Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

UM PEQUENO GIRO PELO INUSITADO

"Em vão olhamos em volta para ver se notamos vestígios dos maravilhosos restos que acabamos de contemplar, e estamos quase inclinados a acreditar que tivemos um sonho ou ouvimos um conto oriental. Muitos dos que visitarem mais tarde esses locais, quando a erva tiver crescido outra vez sobre as mesmas ruínas, pensarão talvez que contei apenas uma visão"

(Henry Layard)

 

Essa horripilante foto foi tomada - segundo consta, aqui mesmo no Brasil - mostrando um colossal crocodilo, ou possivelmente uma cobra gigantesca, que, espreitando na escuridão dos dutos subterrâneos de uma grande empresa petrolífera governamental, atacou e devorou de uma só vez um infeliz operário que fazia a manutenção daquelas instalações! Os gritos de horror da vítima chegaram aos seguranças, que com muita dificuldade caçaram e abateram a fera mediante tiros de potentes escopetas calibre 12 e pistolas. Porém, já era tarde demais. E quando a imensa barriga do animal foi aberta, o espetáculo era simplesmente macabro....

 

..... O corpo do desditoso operário (ou melhor, o que sobrou dele) estava simplesmente dividido em inúmeros pedaços! A apavorante foto acima dispensa mesmo maiores comentários. E é claro que tal assunto, como aliás sempre acontece com as coisas mais insólitas e "embaraçosas", foi prontamente abafado, não tendo chegado ao conhecimento do público em geral. Mas as fotos "proibidas" dessas coisas sempre escapam do mais rígido controle, por mais eficiente e poderoso que seja, tendo sempre alguém com a coragem suficiente para divulgá-las. E elas se tornam as mudas, porém as melhores testemunhas de que as coisas mais insólitas de fato existem - atestando assim e de maneira indiscutível, que ao nosso redor vagam, e também espreitam, muito mais coisas do que possa sonhar a imaginação mais ousada de todas!

 

Uma vez que tudo aquilo em que se baseiam os nossos supostos conhecimentos, a cada dia que passa torna-se mais e mais inexato - em outras palavras, ULTRAPASSADO! Antropologia, Paleontologia, Arqueologia, Física, e assim por diante, JAMAIS serão Ciências que podem ser consideradas rigorosamente definitivas ou imutáveis. Muitas descobertas estão surgindo - e cada vez mais virão a surgir - provando que, na verdade e apesar de todo o nosso tão decantado progresso, não sabemos realmente.... NADA! A réplica do animal que você vê na foto (REUTERS), pertence a uma nova espécie de dinossauros até então completamente desconhecida e cujo fóssil foi encontrado aqui no Brasil, no ano 2003 e precisamente ao Norte do Estado do Maranhão.

 

Esse colosso que atingia 10 metros de comprimento e pesava cerca de 10 toneladas, pertenceu à família "Diplodocoidea" , tendo sido oficialmente classificado como "Amazonsaurus Maranhensis" acreditando-se que tenha sido vegetariano. E somente aqui no Brasil, foram encontradas SETE espécies de dinossauros diferentes, as quais aqui viveram há cerca de 200 milhões de anos, quando as terras eram úmidas, férteis e verdejantes - repletas de grandes vales alagados. O mais importante é que essas novas espécies guardam notável parentesco com os fósseis pré-históricos encontrados no Norte da África, atestando assim que há cerca de 100 milhões de anos os dois continentes (África e América do sul) estavam unidos e se afastaram exatamente quando o Oceano Atlântico começava a se formar.

 

Será preciso, pois, urgentemente revisar todos os nossos tratados. Notadamente no que tange à Arqueologia! Há provas contundentes de que a nossa civilização não foi a primeira a habitar a Terra. Muito antes de nós, e também de todas as culturas que oficialmente conhecemos (na verdade somente temos registros de pouco mais de 6 mil anos de História), avançadas civilizações as quais desconhecemos inteiramente, deixaram nas sólidas rochas as suas marcas para a posteridade. Isso mostrado na foto parece, de certa forma, com a face da Esfinge de Gizé, no Egito, não é verdade? Mas não é. Está situado bem distante dela! Este impressionante monumento, aqui mostrado nessa magistral foto tomada por Rudi Meyer, está situada precisamente nos EUA - aproximadamente a 1 quilômetro ao sul do Milk River Valley. Que civilização desconhecida teria feito isso?

 

E também não é somente no planeta Marte que existem estranhos rostos voltados para o céu! Estamos agora na nossa própria Terra, onde imagens de satélites mostram, precisamente moldado nos relevos da Baía Chesapeak, EUA, algo verdadeiramente surpreendente: um bizarro e além de tudo imenso rosto!!! Repare na foto com bastante atenção.

 

E também no misterioso Deserto de Mojave, igualmente nos EUA - onde aliás existem os vestígios de uma desconhecida e muito antiga civilização - as mesmas imagens tomadas pelos satélites nos mostram outro enorme rosto, igualmente moldado no seu relevo montanhoso! Pelo estilo, isto é, produzir rostos voltados para o espaço sideral, tais insólitos monumentos teriam sido elaborados pelos refugiados da catástrofe que destruiu Marte? Não podemos pensar de outra forma!

 

E essas são as intrigantes e além de tudo pouco conhecidas ruínas de Chaco Canyon, no Novo México, ainda no território dos EUA (foto: © KenRockwell). Colossais muralhas em geométricas disposições, intrigantes obras de uma avançada civilização perdida que habitou a América em tempos muito recuados e esquecidos.....

 

.... E que, por sua vez, quando vistas do alto, isto é, por intermédio de quem esteja a bordo de u'a máquina voadora, apresentam uma dimensão muito maior do que se imagina! Um enorme traçado de linhas que denotam um estreito interesse, uma enorme afinidade, dessas perdidas culturas do nosso velho passado com o espaço sideral! (Foto: Baker Aerial Archaeology, © Tom Baker)

 

E em Analândia, Estado de São Paulo, Brasil, aquela mesma civilização que de maneira inexplicável esculpia montanhas inteiras, e além disso deixou esses insólitos monumentos espalhados por todos os quadrantes do nosso planeta, também nos legou mais uma das suas insólitas "marcas". O chamado Morro do Cuscuzeiro (foto, e em negativo, à direita) foi misteriosamente aplainado no topo, e mostra, para deleite dos turistas, um face desconhecida que os fita! Tudo isso feito há milhares de anos atrás..... Quando nem mesmo os antigos índios habitavam este país!

 

E também uma nova Ciência que desponta, a Ufologia, quer tentem impedir ou não, adquire pouco a pouco o seu lugar de destaque nos conhecimentos humanos. Será preciso apenas e tão-somente que se acabe de uma vez por todas com a repugnante hipocrisia daqueles que negam, mas no entanto SABEM E OCULTAM, uma realidade gritante: a realidade dos chamados Objetos Voadores Não-identificados. Em dezembro de 2003, e portanto muito recentemente, Portugal foi o alvo dessa espantosa exibição de um deles, em plena luz do dia e diante de dezenas de testemunhas (foto).....

 

O enorme UFO deslocava-se lentamente e parecia que seus tripulantes estavam altamente interessados nas estruturas vistas no topo desse morro.....

 

Aqui, nesta outra tomada, o fotógrafo conseguiu registrar de maneira bem aproximada os espantosos detalhes do enorme objeto voador.....

 

.... Aqui novamente flagrado em baixíssima altitude - parecendo mesmo que realizava manobra proposital, de modo a efetivamente ser visto pelas atônitas testemunhas! E como negar evidências tão gritantes como essas? Que teriam a dizer os prestidigitadores da verdade diante disso? "Balão", "inversão de temperatura", "ilusão de óptica", "nuvem lenticular" e outras sandices parecidas bem ao gosto deles? Só podemos mesmo sorrir!

 

 

Próxima Página

Página Anterior

HEXEN music