Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

MUITO ALÉM DA NOSSA VÃ FILOSOFIA!

"A lógica, a filosofia, a ciência, os triunfos do intelecto humano permitem ao homem modelar instrumentos para modificar o seu ambiente e inventar sistemas persuasivos dos padrões de pensamento que explicam o universo aparente, mas quanto mais sua percepção se aguça mais a ignorância do homem se intensifica, até que o verdadeiro sábio não sabe nada"

(W. Raymond Drake)

 

Howard Phillip Lovecraft, também conhecido como H.P. Lovecraft, (1890-1937), foi um notável, estranho e além de tudo brilhante escritor do gênero da Ficção Científica - sempre voltado nos seus trabalhos aos grandes mistérios da humanidade. Como Iniciado que era, teve acesso a certos segredos e revelações, cuidadosa e zelosamente preservados desde épocas imemoriais em secretos santuários. E, obviamente, sempre dentro dos seus reduzidos limites como também da limitada compreensão da época em que escreveu as suas obras, colocava alegórica e metaforicamente ao alcance do público certas verdades muito antigas que, como convém e sempre cuidadosamente respeitando esses reduzidos limites, deveriam ser divulgadas.

 

E talvez as suas obras mais notáveis foram precisamente aquelas que falavam a respeito de uma misteriosa civilização que em épocas imemoriais habitou o atualmente gelado Continente da Antártida (FOTO, os livros: "Nas montanhas da Loucura" e KADATH). Esse misterioso reino, por ele chamado de KADATH, possuía um objeto saliente que era na verdade uma titânica rampa de pedra, a qual sobressaía dentre estruturas em forma de arcos e cilindros espiralados, postados entre monstruosas torres e zigurates - tais como os da antiga Babilônia. Havia uma certa coisa preservada de maneira excelente bem no topo da torre. E o seu portentoso abrigo fora construído de modo a proteger as bizarras e estonteantes esculturas de natureza cósmica situadas nas suas paredes! Essa torre, cuja idade remontaria há 50 milhões de anos, estava situada no centro de uma imensa praça circular e a sua altura atingiria entre 500 a 600 pés (cerca de 180 metros).

 

Pura ficção científica? NÃO MESMO! Você sabia que toda uma equipe da rede de televisão norte-americana "The Atlantis TV Productions" está misteriosamente desaparecida naquela região desde novembro de 2002? Exatamente depois de tentar despachar ao seus escritórios em Beverly Hills um estonteante vídeo no qual provava com incríveis imagens a existência de massivas estruturas arqueológicas que datam dos tempos pré-históricos - obviamente dando crédito às velhas lendas de que há muitos milhões de anos lá existira uma fantástica civilização (ilustração acima) - situadas sob o gelo da Antártida a uma profundidade cerca de 3200 metros? O assunto vazou e, como seria de se esperar, obviamente acarretou poderosas ações governamentais que teriam confiscado à força o material, visando assim a impedir sua divulgação ao grande público. Um dos advogados da rede de televisão assim se manifestou: - Nossa principal preocupação é com a segurança e o bem estar da nossa equipe. E nos opomos vigorosamente a qualquer tentativa de censurar o material que é claramente de interesse e de domínio público. O Continente gelado da Antártica que ele mostra pertence à nação. Os EUA não têm jurisdição lá". Por sua vez, um porta-voz daquela empresa também declarou: - "O vídeo é propriedade da Atlantis-TV, nós o obtivemos . É nosso. E tão logo nos seja restituído ele irá ao ar. Fim da história!".

 

O certo é que até hoje o vídeo proibido não foi mesmo ao ar e um comando militar dos SEALs (unidade de elite da Marinha Americana) esteve em operação no continente gelado em missão especial que envolveu um helicóptero de ataque e teria sido responsável pelo confisco da fita em poder da desaparecida equipe daquela emissora. Dois oficiais da Marinha Americana, contudo, que viram a tal fita, descreveram o seu espantoso conteúdo aos pesquisadores da National Science Foundation, assim que que retornaram à Estação Amundsen-Scott no Pólo Sul - de acordo com fontes da Estação McMurdo, a principal base americana na Antártida. Tais fontes confirmaram que o vídeo mostrava espetaculares ruínas, além de "outras coisas que não poderiam ser reveladas". Oficialmente, outras altas fontes do U.S. Naval Support Task Force negam com veemência a posse de qualquer vídeo tomado pela equipe perdida da Atlantis-TV. Um festival de estranhas contradições. Não confiscaram a fita e no entanto a viram.....?! Mas que fim teria levado essa equipe, o que realmente aconteceu com ela? E por qual motivo não interessaria revelar ao mundo que no nosso passado mais remoto existiram evoluídas civilizações, possivelmente de natureza extraterrestre - ou talvez muito mais avançadas do que a nossa?

 

Tem mesmo qualquer coisa muito antiga e sobretudo muito estranha por baixo da espessa camada de gelo da Antártida! Recordemos, por oportuno, a intrigante foto tomada por uma navio de prospecção submarina, a qual nos mostra a uma enorme profundidade e em uma região inexplorada uma espécie de antena que emerge do fundo das gélidas águas do oceano - na foto da direita em negativo para melhor visualização. Obviamente, não é originária da nossa civilização!

 

Muito embora não o queiram reconhecer, nosso planeta realmente conheceu e abrigou fantásticas civilizações, cujos vestígios ainda hoje são uma espécie de fantasmas silenciosos, porém intensamente vívidos. Repare bem nesta foto: mais uma intrigante surpresa no Planalto de Nazca, Peru! Além da profusão dos intrigantes desenhos voltados para o céu e que se espalham por centenas de milhas, esta foto aérea recentemente tomada nos mostra algo verdadeiramente inédito e surpreendente: à esquerda, uma edificação cilíndrica desconhecida e, bem ao lado, uma enorme extensão daquilo que se parece com uma vasta extensão de muralhas!

 

E por falar nisso, veja nesta foto mais duas bizarras "múmias", originárias de uma misteriosa civilização perdida e encontradas nas proximidades de Nazca! Observe bem aquela da parte superior, mais parecendo uma criatura quadrúpede desconhecida, ou quem sabe um animal não-identificado - contudo, tem a mão de formato semelhante ao humano! Agora volte seu olhar para a outra, situada logo abaixo. O quê consegue ver de estranho nela? Sim, isto mesmo! Uma criatura humanóide..... Dotada de COLUNA VERTEBRAL DUPLA - algo que, por sinal, jamais existiu na face da Terra!!! Portanto, que estranha espécie de seres teria sido mesmo essa? E de onde exatamente teria vindo?

 

Pois é! Não só os céticos, como muito principalmente os prestidigitadores da verdade, dizem que certas coisas não existem e no entanto elas existem! Nas fotos, você vê nada menos que partes de um UFO acidentado. E sabe de onde tais fotos são provenientes? Não de qualquer pesquisador ou entidade de pesquisas ufológicas, mas sim fazendo partes integrantes de um documento altamente secreto, número 202085 e intitulado "UFO na Dinamarca" (caso ocorrido em 1940), recentemente liberado pela CIC (Counter Inteligence Corps) do Exército Norte-Americano, entidade com âmbito de atuação mundial, que inclusive manteve um agente prestando assistência ao Major Jesse Marcel durante os resgates dos destroços de um outro UFO acidentado no ano de 1947 - o famoso Caso Roswell.

 

O certo é que os mistérios realmente nos cercam por todos os lados. Tanto no ar quanto no mar e na terra. Existiram, de fato, no remoto passado evoluídas civilizações que se destruíram - e todas as evidências assim o atestam! As Sociedades Secretas autênticas, as verdadeiras guardiães desse passado desconhecido, bem como certos setores isolados, podem eventualmente ter preservado certos artefatos tecnológicos delas originários, os quais ainda hoje estariam centenas, ou talvez milhares de anos à nossa própria frente. Por outro lado, nada impede que tenham vivido disfarçados entre nós certas personagens alienígenas, ou quem sabe viajantes do tempo, originários do futuro distante e por algum motivo aprisionados no passado deles - assim obrigados a viver em épocas que não eram as suas. Os espantosos exemplos são assustadores. Vejamos mais um deles: na foto acima, você vê o interior da belíssima Capela Sistina, no Vaticano, local considerado sagrado pela Igreja Católica e onde se reúne o Conclave que elege os novos Papas. Além disso, trata-se de um maravilhoso repositório de arte, elaborado entre 1508 e 1515, contendo as obras imortais dos mais renomados pintores daqueles tempos. As belíssimas pinturas do imenso teto, porém, foram encomendadas pelo Papa Giullio III ao pintor Michelangelo, tendo sido concluídas no período de três anos.

 

Aqui, uma outra visão do belíssimo complexo. Note-se, mais uma vez, as esplêndidas pinturas que guarnecem o teto.

 

Um detalhe mais aproximado das perfeitas pinturas do teto.

 

O grande mistério que reside nisso, é o fato de que Michelangelo SEMPRE trabalhava secretamente. Exigia que ninguém assistisse ou sequer o ajudasse a pintar tais belíssimos motivos! Até este ponto, tudo bem. Poderia se tratar de uma excentricidade do artista. Porém..... Espantosamente e segundo as crônicas da época, ele JAMAIS se utilizou de quaisquer tipo de escadas ou andaimes para atingir o altíssimo teto e lá produzir as suas obras-primas (até hoje expressivamente vívidas e inigualáveis), tal como posteriormente fizeram os outros mestres da pintura (assim como Pinturicchio, Signorelli e os mais renomados representantes da escola florentina, Botticelli, Ghirlandaio e Rosselli) os quais deles obrigatoriamente necessitaram e efetivamente utilizaram para realizar as belas pinturas nas laterais da Capela Sistina!!! As lendas dizem que Michelangelo teria sido auxiliado pelos Anjos, que o elevavam para produzir as suas notáveis pinturas. Para os crédulos tais explicações tornam-se suficientes. Mas como o renomado artista pôde ter feito isso, a menos que levitasse ou possuísse algo - talvez um desconhecido artefato tecnológico qualquer - que o fizesse se elevar do solo até a altura desejada?......

 

...... Ou então, quem sabe, teria tido o genial Michelangelo a ajuda de certo tipos de "Anjos" bastante diferentes das convencionais imagens que nos são mostradas nas gravuras e nas imagens da Igreja Católica? Somos forçados a relembrar a espantosa descoberta, recentemente efetuada pelos trabalhadores que faziam obras na Biblioteca do Vaticano, tendo encontrarado em uma cripta secreta inúmeros esqueletos de criaturas alienígenas (foto) - possivelmente humanóides do tipo "gray" (compare os crânios com a ilustração, à direita)!!! É sempre interessante igualmente relembrar que o Papa João Paulo II recebeu na época a intimidadora visita de agentes governamentais de mesma grande potência mundial que, "gentilmente solicitando", terminantemente impediram a divulgação dessa sensacional descoberta arqueológica.

 

Este é um dos famosos e valiosíssimos violinos Stradivarius, uma verdadeira e muito antiga obra de arte, até hoje insuperável em desempenho. Segundo os músicos, os poucos exemplares ainda existentes conseguem atingir notas muito acima das tonalidades e das freqüências comuns, chegando mesmo a imitar o choro, os gemidos e até gritos da criatura humana! Até hoje não se conhecem os segredos da sua fabricação e nem como o seu excêntrico artífice conseguiu atingir tal proeza. Porém,......

 

...... Há, de fato, muitos mistérios guardados nas entranhas mágicas dos famosos Stradivarius. Seu construtor, que levava o mesmo nome, era realmente muito excêntrico e misterioso. Rezam as antigas lendas que ele teria sido devotada às práticas da magia negra e aos pactos sinistros com entidades do mal. E o terrível segredo dos seus fantásticos violinos consistiria no tipo muito especial de "ingrediente" que teria adicionado aos vernizes empregados nos seus acabamentos...... SANGUE HUMANO, de pessoas que teriam sido sacrificadas através de macabros rituais, dedicados ao demônio e cujas respectivas almas ficariam sofrendo, por um processo de simples repercussão bem conhecido pelos feiticeiros, permanecendo aprisionadas nos "almas" dos violinos para todo o sempre!!! Estranho? Sim. Contudo, nada é impossível neste mundo. Muita coisa - mas muita coisa mesmo - ainda escapa inteiramente à nossa vã filosofia!

 

Próxima Página

Página Anterior

Horrorscene