Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

"SECURITY RISK"

"Em 1966, Colman S. Vonkevizky foi inscrito na lista negra do Governo Federal Americano como "security risk" (risco para a segurança interna e externa do Estado) porque enquanto membro do Departamento de Informação Pública do secretariado das Nações Unidas apresentou, em fevereiro de 1966, ao Secretário Geral U thant e ao seu gabinete a primeira análise das operações de aparelhos espaciais galáticos, estabelecida em 14 anos de estudo dos OVNI. Seu memorando sugeria a supervisão oficial dessas análises, salientando a urgência de uma investigação internacional sobre essa atividade e exigia que se tomassem todas as medidas de segurança necessárias para proteger todas as nações. Sublinhava que as ordens existentes entre os militares, em vigor nos EUA e nas outras grandes potências em relação às forças galáticas penetrando no nosso meio aeroespacial, poderiam provocar um desastroso confronto em qualquer momento"

(Henry Durrant - Primeiras Investigações Sobre os Humanóides Extraterrestres)

 

Sim, há riscos de segurança - porém para toda a humanidade terrestre! E a constante presença dos tripulantes dos UFOs por aqui pode ser mesmo MUITO mais sutil do que se imagina. Para aqueles que não acreditam no estranho (e principalmente para muito além do seu tempo) desenvolvimento tecnológico da Alemanha nazista durante o período da Segunda Guerra Mundial (1939-1945) aqui está um evidência simplesmente indiscutível. Na foto da época, você vê operários trabalhando em uma instalação super-secreta do Terceiro Reich.....

 

E aqui está o resultado final daquelas atividades: uma bomba atômica nazista, a primeira que o mundo conheceu! E não restam quaisquer dúvidas: alguém entregou esse segredo a eles! Em síntese, e assim como todas as fantásticas evidências indicam, um maldito "presente de grego" dado por alguém que possivelmente desejava, exatamente por detrás dos bastidores, estimular a nossa própria destruição!

 

Tal sinistro artefato felizmente não chegou a ser usado contra os países aliados, do contrário o resultado da guerra poderia ter sido outro. Contudo, essa herança maldita veio a cair nas mãos dos EUA e da extinta URSS, para onde foram levados os cientistas alemães envolvidos nesse projeto - assim como também muitos outros, associados à produção de mísseis balísticos e ao desenvolvimento das viagens espaciais. É um fantasma que até hoje nos assola pairando sobre as nossas cabeças, uma vez que esse inusitado avanço tecnológico dotado de fundamentos alienígenas continua a ser cada vez mais aperfeiçoado e desenvolvido, podendo, um dia qualquer, causar a destruição do nosso planeta e o conseqüente fim da nossa civilização. Sabe-se - e isso inclusive revelado por alguns desses cientistas alemães - que tal tecnologia fora fornecida por entidades alienígenas que de algum modo se associaram à Alemanha nazista, transmitindo-lhe até o segredo da produção dos UFOs, ou Discos Voadores, os quais chegaram a ser efetivamente produzidos e realmente voaram!

 

E mais uma vez, tivemos aí o "dedo maldito" dos famigerados "greys", os alienígenas humanóides "cinzas", os quais, logo após o término daquele conflito mundial e segundo denúncias, teriam também feito um "acordo" com os EUA em troca do fornecimento (logicamente parcial) das suas tecnologias. Como devemos nos recordar, tal "acordo" permitiria que eles aqui se estabelecessem com as suas bases (no nosso subsolo e no fundo dos nosso oceanos), desde que lhes fosse concedido o direito de seqüestrar seres humanos para fins de "simples realização de estudos científicos", porém sob o compromisso de devolvê-los posteriormente. Só que com o tempo as cobaias de tais "estudos científicos" começavam a sumir do mapa. Logo, as mutilações de animais em larga escala começaram e chegou-se a uma horrível conclusão: os traidores alienígenas eram..... CANIBAIS - NECESSITAVAM DE NÓS E DOS NOSSO ANIMAIS PARA SE ALIMENTAREM!

 

E as nefastas experiências genéticas provaram que essas abomináveis criaturas estavam (como ainda estão!) igualmente realizando estranhos cruzamentos genéticos entre a sua espécie e a raça humana terrestre - obviamente, e na melhor das hipóteses, se adaptando ao nosso mundo e lentamente se tornando "humanos"! E tais denúncias - diga-se de passagem formuladas por ex-militares, cientistas e ex-agentes da Comunidade de Informações e Segurança dos EUA - revelam que os governos mundiais perderam o controle da situação, uma vez que se tornaram impotentes para confrontar e conter essas crescentes atividades, bem como uma potencial invasão alienígena que lentamente se processa! E - o que é pior de tudo - alguns cientistas e militares traidores teriam se passado para o lado dos aliens, estando atualmente operando em conjunto nas suas bases! Isso sem contar os remanescentes do nazismo que, logo após a "derrota" na Segunda Guerra Mundial, em 1945, se refugiaram com os seus mentores aliens (e os seus respectivos UFOs) na base secreta de Neu Schuwabenland, sob os gelos da Antártida. Parece coisa de ficção científica? Parece. Mas infelizmente não é!

 

E a coisa, ao que tudo indica, se agiganta, continua até os dias atuais! E o assunto é mesmo tão sério, mas tão sério, muito embora ciosamente escondido das indefesas populações pelas grandes potências mundiais, que até mesmo livros como o visto acima - cujo título é COMO SE DEFENDER DOS SEQÜESTROS ALIENÍGENAS - têm sido publicados.

 

O fato é que os estranhos e inexplicáveis desaparecimentos de navios, aviões e seres humanos que não podem de maneira alguma ser considerados como fatos isolados ou meros acidentes, já datam de longo tempo. E por vezes as vítimas são personalidades notórias, como, por exemplo, foi o caso do escritor Antoine de Saint-Exupéry, iluminado autor do best seller O PEQUENO PRÍNCIPE, que por sua vez era também um exímio piloto até desaparecer inexplicavelmente em pleno ar, juntamente com o seu avião, durante um vôo em missão militar para a Força Aérea Francesa em 1944.

 

A bela jovem que você vê na foto era Amelia Earhart, outro ás da aviação mundial, a primeira mulher a voar sozinha sobre o Atlântico dentre tantos outros feitos, que igualmente sumiu em pleno ar com a sua aeronave em 1937. Nessa ocasião, ela voava em direção à Ilha Howland, no Pacífico Central, quando um navio chamado Itasca recebeu a sua derradeira mensagem via rádio: - "Nublado e sem visibilidade..... não posso suportar!". Capturada por uma estranha nuvem.... Talvez uma das mesmas "nuvens" muito suspeitas que até hoje fazem as suas vítimas em certas regiões ditas amaldiçoadas do nosso planeta, como por exemplo no famigerado Triângulo das Bermudas! E tal como sempre acontece nessas ocasiões, também no distante ano de 1937 foram realizadas extensas operações de buscas sem que um mínimo vestígio sequer fosse encontrado, tanto da piloto quanto da sua aeronave!

 

E como o assunto é "alienígenas", aqui está uma moderna invenção da nossa (?) tecnologia bélica que mataria de inveja os aliens. Trata-se de um moderno sniper, um rifle de altíssima precisão destinado aos atiradores militares de elite, porém (e teoricamente) não direcionado a matar. Trata-se do ID SNIPER®! Projetado e produzido por uma indústria norte-americana, este potente rifle possui um injetor de longa distância, especificamente para disparar um quase invisível microchip no corpo humano. Sem teoricamente gerar qualquer dano, em uma fração de segundos o implante então se alojará no organismo, apenas causando na indefesa vítima a sensação de uma pequena picada - tal como aquela de um mosquito. Não se sabe qual a verdadeira finalidade de tais sub-reptícios implantes, porém dá para adivinhar que o tal microchip, uma evidente emulação das atividades alienígenas por aqui, tem o perigoso potencial de ser usado através de MIL E UMA maneiras possíveis. Senão, vejamos: logicamente, o tal chip vai ser lançado a uma grande distância e (sutil) claro que SEM o conhecimento do alvo. Em segundo lugar, essa arma poderia eventualmente lançar qualquer outra coisa bem letal ao invés de um simples microchip. E, para todos os efeitos, o mosquito leva a culpa....!

 

Novas e muito estranhas tecnologias.....! E se os aliens vissem isso aí de cima também se interessariam: tudo começou quando um condenado à morte nos EUA decidiu doar seu corpo à ciência. Ao mesmo tempo, um médico daquele país sempre foi fascinado por novas técnicas que pudessem ajudar a Medicina a melhor conhecer o complexo e maravilhoso organismo humano. Sem saber o que fazer com o cadáver do condenado, teoricamente apenas mais um corpo inerte para dissecar, teve então uma súbita idéia quando em uma lanchonete se maravilhou com a precisão de uma máquina de..... Fatiar frios. E é Isso mesmo que você está pensando! O tal médico reuniu a sua equipe e logo pôs mãos à obra: congelou o defunto para proporcionar a máxima rigidez possível e fez dele um autêntico sushi humano, literalmente fatiando-o da cabeça aos pés, fotografando, em 3D e digitalmente, cada uma das partes do corpo humano, em uma visão "de cima para baixo", fatia por fatia, milimetricamente! Apesar do inusitado e das características um tanto ou quanto macabras, o resultado lhe valeu um recorde no Guinness Book e também o fez o autor do mais completo, preciso e perfeito Atlas de Anatomia Humana que se conhece, colocado à disposição dos médicos de todo o planeta. A imagem acima nos mostra um corte efetuado na região compreendida entre os braços e a caixa torácica.

 

E por falar em aliens, e também sobre outras coisas fora dos padrões comumente estabelecidos, que tal olharmos agora para este curioso esqueleto de um bizarro animal - encontrado precisamente nas intrigantes ruínas de Menorca, nas Ilhas Baleares, cujas fotos já mostramos em uma página anterior? Essa coisa - que, na falta de um nome melhor e talvez mais apropriado, recebeu dos arqueólogos e cientistas o nome de "myotragusbalearicus" - segundo consta não pertence a qualquer espécie biológica conhecida neste planeta. De ONDE teria vindo, então?

 

Uma excelente pergunta que também se aplicaria com relação ao misterioso povo que habitou o Peru em tempos pré-históricos muito remotos, deixando gravadas as misteriosas Pedras de Ica, e também algumas bizarras esculturas - tal como essa aí da foto. Nela, vemos um dos componentes daquela misteriosa raça, montando um grande animal pré-histórico domesticado. Vale lembrar que tais animais estão extintos há cerca de 65 milhões de anos e, portanto, eles foram contemporâneos! Não é mesmo surpreendente?

 

Claro que sim! Uma civilização que, conforme já visto em muitas das nossas páginas anteriores, era espantosamente muito versada em Medicina e Astronomia. Nesta, apenas uma dentre as milhares pedras gravadas de Ica, vemos um cena que sugere uma base de lançamento de balões meteorológicos (negativo à direita para melhor visualização)!

 

E que tal nos deslocarmos agora de Ica, Peru (América do Sul), para a França (Europa) - ou seja, em um outro continente e separado por um oceano inteiro - para visitarmos algumas curiosidades da chamada "Floresta de Pedra de Fontainebleau"? Repare bem no "rosto" mostrado nas ruínas dessa milenar estátua.

 

Chocante, de fato! Como também não menos surpreendentes são as demais, grandes e intrigantes esculturas rochosas situadas nessa chamada "Floresta de Pedra de Fontainebleau", onde bizarros personagens pétreos, aliás alguns deles muito semelhantes aos das figuras de Ica, assim como também curiosos animais, estão retratados desde tempos imemoriais por todas as partes! Tudo isso nos leva a uma forçosa e muito nítida conclusão: ao contrário do que julgamos e somos forçados a aprender, não fomos os primeiros. E talvez AINDA HOJE não sejamos os verdadeiros donos deste planeta. (FOTO: © Labyrinthina.com)

 

Próxima Página

Página Anterior

DOOM2 theme