavia, é apenas o princípio dessa nossa busca. Há, porém, muitas surpreendentes coisas mais.....

 

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA VER MAIS FOTOS

 

Próxima Página

Página Anterior

Lunar Bay