Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

DEUSES REFLETIDOS

"O et cetera é interminavelmente grande. Doutores têm a ciência para lavrar seu caminho. Nossa impressão pessoal, aqui e agora, é que seria muita coincidência que as coincidências não passassem disso, de simples coincidências"

(Andreas Faber Kaiser - Em Busca dos Extraterrestres)

 

Que os UFOs já tinham sido retratados nas cavernas pelos artistas da chamada Pré-história, isso já estamos cansados de saber. Porém, Teriam sido também retratados pelos antigos egípcios nos seus belos e complexos murais hieroglíficos? CLARO QUE SIM - só que escondem isso de nós. Veja, por exemplo, este painel aí da foto: bem na sua região central nada menos que DOIS deles!......

 

....... Aqui devidamente ampliados para sua melhor visualização. Nada mais explícito do que isso! E, vale ressaltar, são bizarros "hieróglifos" que evidentemente não constam dos tradicionais dicionários de Egiptologia - em outras palavras, SÃO MESMO UFOS! E ainda por cima, o que inferimos dessa antiqüíssima imagem torna-se bastante claro: uma estrela logo abaixo deles, obviamente denotando a sua procedência; e a seta, ao lado, que representa um movimento de ascensão. Ou seja, a partida dos visitantes e das suas naves alienígenas do Antigo Egito - ou, quem sabe, como chegaram até lá!

 

Deseja ver mais alguns UFOs? Pois então repare bem na foto acima, em baixo e na parte direita: mais dois deles! Algo mais evidente e também mais claro do que isso, impossível.

 

O que, para nós, não é novidade alguma, haja vista que o famoso Portal de Abbydos (foto) nos prova de maneira indiscutível que o Antigo Egito foi mesmo sobrevoado por estranhas e extemporâneas máquinas voadoras. Algumas delas até bem parecidas com os nossos modernos aviões e helicópteros, e cujas imagens aproximadas, aliás, já mostramos neste Site.......

 

...... Mas que nunca será demasiado revermos. Como se explicaria isso?

 

Velhas espaçonaves, algumas delas que certamente há muitos milênio cruzavam o espaço sideral e chegavam à nossa Terra? Um dos nosso estimados visitantes nos remeteu a foto acima, precisamente Valle Marineris, em Marte, na qual ele atentamente detectou muitas "curiosidades" - da esquerda para direita: os restos de uma espaçonave muito parecida com um dos nosso modernos aviões, e até muito semelhante àquela postada no painel egípcio de Abbydos; a seguir, possivelmente os destroços de um veículo; depois, um estranho símbolo tendo logo adiante algo que parece uma antena, ou torre; e, bem na extremidade direita, outra "aeronave"! Há, de fato, muitos pontos em comum entre o Antigo Egito e a antiga civilização marciana.

 

Uma civilização que foi altamente tecnológica, cujos vestígios acham-se espalhados por todos os quadrantes do chamado Planeta Vermelho. Na foto acima, os inegáveis restos de um véiculo, ou máquina, no solo marciano!

 

E um filme da NASA nos mostra, através da técnica tridimensional de rotação, as imagens de uma cratera marciana aparentemente sem qualquer coisa digna de nota.....

 

..... A imagem continua girando......

 

..... E vejam só que montanha mais sutil é mesmo essa! Uma simples ilusão de ótica? NUNCA! E além disso não é mesmo muito notável que eles se esforcem tanto para pesquisar de maneira tão profunda e tão sofisticadamente uma "simples cratera"?

 

Além disso, voltando-se ao Egito, certos outros bizarros "hieróglifos egípcios não-identificados" de maneira clara nos mostram alguns rostos que decididamente não são deste planeta! Veja, por exemplo, o que está na parte superior deste painel, e o outro, logo abaixo, que por sinal também é bastante estranho.

 

Outros, por sua vez, são até bastante explícitos, retratando criaturas insólitas (obviamente alienígenas) porém de corpo inteiro. As setas na foto acima apontam dois detalhes bem reveladores: o longo pescoço, bem como o inusitado formato do crânio da bizarra criatura retratada pelo antigo artista!....

 

...... Por sinal, a mesma tipologia étnica que vemos nos murais retratando o Faraó Akhenaton (XVIII Dinastia) e a sua família - exemplos claríssimos que uma estranha raça (logicamente de origem alienígena) ocupou por durante muito tempo o trono do Egito! E nesse particular, poderíamos encarar a adoração ao Disco, do qual partem os raios sob a forma de mãos, como um UFO...... E, por extensão, a reverência prestada a uma afiliação ALIENÍGENA.

 

Não só uma afiliação, como também, ousaríamos dizer, UMA DESCENDÊNCIA DIRETA......

 

..... E temos um exemplo ainda mais claro disso quando efetuamos a comparação dessas antigas imagens egípcias com o crânio gravemente ferido, e também o pescoço, dessa criatura alienígena cujo cadáver foi modernamente resgatado a partir de uma acidente com UFO (foto acima, e também a anterior). Note-se que NÃO É pertencente ao clássico tipo gray, ou "cinza" - a raça que mais assola o nosso mundo mas, sim, com aquilo que insistentemente vemos nos murais egípcios e até mesmo quando certas múmias são liberadas das suas milenares bandagens! Observe-se, por exemplo, a própria imagem ao fundo desta página para vermos dois espécimes dessa mesma tipologia.

 

Sim, há notáveis convergências nisso tudo. Na foto, escrita alienígena resgatada no UFO acidentado de Roswell, Novo México, 1947. Devido a algumas notáveis semelhanças, é muito provável, pois, que os antigos hieróglifos egípcios (considerados a escrita mais perfeita e evoluída de toda a antigüidade) tenham se derivado..... De um alfabeto alienígena!

 

Como de fato, certas coisas bastante estranhas têm sido encontradas nos mais diversos sítios arqueológicos de todo o mundo. Nessa foto vemos dois bizarros crânios localizados em Paracas, Peru - bem próximo dos misteriosos sinais voltados para o espaço no Planalto de Nazca. O da esquerda não pertence a qualquer tipo terrestre conhecido. Já o da direita, lembra de certa forma o tipo humano, apesar do tamanho também exageradamente alongado. Porém, o que nele chama a atenção é o curioso rombo aberto na sua região superior - certamente causado por uma poderosa arma, obviamente desconhecida naqueles velhos tempos.

 

Assim sendo, certos achados arqueológicos que frontalmente contrariam os padrões estabelecidos, jamais chegam ao conhecimento do grande público. O que vemos nessa foto é algo simplesmente impressionante: uma milenar sepultura coletiva, abrigando os restos de inúmeras criaturas classificadas como "hominídeas". Não se sabe exatamente o local onde foi efetuada essa sensacional descoberta......

 

..... Contudo, veja nesta ampliação um daqueles inusitados crânios, quase na parte superior da foto. Que tal?

 

E por falar nisso, muito recentemente (outubro de 2004) cientistas da Austrália e da Indonésia descobriram os restos de curiosas criaturas que viveram há cerca de 18 mil anos, as quais denominaram "Homo floresiensis" pelo fato de os seus bizarros esqueletos terem sido encontrados na Ilha de Flores, na Indonésia - precisamente em um abrigo rochoso denominado Liang Bua. Os autores da descoberta, porém, gostam de chamá-los de "hobbits", uma alusão ao pequenino povo pertencente a alguns dos heróis da trilogia de Hollywood "O Senhor dos Anéis" (sutil, não?). Porém, mais sutil ainda era a conformação física de tais pequeninos seres: apenas um metro de altura, com os braços exageradamente longos! E o tal "Homo Floresiensis" não pertencia a uma raça de pigmeus, ou sequer anões. Os membros de todos os esqueletos encontrados são absolutamente proporcionais, excetuando-se os longos braços! Segundo os cientistas, - "A descoberta muda a História da evolução da espécie humana porque mostra que o homem moderno conviveu com outros hominídeos até muito mais recentemente do que se imaginava". Compare o reduzido crânio de uma dessas criaturas com o do sorridente cientista mostrado na foto. (FOTO: AP)

 

Na foto, outro crânio dos estranhos hominídeos. Aliás, os habitantes da Ilha da Flores têm inúmeras lendas e tradições sobre este antigo povo - que chamavam de "Ebu Gogo" - o qual inclusive conviveu com os seus remotos ancestrais. E será sempre importante ressaltar que de maneira alguma se tratava de "meio-macacos" selvagens e ignorantes! E ainda por cima, não se sabe exatamente o que os cientistas responsáveis pela descoberta encontraram junto aos estranhos esqueletos (sete ao todo). Porém, eles mesmos afirmaram que - "A sofisticação dos artefatos e ferramentas por esse povo utilizados causou surpresa". Um deles, o paleoantropólogo Peter Brown, declarou: - "Meu queixo caiu até os joelhos"!

 

Não se pode negar: a nossa Terra tem sido visitada, ou mesmo habitada, desde os mais remotos tempos pelas mais estranhas criaturas. E quanto a isso, não mais podem existir quaisquer dúvidas. Criaturas que, devido ao seu alto padrão tecnológico, eram consideradas pelos povos primitivos como "deuses". Muitas delas, porém, recebiam equivocadamente essa denominação, pois na verdade eram seres predadores e hostis que (tanto ontem, quanto hoje) vinham ao nosso mundo para promover as suas caçadas. Esse crânio aí da foto é possivelmente atribuído a uma espécie dos famigerados "Chupacabras".

 

Sim, não duvidemos disso: os nossos milenares subsolos ainda guardam e nos reservam muitas e muitas surpresas. Nessa foto, um cientista examina o corpo fossilizado de uma outra bizarra criatura, encontrado em local não divulgado e que recebeu a denominação de "O Homem do Gelo". Note-se o formato do crânio, bem como o curioso braço e a sua ossatura em geral. Chocante? Sim, sem qualquer dúvida! E quais as mensagens silenciosas, porém intensamente grandiosas, que tudo isso nos transmite? Cabe, apenas e tão-somente, a cada um que tiver o supremo dom do entendimento tentar responder!

 

Próxima Página

Página Anterior

Voodoo