Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

COISAS ATORDOANTES

"Por isso é que não tremeremos, ainda que a terra passe por uma mudança. E ainda que os montes cambaleiem para dentro do coração do vasto mar; ainda que as suas águas sejam turbulentas e espumem, ainda que os montes tremam diante do seu alvoroço"

(SALMOS, Cap. 46, Vs. 2)

 

Na foto, mais uma "nuvem" altamente suspeita encobre o topo de uma das nossas altas montanhas - obviamente a excelente forma de camuflagem de certos tipos de UFOs! O quê seria afinal de contas o que eles tanto buscam nessas regiões isoladas? Coleta de materiais? Pesquisas? Desembarque dos seus "passageiros" visando a infiltração no nosso mundo e sem chamar muito a atenção? Tudo é possível!

 

E por falar nisso, veja esta outra antiga porém clássica foto, tomada em Três Corações, Estado de Minas Gerais, Brasil, na qual duas inocentes e além de tudo marotíssimas "nuvens" passeavam sem a menor cerimônia sobre a cidade. Inegavelmente, dois UFOs muito bem camuflados!!!

 

Curiosamente, e isto não pode se tratar de mera coincidência, é justamente nos topos das nossas altas montanhas, sempre visitadas pelos UFOs, que certas enigmáticas "esculturas" - provenientes de um passado remotíssimo e desconhecido - além de tudo feitas sabe-se lá por quem - se fazem presentes! Este bizarro rosto está situado aqui mesmo no Brasil (seu nome seria "Bico do Papagaio") e podemos ver claramente que não se trata de um mero trabalho erosivo. Os enormes blocos de pedra foram cuidadosamente ajustados de modo a formar a imagem do enigmático personagem retratado. Repare bem nos seus intrigantes detalhes!

 

E o quê dizer desses outros enigmáticos monumentos rochosos, como sempre mostrando curiosos rostos? Esta imagem nos foi remetida por um visitante e não temos maiores detalhes quanto à sua exata localização. Contudo, vale o registro pois trata-se de algo verdadeiramente impressionante! Note-se também a dupla fileira de rostos, ao fundo!

 

E este outro, que por sinal é visto em maiores detalhes na imagem de fundo desta página, é simplesmente surpreendente! Também recebido de um visitante, não possuímos os detalhes da sua localização.

 

Este aqui, conhecido como "O Sentinela do Deserto", como o nome bem o diz está situado na vastidão de um grande deserto do território dos EUA. Quem o esculpiu, e quando, eis outro imenso mistério do desconhecido passado terrestre!

 

Você certamente deve ter assistido o excelente filme O PLANETA DOS MACACOS, não? Caso afirmativo, ou negativo, vamos refrescar a sua memória: três astronautas da NASA, em estado de hibernação e a bordo de uma espaçonave, sofrem um acidente em um estranho planeta. Surpreendentemente, constatam que o tal planeta é habitado e governado por uma evoluída espécie de macacos falantes e inteligentes , os quais por sua vez escravizam seres humanos primitivos de maneira rude e cruel. Obviamente, ao serem capturados, enjaulados e tratados como animais, logo promovem revoltas contra os exércitos dos cruéis gorilas. Apenas um dos astronautas que sobrevive aos embates consegue fugir das cidades dos gorilas juntamente com uma humana escravizada, por quem se apaixona e que logo adquire o dom da fala. Essa fuga foi precisamente em direção a uma tal "cidade proibida" que os gorilas sempre mencionavam e por sinal evitavam com pavor, na qual os fugitivos pensavam que estariam em segurança.....

 

.... Porém, uma amarga surpresa estava reservada ao astronauta sobrevivente, bem no chocante epílogo do filme: nas ruínas situadas em uma praia deserta ele se deparou com aquilo que restou da outrora grandiosa cidade de Nova Iorque que um dia conhecera: um mísero fragmento da Estátua da Liberdade! Chorando e prostrado ao chão, ele percebeu que sua astronave simplesmente viajara no tempo em direção ao futuro..... Muitos séculos depois voltara à própria Terra que fora destruída por uma guerra nuclear generalizada, a qual volatilizou todas as grandes cidades transformando os poucos seres humanos que sobraram em criaturas involuídas e bestiais - tal como o Homem foi na chamada "Era das Cavernas" - ao passo que as mutações produzidas pelas radiações nucleares transformaram os primatas em criaturas racionais e inteligentes que logo dominaram o planeta! Uma tema de ficção bastante interessante, sem dúvida, e que de certa forma retrata uma cruel realidade que não está muito longe de acontecer conosco. Mas o quê teria ele a ver com esta nossa página?

 

Nada, a não ser certas "coincidências" que por vezes fazem a ficção se parecer em demasia com a realidade! Observe bem estes rochedos, situados no litoral do Estado Norte-Americano do Oregon!

 

E veja mais perto os restos de uma curiosa estátua tão antiga quanto a noite dos tempos e que de certa forma nos remete à surpreendente ficção do excelente filme O PLANETA DOS MACACOS! Restos esquecidos de uma portentosa civilização? Sobras de uma guerra nuclear que outrora devastou evoluídas culturas? Nada é impossível!

 

Porém, não somente no ar e nas grandes altitudes as ocorrências fantásticas se manifestam. Até mesmo dentro das nossas casas certas coisas bastante estranhas flutuam no ar, contudo sem que nossos olhos percebam! Nesta espantosa foto, originária de uma família americana, um horripilante espectro dotado de formato humano conseguiu sensibilizar a película fotográfica!

 

E o quê faria você se um dia qualquer decidisse fazer uma limpeza mais profunda no freezer de sua casa e ao abrir um compartimento isolado da estrutura interna do aparelho se deparasse com algo semelhante à "coisa" mostrada na foto acima? Uma dona de casa norte-americana com 39 anos de idade fez exatamente isso e ao desmontar o aparelho encontrou, muito bem acondicionada em uma embalagem de plástico especial hermético.... A HORRÍVEL CABEÇA DE UMA CRIATURA NÃO-TERRESTRE, em meio a uma massa de aparência sanguinolenta! E não se trata de uma brincadeira! Isso aconteceu realmente no dia 27 de novembro de 1995, em Minneapolis, EUA, em um refrigerador modelo Kenmore-18. Diante do horror da descoberta, as autoridades locais foram acionadas e concluíram após minuciosos exames forenses que a tal forma de vida, obviamente alienígena e cuja pequena mas volumosa cabeça, aparentemente descarnada e mumificada, já apresentando sinais de deterioração juntamente com os seus restos mortais, pertencera a uma criatura HUMANÓIDE, a qual quando em vida requeria nutrição celular provida pela luz solar; pelo dióxido de carbono e não pelo oxigênio, bem ao contrário dos seres humanos; e também água.

 

Na foto, a "embalagem" original da cabeça alienígena, conforme foi encontrada. A fim de prevenir o acesso da mídia e impedir a circulação não autorizada das imagens que foram tomadas, trataram logo sumir com essa medonha "curiosidade", informando que "a destruiriam através de providências sanitárias para se assegurarem que nenhuma evidência do estranho achado fosse deixada". Devido ao silêncio imposto ao casal proprietário da residência, não se soube se o tal freezer foi adquirido novo, ou de segunda-mão (o que seria mais provável), contendo este inusitado "presente de grego" - bem escondido em um dos seus compartimentos internos, porém alcançados pela sua potente refrigeração!

 

Veja esta outra imagem do tal alienígena refrigerado, mais clara e ampliada. Que diabos seria isto? E exatamente em quais circunstâncias teria ido parar no interior de um freezer?

 

E quem disse que o famoso "Monstro de Loch Ness" não existe? Uma câmera submersa que monitora permanentemente o local, conseguiu captar a movimentação de uma gigantesca criatura nas profundas águas daquele lago escocês! Observe bem a foto acima, logo na sua parte inferior!

 

E o misterioso mar continua nos apresentando as suas sempre intrigantes surpresas. Veja só o tamanho dessa criatura desconhecida e que por sinal tem alguma semelhança com os temíveis tubarões!

 

E se não conhecemos a nossa própria terra, como pretendemos conhecer a imensa vastidão do mar? Na foto, um exemplar empalhado do raríssimo tubarão-baleia - em exposição no Museu do Mar, em Santos, Estado de São Paulo (uma visita imperdível, pois ali estão em exposição animais marinhos raros e até conchas gigantes pesando mais de 400 quilos!). Aliás, este animal aí pode ser considerado apenas um mero filhote, pois media 5,70 metros ao passo que essa rara espécie chega a atingir os dezoito metros de comprimento! Dizem, contudo que é inofensivo, alimentado-se apenas de planctons. Mas quem se arriscaria a ficar diante da sua "simpática" bocarra?

 

E no campo da Arqueologia começam a ruir os velhos e tradicionais conceitos! Esta aí da foto, que é considerada a mais antiga obra de arte que se conhece, tem uma idade aproximada de 77 mil anos - de acordo com os testes procedidos através de uma novíssima técnica de termoluminescência desenvolvida pelos cientistas da Universidade de Wales. Foi encontrada em uma caverna denominada Blombos, no Sul da África, pela equipe do Professor Chris Henshilwood, provando que o homem já habitava este continente cerca de 35 mil anos antes do que na Europa! Este bem elaborado trabalho abstrato, simultaneamente atesta que jamais poderia ter sido feito por semi-macacos bestializados e selvagens - aquelas criaturas que os tradicionalistas dizem ter sido os nossos supostos ancestrais! E portanto, NADA, nada mesmo, impede que em um passado remotíssimo, assim como bem atestam todas as gritantes evidências, a Terra tenha sido habitada por evoluídas culturas. E que nós, os fugazes representantes da humanidade tecnológica atual, sejamos apenas um mero arremedo de uma grandiosidade lamentavelmente perdida nos corredores do tempo e dessa forma esquecida na memória dos antigos povos.

 

Próxima Página

Página Anterior

Phobos Anomaly - DOOM music