Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

SELVA! OPERAÇÃO PRATO

"Os UFOs existem, as Forças Armadas investigam suas manobras e escondem o fato da população"

(Coronel Uyrangê Hollanda - Força Aérea Brasileira - In Memoriam)

 

Misteriosa e insondável Floresta Amazônica! Habitat dos antigos deuses e também das mais estranhas criaturas. Existem até mesmo peixes "eletrificados" (os poraquês) que podem matar um homem com uma descarga equivalente a 500 volts! A foto acima mostra um bizarro ser, parente tropical bem próximo do Bigfoot e do Yeti - o abominável homem das neves - flagrado nas selvas amazônicas, bem ao norte e já nas proximidades das Guianas......

 

..... e este outro aqui, por sua vez fotografado já em território brasileiro e em meio à mesma Floresta Amazônica! Trata-se de uma criatura bípede e, aparentemente, inteligente devido às reações peculiares que apresenta diante dos seres humanos - portanto, em nada pertencente à família dos primatas. O quê seria então?

 

Na Amazônia Brasileira corre a lenda a respeito de uma bizarra criatura cujo nome seria "Mapinguari", nome muitas vezes confundido com um bicho-preguiça gigante que efetivamente circula naquelas florestas, constantemente avistado - e obviamente se tratando de uma animal pré-histórico remanescente. Contudo, o verdadeiro "Mapinguari" visto na ilustração acima fruto dos relatos de assustadas testemunhas, não é mesmo uma simples lenda.....

 

..... Por isso, não custa nada rever essa impressionante foto, tomada nas selvas da Amazônia Brasileira por um grupo de exploradores! Essa bizarra e desconhecida criatura, repentinamente surgida das matas, literalmente "botou para correr" os assustados membros daquela expedição, mas o hábil fotógrafo ainda teve tempo de usar a sua câmera e "dar o fora" antes que fosse vítima de tal insólita criatura.

 

Aqui, mais outra criatura desconhecida e igualmente assustadora, flagrada também naquelas milenares selvas por outro grupo de assustados turistas exploradores. Lá por aquelas bandas, essa criatura é conhecida como Myakka.

 

Veja seu horripilante rosto (?) mais perto. Isso, decididamente, não é humano!

 

E também as terríveis cobras gigantescas, tais como as anacondas (foto),as jibóias e as sucuris, circulam pelas árvores e rastejam pelo solo úmido - sempre à espreita para devorar as suas vítimas!

 

Além disso, existem em certos lugares das selvas hostis algumas "advertências" que de maneira alguma podem ser ignoradas! Algums tribos indígenas (muitas delas ainda desconhecidas) são as guardiães implacáveis de certos lugares que consideram sagrados. Acima você vê uma dessas sutis advertências: dois cartuchos de munição (obviamente tomados dos próprios brancos), amarrados em uma árvore mediante uma liana, claramente significando "caminho proibido sob pena de morte"!!!

 

Todos esses perigos e também certas coisas ainda mais perigosas, tais como traficantes de drogas que invadem o território brasileiro; grupos guerrilheiros e terroristas estrangeiros que nas nossas selvas buscam refúgio; contrabandistas; piratas do rio; estrangeiros rapinantes que dilapidam as nosas riquezas minerais e vegetais; acidentes na selvas; buscas e resgates de pessoas desaparecidas e assim por diante, são enfrentadas pelos valorosos homens do Batalhão de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro. Responsáveis direto pela guarda das nossas imensas fronteiras e pela proteção da nossa soberania, esses verdadeiros heróis - homens de aço submetidos aos mais duros treinamentos e acostumados às condições mais adversas - estão, como todos os bons militares, prontos a executar quaisquer missões que se lhes apresentem. E por vezes certas missões bastante estranhas, e de certa forma fascinantes, costumam aparecer. (FOTO: Exército Brasileiro, 1º BIS)

 

Nessa floresta densa e impenetrável, aviões, barcos, explordores isolados e até mesmo expedições inteiras costumam desaparecer sem deixar quaisquer vestígios. E muitos desses inexplicáveis sumiços de aviões, barcos e até helicópteros sequer são detectados ou registrados, uma vez que muitos servem às atividades clandestinas do contrabando e do insidioso tráfico internacional de drogas. Até mesmo expedições governamentais desapareceram sem deixar traços, como, por exemplo, aconteceu em 1958 quando 32 membros do Serviço de Proteção aos Índios simplesmente parece que se evaporam em meio às matas! Acima, você vê uma cena até bastante comum na Floresta Amazônica que por sinal deu causa a uma missão ultra secreta, levada a efeito pela Força Aérea Brasileira entre os anos de 1977 e 1978. Tudo porque as populações da área estavam sendo literalmente atacadas pelos tripulantes dos UFOs, através de uma atividade que eles, na sua ignorância e inocência, denominaram "chupa-chupa" - ou seja, jatos de luz partiam dos UFOs, paralisavam as pesoas e sangue era delas extraído. Isso sem contar os seqüestros e desaparecimentos até mesmo de crianças, inclusive alguns ataques que resultaram em queimaduras, mutilações e mortes das vítimas! Maneco Paiva, prefeito da cidade de Pinheiro, enviou expediente ao Comando da Aeronáutica em São Luiz. Segundo os jornais da região noticiaram, o comando encaminhou a nota à Base Aérea de Belém, de onde a informação seguiu diretamente para o Ministério da Aeronáutica, pois até mesmo no Estado do Maranhão os ataques chegaram às demais cidades de Vizeu e Bragança. O prefeito de Vigia, Estado do Pará, no segundo semestre de 77, oficiou ao 1º Comando Aéreo Regional relatando os acontecimentos e solicitando a imediata ação das Forças Armadas. Até mesmo a cidade de Belém, Capital do Estado do Pará, foi considerada pela sua Câmara Municipal como "uma cidade amedrontada. O pânico se espalhava em quase toda a Região Amazônica, área de segurança nacional, e fazia-se então preciso tomar uma providência imediata!

 

A foto, tomada em agosto de 1997, nos mostra o Coronel da Força Aérea Brasileira, Uyrangê Bolivar Soares de Hollanda Lima, um dos mais cultos, brilhantes e corajosos oficiais das nossas Forças Armadas, o qual, na época Capitão, recebeu a incumbência de comandar entre setembro de 1977 e dezembro de 1988 a sigilosa "Operação Prato" nas Selvas Amazônicas, de modo a esclarecer não só a constante movimentação, como também as obscuras atividades dos tripulantes dos chamados Objetos Voadores Não-Identificados, ou OVNI, no espaço aéreo da Amazônia!

 

Acima, parte do volumoso relatório oficial da Operação Prato.

 

Mais outro expressivo fragmento do relatório ofical da Operação Prato. Note-se, principalmente, aquilo que foi redigido em caixa alta: " .....efetuando manobra complexas, indicando que esses corpos e luzes SÃO INTELIGENTEMENTE DIRIGIDOS"

 

E agora começamos a ver apenas alguns dos muitos registros fotográficos dos UFOs sobre a Amazônia, obtidos pelos membros da Operação Prato.....

 

Outro enorme UFO desfilou diante das lentes dos membros da Operação Prato! Note-se a esteira do deslocamento deixada pelo objeto. Isso prova que os desconhecidos tripulantes desses objetos voadores preferiam a escuridão das noites e as regiões mais isoladas para promover as suas "caçadas". Muito certamente também foram tomadas fotos diurnas pelos membros da Operação, porém estas jamais foram divulgadas.

 

De fato, pois segundo declarou em entrevista o Coronel Uyrangê, um deles por volta das 13:30 (e portanto em plena luz do dia) retornou após uma anterior manifestação no espaço aéreo, porém agora emitindo um brilho azul bastante intenso e acompanhava a margem oposta de um rio. Quando chegou perto de uma ilha, foi em direção a Belém. E mais uma vez voava na altura das copas das árvores! Quando se aproximava de Belém, capital do Estado do Pará, deu meia-volta e retornou na direção da equipe militar da Operação Prato, ficando bastante próximo. Próximo demais! Segundo as informações obtidas no depoimento do Coronel Uyrangê, ele tinha um brilho muito intenso, porém não ardiam os olhos se olhassem diretamente para o gigantesco objeto. Esse foi o momento mais dramático que a equipe passou durante toda a Operação Prato, pois a distância que “essa coisa equivalente à altura de um prédio de 100 metros, em forma de uma bola de futebol americano” estava da equipe era algo entre 10 a 15 metros de distância!!! E até mesmo um avião pilotado por um outro Coronel da Força Aérea Brasileira durante a Operação Prato estava sobrevoando a mata quando ele avistou uma estranha formação PIRAMIDAL coberta pela vegetação, que acreditou tratar-se do núcleo de alguma civilização antiga!

 

..... Máquinas voadoras desconhecidas, obviamente controladas por seres inteligentes, utilizando-se de tecnologia muito além das nossas possibilidades atuais e da nossa própria imaginação! E, diante disso tudo, não há nada o que se discutir ou sequer contestar : SÃO FOTOS OFICIAIS! Contudo, existem algumas outras fotografias bem expressivas. Passemos, portanto, à continuação desta página.....

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA VER MAIS FOTOS

Próxima Página

Página Anterior

WITCHAVEN music