Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

 

 

 

IUSTITIA PILUM - UM ALIEN NA ARENA DO COLISEU ROMANO!

Página publicada em 01/fevereiro/2015

"Um crime chocante é sempre cometido por inescrupulosa iniciativa de poucos indivíduos, com a bênção de muitos, e em meio à aquiescência de todos"

(Cornelius Tacitus - historiador romano)

 

Os famigerados aliens da tipologia gray são criaturas com grandes cérebros, e portanto dotados de elevada capacidade mental. Dessa forma, a fantástica e avançada tecnologia dos seus UFOs é puramente baseada na INTEGRAÇÃO BIOMÉTRICA - ou seja, com instrumentos especificamente desenvolvidos para a ANATOMIA E A FISIOLOGIA DELES! Assim sendo, as suas naves não possuem instrumentos de controle aparentes, simplesmente porque esses seres utilizam os seus poderes de eletrogênese (produção de eletricidade, notadamente por tecidos vivos - particularmente a cerebral, extremamente acentuada nessas criaturas) para diretamente controlar e conduzir com as próprias mentes as suas naves! Fantástico? Sim, mas é verdade. Desde o acidente de Roswell, ocorrido em 1947, no Novo México, os EUA sabem muito bem disso, pois tentaram por diversas vezes pilotar alguns UFOs acidentados em seu poder mediante as mentes dos seus cientistas e pilotos, obtendo apenas pouco, ou por vezes nenhum, sucesso! Um preâmbulo que se faz necessário para o nosso próximo assunto:

 

Em setembro de 2003, um operário trabalhando em um subsolo perto de Nápoles, desenterrou uma velha caixa repleta de antigos manuscritos. Representantes de um museu local foram acionados e constataram se tratar de valiosos e inéditos manuscritos perdidos do historiador romano Publius Cornelius Tacitus (56-117 D.C.), considerado um dos maiores historiadores da antigüidade. Em meio a essa valiosa coleção, foram encontradas várias cartas pessoais, dentre elas as de seu primo, Marcus Quintus Sentius, que foi secretário pessoal do senador Lucius Julius Turranius...

 

.... Uma delas relatava uma celebração determinada pelo Imperador Trajano, depois da campanha da Dácia, no ano 106 - uma festividade no Coliseu que durou nada menos que 123 dias, durante a qual dez mil gladiadores se enfrentaram e mil animais foram sacrificados!....

 

- "Caro primo. Hoje acompanhei o senador ao Coliseu,onde vimos a exibição dos animais antes da performance. Os animais das províncias aprisionados em jaulas eram impactantes. Leões, tigres, elefantes, girafas eram destinados à morte na arena. Contudo, o que despertou mais a minha atenção foram as aberrações e as coisas estranhas da Cirenaica e Egito: um bezerro com duas cabeças, um homem com um braço a mais e um gigante de grandes proporções. Havia também uma infeliz criatura, ressecada e deformada, DIFICILMENTE HUMANA, cujo público era mantido à distância do seu enclausuramento e avisado quanto aos seus poderes mágicos que podiam colocar um homem inconsciente....

 

.... Senti-me transfixado pelos seus ENORMES OLHOS, até que fui obrigado por um guarda a me afastar....

 

... Não gosto dos jogos, pois os acho desagradáveis, pois estão associados aos alicerces dos desejos de sangue. Porém, nunca resisti ao sobrenatural e resolvi manter meus olhos abertos para ver como essa criatura se sairia na batalha ao entardecer. Não precisei esperar muito...

 

... Durante o intervalo do almoço, a criatura foi arrastada para a arena por um longo cabresto. Dois gladiadores levemente cobertos se aproximaram com tridente e rede, porém antes que chegassem a uma distância de ataque, caíram ao chão como mortos. Um murmúrio de surpresa levantou-se na multidão. Um outro gladiador, usando malha, joelheira, capacete e selvagemente brandindo uma pesada espada, aproximou-se por trás, mas com apenas três passos ele desabou sobre os seus pés também. Isso certamente ganhou a atenção dos espectadores, que começaram a retornar aos seus assentos. Eles começaram então a debochar dos gladiadores abatidos e gritavam por um homem de verdade para liquidar a besta, que permanecia imóvel e agachada próxima ao chão. Os assaltos continuavam, gladiador após gladiador caindo diante da criatura até que ela pouco podia ser vista diante dos corpos. A multidão estava incrédula diante de todos sendo derrotados sem sequer desferir um sopro, que passou a suspeitar que aquilo fosse uma pantomina. Eles esperavam por sangue e achavam que estavam zombando dos seus desejos...

 

... Finalmente, o campeão da manhã, Marius Dentatus, entrou na arena sob ruidosos aplausos. Mantendo distância da criatura, pegou um dardo e o arremessou sem cerimônia nas costas da criatura que caiu de lado, morta. Sacando a sua adaga, Marius decepou-lhe a BULBOSA CABEÇA, espetou-a em uma estaca e, sob o aplauso da multidão, desfilou pela arena. Um a um, os gladiadores caídos ergueram-se estupefatos do chão, sendo apupados pela multidão. Todos eles foram publicamente executados antes do crepúsculo. Marius foi esmagado em um acidente envolvendo dois elefantes no dia seguinte".

 

Os grifos foram nossos. E que descrição mais perfeita do que essa para definir a presença de um famigerado alien da tipologia gray em plena e distante época do Império Romano? Evidentemente, o antigo cronista, bem como todos os que estavam no Coliseu, não sabiam do que realmente se tratava - aliás, nem mesmo poderiam imaginar a verdade. Como, então, o alien teria sido aprisionado? O Império Romano era extremamente cruel. Nas terras conquistadas, os prisioneiros eram na maioria, ou tornados escravos, ou levados ao sacrifício para deleite da selvagem multidão, sempre sedenta de sangue. Pessoas e animais com deficiências eram consideradas "aberrações" e nos sangrentos espetáculo eram sempre os principais destaques. Como se depreende dessa antiga narrativa, a criatura já estava ferida, ou talvez debilitada,o que propiciou a sua captura em terras estrangeiras - talvez devido a um acidente com a sua nave. Na arena, desarmada, somente pôde fazer uso dos seus poderes mentais para neutralizar e subjugar os seus atacantes - isto é, os gladiadores que depois foram executados, pois as suas incompreensíveis imobilidades foram consideradas como covardia, ou deboche - uma falha na antiga Roma sempre punida com a morte. Enfim, nada se guardou desse evento, a não ser essa antiga crônica. O episódio passou despercebido - até porque, após esses espetáculos, os sangrentos despojos eram esquartejados e lançados nas cloacas - os esgotos da Antiga Roma, não restando pois quaisquer vestígios deles. E assim o corpo do alien se foi, porém a sua cabeça decepada simbolicamente nos dá uma grande lição: pois, e sem qualquer dúvida, esse antigo porém relevante e muito revelador depoimento, atesta uma indiscutível verdade: - essas pragas estão por aqui no nosso planeta há muito mais tempo do que possamos pensar! Elas nos caçam, mas por vezes também podem ser caçadas!...

 

... E além de tudo, apesar do grande poder mental (através da habilidade que possuem no sentido de concentrar o foco dos seus impulsos eletrogênicos, capazes de sustentar descargas que temporariamente imobilizam e paralisam os seres humanos), essas criaturas são tão vulneráveis quanto nós - podendo, portanto, ser feridas e mortas! Como vimos, PILUM, um eficiente dardo romano, em mãos competentes, conseguiu, no distante ano 106 D.C., dar cabo do problema, praticando contra um antigo inimigo da espécie humana o que poderíamos chamar de: A JUSTIÇA DO PILUM! Por conseguinte, hoje dispomos de armas e defesas muito melhores do que isso. Basta apenas e tão-somente saber como impedir os seus ataques - manter uma devida distância de segurança e, sem qualquer temor, enfrentá-las, uma vez que essas coisas - apesar de fisicamente frágeis - são mesmo extremamente perigosas por somente em tocá-las....

 

.... Uma preocupação que faz muito sentido, uma vez que essas coisas são mesmo altamente perigosas e até mesmo venenosas! Vale relembrar um antigo caso ocorrido na África, precisamente em Lesotho, em uma região montanhosa chamada LERIBE, foi um evento bizarro que demonstrou a realidade desse perigo. Nessa região montanhosa um UFO embatera-se violentamente contra o solo. No seu interior, havia os cadáveres de alguns humanóides da tipologia gray. Antes que as autoridades do país pudessem resgatar os destroços, os membros de uma tribo local enxergaram nos corpos dos alienígenas - algo novo e que desconheciam - um presente dos céus e uma potencial fonte de proteínas - uma carne que certamente tem proteínas como uma carne qualquer, mas se ingerida pode levar à morte! Então, alguns deles, sem saber, fizeram a festa: comeram as criaturas! Eles pegaram os corpos, colocaram em uma sacola, levaram para um bosque onde os desmembraram e degustaram em um ritual. O resultado foi, então, fatídico e devastador: - pois, de fato a carne desses seres tinha proteínas, porém era uma fonte de proteínas altamente venenosa e perigosamente letal! Assim, houve uma mortandade generalizada na tribo, resultando em inúmeras mortes entre todos os gulosos nativos que se atreveram a comê-la!

 

 

Próxima Página - (ARI-KAT - a Tecnologia do Antigo Egito Para Dissiolver e Moldar as Pedras!)

RETORNAR AO INDEX