Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

O VÔO DE PÉGASO

"Into the West, unknown to man, Ships have sailed since the world began, Follow the ships through the wind-blown wrack, Follow the ships that come not back..."

(R. E. Howard, The Sword of Conan)

 

Na vastidão desértica do Atacama, Chile, foi descoberta esse sensacional relevo denominado "O Gigante do Atacama". E também nele é mostrada uma desconhecida criatura. Não se sabe em que época e qual extinta civilização produziu esse curioso monumento, que tal como muitos outros foi feito somente para ser visto do alto!

 

Veja-o em maior aproximação e também colocado em negativo para melhor visualização. Essa imensa figura (cerca de 120 metros de comprimento - o equivalente a um edifício de 40 andares!), curiosamente apresenta o mesmo estilo das famosas Linhas Nazca, estas por sua vez situadas no Peru. Qual a sua finalidade, quem a fez e quando? Eis o grande mistério!

 

Esta outra esplêndida foto nos mostra detalhes de um dos famosos Crop Circles, marcas profundas e misteriosas que repentinamente surgem no solo produzindo belíssimos e além de tudo intrigantes símbolos e sinais que somente podem ser inteiramente visualizados do alto! De onde vem isso, eis um outro enorme mistério!

 

 

E esta insólita e além de tudo primorosa peça arqueológica foi recentemente encontrada em meio às ruínas atribuídas à extinta Civiização Maia, na América Central. Aqui, nessa curiosa escultura um rosto tipicamente "europeu" (totalmente diferente do tipo ameríndio daqueles tempos) sobressai em meio a um capacete de astronauta, ou piloto! É um fato comprovado: qualquer civilização inteligente deixa as suas "marcas" para a posteridade!

 

E por falar nisso, eis o avermelhado e intrigante solo do planeta Marte, talvez o mais misterioso de todo o nosso Sistema. Preste bastante atenção nesta foto.

 

Trata-se da espantosa Cydonia, uma das mais misteriosas regiões daquele planeta!

 

Além das inúmeras e imensas pirâmides ali situadas, e também do inegável e além de tudo colossal rosto de pedra que fita o espaço, outras coisas ainda mais surpreendentes têm sido descobertas por toda a sua superfície......

 

Como por exemplo ruínas e complexas estruturas arquitetônicas, comprovando aquilo que os cientistas já sabem há bastante tempo: o planeta vermelho foi um dia habitado por um evoluída civilização! Há muitos milênios, e assim como na Terra, ali existiam rios, florestas, mares e uma vegetação abundante. Um cataclismo qualquer subitamente drenou toda a sua atmosfera, transformando-o em um astro morto e estéril. E seus habitantes, se é que houve sobreviventes, para onde foram? Contudo, os vestígios dessa antiga raça espalham-se por todos os lados!

 

Essa curiosa estrutura marciana assemelha-se a um sarcófago gigante. Repare que na sua parte superior existe aquilo que parece um rosto!

 

.... Tal como este outro enigmático rosto que também fita o espaço! Note-se que se assemelha bastante com os chamados alienígenas do tipo gray, ou humanóides!

 

E esta outra curiosa formação também lembra um rosto, dotado por sinal de bizarras feições.

 

Aui, bem na parte central, parece que há um outro. Note a estrutura arquitetônica retangular logo abaixo.

 

E o quê dizer desta outro? Não pode se tratar de mera coincidência.

 

E repare bem na parte inferior direita desta outra intrigante foto!

 

Outro intrigante rosto sobressai em meio à paisagem marciana!

 

E aqui mais outro, bem na direção da parte central superior.....

 

Este então é simplesmente chocante: uma criatura assustadora na qual até os pontiagudos dentes são mostrados!!! E não se sabe exatamente porque, em uma recente conferência, um oficial da NASA classificou o planeta Marte como "um lugar diabólico"!

 

Este outro curiosos relevo nos mostra o perfil daquilo que parce a representação de uma mulher usando um toucado! Note, mais uma vez, a estrutura retangular logo abaixo.....

 

....... Aqui vista na sua totalidade. Trata-se obviamente de uma imensa estrutura artificial - e, por conseguinte, obra de seres inteligentes!

 

Essa imagem nos mostra um lugar que, não se sabe o porquê, foi batizado de "Espaçoporto". Veja um outro rosto ao lado das crateras circulares!

 

E também naquelas proximidades, os astrônomos ficaram intrigados com essa vasta região salpicada por curiosas demarcações que lembram muralhas ou possivelmente extintas formas de vegetação!

 

E essas são as famosas Ruínas de Niya, tomadas através de uma foto por satélite de alta resolução. O quê você consegue ver de estranho nessa paisagem?

 

Acertou em cheio se conseguiu ver essa curiosa e além de tudo gigantesca figura de uma criatura certamente alienígena, feita exclusivamente para ser detectada através do espaço! A imagem da direita está em negativo para melhor visualização dos seus contornos. E quase nos esquecemos: Niya não fica em Marte. Fica aqui na Terra mesmo, precisamente no Deserto de Taklamakan, China - onde aliás foram descobertas misteriosas múmias de uma civilização desconhecida! E como se pode ver a NASA já andou bisbilhotando mais essa "curiosidade" sem contudo precisar ir tão longe com os seus módulos espaciais. E essa imagem de radar do satélite Space Shuttle ainda nos mostra algo bastante intrigante: repare uma extensa linha que corta toda a paisagem em diagonal. Os cientisats pensam que pode se tratar de uma antigas muralhas, ou canais de irrigação. Ou ainda, quem sabe, uma rede de túneis subterrâneos!

 

E outras recentes fotos tomadas por satélites mostraram desconhecidas ruínas espalhadas por uma vasta área, inclusive dotadas de uma enorme edificação que sem dúvida alguma trata-se de uma SETA - vista na parte inferior da imagem! Sim, estamos na Terra mesmo, ainda na China e precisamente em outro local desértico e denominado Xyanyang. E a semelhança com aquilo que vimos em Marte é simplesmente chocante!

 

Aliás, espalhadas por algumas regiões proibidas da China, comprovadamente existem diversas pirâmides e vestígios de uma muito antiga e desconhecida civilização. O Governo Chinês - não se sabe exatamente o porquê - proíbe terminantemente o acesso da sua população a estes locais, como se eles fossem malditos! Repare bem naquilo que o satélite espião ocidental mapeou em Xyanyang: nada menos que quatro pirâmides e tal misteriosa seta!...

 

E graças à fantástica tecnologia dos modernos satélites (que conseguem até mesmo identificar a placa de um automóvel desde o espaço) Aqui vemos uma daquelas pirâmides em maior aproximação. Sabe-se que toda essa região "maldita" está coberta de intrigantes ruínas e inteiramente devastada - como se há muitos milhares de anos atrás tivesse sofrido uma explosão nuclear!

 

E esta outra foto, mostra a área abrangida pela base daquela enorme pirâmide, vista acima, ostentando as ruínas de antiqüíssimas edificações - as quais podem ser melhores visualizadas no negativo, à direita! E por que (assim como aliás também acontece aqui no Ocidente) escondem tudo isso? Por que também as autoridades chinesas temem revelar uma verdade que seria chocante em demasia?

 

Próxima Página

Página Anterior

Doomsday