Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

DIÁLOGOS COM O AMANHÃ

"Esperamos com impaciência ver escoar-se os poucos meses que nos separam da data fatídica, para saber, enfim, se nossos estranhos visitantes não são os homens do ano 5.000 que voltam no tempo! É uma hipótese extraordinária, fantástica e inimaginável. Contudo, um físico francês teve a audácia de a enunciar. Segundo ele, os Discos Voadores existem realmente, mas não vêm de Marte ou outro planeta do nosso Sistema Solar. São pilotados por homens do V ou VI Milênio que encontraram um meio de voltar no tempo..... Em matéria de ciência, a realidade ultrapassa com freqüência a ficção.... Podemos muito bem, conservando a hipótese de viajantes extra-temporais, acreditar que aqueles fazem turismo do tipo especial, muito especial mesmo, e visitam os nossos séculos.... Como fotografamos no Egito as pirâmides que os faraós nos legaram, as tripulações dos Discos Voadores vêm também fazer fotos vivas e animadas de civilizações que os precederam. Porque rir-se disso? Tudo isso parece inverossímil, certamente, mas que diria vosso bisavô se lhe anunciassem um dia que seu neto veria numa tela de televisão a imagem de cosmonautas em órbita, ao redor da Lua?"

(Guy Tarade)

 

Viagens através do tempo.... Uma possibilidade que que já foi pressentida pelos mais brilhantes e renomados cientistas, tais como Albert Einstein e Carl Sagan, sendo hoje em dia uma real probabilidade - inclusive já em fase de avançados estudos pela Física de Vanguarda. O que chamamos de tempo, em escala cósmica, simplesmente não existe. NÓS PASSAMOS, NÓS O FAZEMOS! O que denominamos "tempo" é meramente uma linha reta: para trás fica o passado; o presente é o agora; e o futuro é nada menos do que uma simples espera. A vida, para nós, é, portanto, apenas uma morte adiada, ao passo que "linha atemporal" é infinita, sempre progressiva. O que verdadeiramente há é, sim, uma movimentação contínua de uma poderosa força de expansão através do Universo, a qual pode ser INTERCEPTADA nos seus inúmeros quadrantes, tanto para frente quanto para trás, desde que haja a necessária tecnologia para isso. Algo que, mais dia, menos dia, forçosamente iremos alcançar. E portanto, nada, NADA MESMO, impede que certos tipos de UFOs sejam realmente tripulados por viajantes extradimensionais ou extratemporais.

 

Fantástico? Sim, mas por que não? Ainda restam muitas e muitas coisas a serem devidamente descobertas e reveladas! Um cientista norte-americano descobriu, por acaso, os restos de um animal pré-histórico desconhecido! E, fato mais notável e revelador, cujo crânio estava dotado de "um buraco misterioso" - óbvio sinal de que fora ABATIDO, assim como tantos outros restos dos grandes sáurios do passado alvejados através de uma verdadeira "operação limpeza", não se sabe exatamente efetuada por quem, e além disso por intermédio de uma poderosa arma não-identificada.... Assim como os nossos modernos lasers. Só que isso aconteceu há 150 milhões de anos! (FONTE: Jornal O DIA, Rio de Janeiro, edição 21/05/2004, e foto AP)

 

Sim, sem qualquer dúvida - e quer queiram, ou não, os negados e os céticos - o nosso planeta tem sido visitado desde épocas imemoriais por seres possivelmente advindos do continuum espaço-tempo e, quem sabe, também de outros mundos do espaço sideral! E o chamado "homem terrestre primitivo" - que por sinal de primitivo não tinha NADA - já deixou essas visitas devidamente registradas nos seus inúmeros trabalhos de arte, espalhados por todo os quadrantes do mundo. Na foto, você vê as nítidas imagens de dois antigos astronautas, estampadas na Austrália e desde muitos séculos tradicionalmente denominadas "Os Irmãos Luminosos".

 

E você terá notado, na imagem acima, a representação mais do que perfeita do capacete usado pelo misterioso personagem retratado na esquerda?

 

Entidades desconhecidas e muito antigas - vindas sabe-se lá de onde - e como aliás em todos os quadrantes do mundo, também foram retratadas pelo homem dito "primitivo" em cavernas pré-históricas da Iugoslávia!

 

Seres estranhos, em épocas muito remotas chegados ao nosso tempo e ao nosso mundo, trazendo avançadas tecnologias - como por exemplo este velho mural maia que nos mostra a "divindade", por eles reverenciada, e denominada Quetzalcoatl, rodeado de dois nítidos motores. E além de tudo viajando por uma espécie de trilhos (parte inferior da ilustração)!

 

E, por seu turno, um gigantesco monumento do passado remoto, classificado como um "mound", sobressai em meio à agreste e desolada paisagem de Ayers Rock, ou ainda Uluru de acordo com seu primitivo nome, precisamente no Kata Tjuta National Park - também na misteriosa Austrália. Esse intrigante colosso, considerado como o maior monólito do planeta, ergue-se a 318 metros de altura e foi artificialmente trabalhado! Uma das suas mais estranhas e impressionantes características é que tal insólito monumento revela-se extraordinariamente magnético. Porém, não é somente isso: sem qualquer explicação lógica, de acordo com as horas do dia e as condições atmosféricas, todo esse estranho complexo MUDA dramatica e inexplicavelmente de cores, variando do azul intenso ao vermelho! Ainda inexplorado, não se sabe se no seu interior se escondem verdadeiras surpresas arqueológicas advindas de um passado terrestre remotíssimo - legados de uma perdida civilização - ou talvez relíquias de uma velha colonização espacial. E quem sabe um antigo UFO dormiria seu sono milenar lá por baixo? Tudo é possível......

 

....... O que parece muito mais provável, uma vez que também os mais estranhos petróglifos, sempre ostentando um simbolismo misterioso e eminentemente cósmico, estão ali estampados!

 

E você prestou bastante atenção em um determinado ponto da foto acima? Se não o fez, vamos ampliá-lo para que nítidos ALIENÍGENAS, aparentemente da tipologia "gray", possam ser devidamente visualizados..... Principalmente aquele que está bem na sua lateral direita! Observe a foto com bastante atenção.

 

Há enigmáticas mensagens na terra, e também da terra para o céu! Não se sabe se deixadas por "eles", os antigos visitantes - assim como uma espécie de marcos sinalizadores- ou pelas antigas civilizações com as quais mantinham estreitos contatos - tal como se fosse um apelo aos céus, diretamente dirigido aos seus "deuses"! Na foto, uma outra visão do intrigante "Cavalo Branco de Uffington", na Inglaterra, uma colossal figura que, na verdade, nunca foi um cavalo mas, sim, um animal desconhecido, moldada por vastas regiões montanhosas.... E que somente pode ser vista a partir do ar - ou, em outras palavras, por quem quer que dali se aproximasse através do ar!

 

Curiosamente, e jamais por uma simples coincidência, foi recentemente descoberto em um altiplano no Peru esta colossal imagem, também voltada para o céu e mostrando um animal dotado de características incrivelmente semelhantes ao da Inglaterra.... Por sua vez situado do outro lado do oceano e em um outro continente!

 

E essas visitas não podem mesmo ser negadas, como até certas interferências diretas no desenrolar dos acontecimentos históricos mais marcantes, uma vez que através dos tempos chegaram a impressionar vivamente as antigas populações e a maioria das culturas do nosso planeta. A pintura mural acima, originária da Idade Média, está ornamentando as paredes da Catedral de Arezzo, na Itália. Nela, uma verdadeira esquadrilha de UFOs paira sobre os antigos cavaleiros! Obviamente, e assim como acontecera nos tempos pré-históricos, o artista que fez isso foi, sem qualquer dúvida, uma testemunha ocular do fenômeno.

 

Mas, avançando um pouco no tempo, os antigos mestres da pintura sabiam mesmo das coisas que veladamente transmitiam! O artista que, por exemplo, foi o autor desse quadro também originário da Idade Média, mostrando a Via Crucis de Jesus Cristo, não deixou de colocar vários UFOs sobrevoando a cena! Obviamente que dessa feita o artista não foi testemunha ocular do fato, mas é claro que buscou essa informação em "algum lugar". E muito logicamente jamais poderia ter inventado tudo isso, pois naquele tempo em que produziu a sua obra as máquinas voadoras, notadamente os UFOs, eram inteiramente desconhecidos - ou será que não o eram totalmente?

 

Enquanto isso, lá em cima, bem na vastidão do espaço exterior, em 04 de maio de 2004, 02:50 horas - os enigmáticos UFOs continuam por aqui, e sem a menor cerimônia, a rondar o módulo SOHO!......

 

.... E até mesmo o intenso rastro do deslocamento de um deles foi flagrado pelas sensíveis câmeras daquele sofisticado módulo da NASA, lançado em parceria com a Agência Espacial Européia - ESA!

 

Aqui, já no dia 14 de maio, um outro UFO espreitava o SOHO bem de perto.....

 

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA VER MAIS FOTOS

Próxima Página

Página Anterior

Bioforge