Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

ÁREAS INTERDITAS

"Existem, na Natureza, sinais que não podem ser ignorados quando surgem: a fumaça que começa a sair do cume de um vulcão; as nuvens escuras que se acumulam; a neve que começa a derreter e assim por diante. Os homens prudentes não se permitem desprezar esses sinais, nem tentar desafiar as forças cujos desencadeamentos eles prenunciam"

(Editorial do Jornal O GLOBO, quarta-feira, 12/09/1984)

 

O que você vê acima é uma das raras fotos do desaparecido "Manuscrito Voynich", que na verdade era um livro bastante estranho no qual faltavam as talvez mais importantes 28 páginas finais. Em 1584 ele foi oferecido ao Imperador Rodolfo II e acredita-se que seja muito mais antigo, talvez vindo do reinado de Henrique VIII e objeto de pilhagens em alguns milenares mosteiros, em um dos quais esteve secretamente guardado desde épocas imemoriais. O quê há de estranho nele? "Apenas" reproduções de 400 vegetais INEXISTENTES NA TERRA; seres humanóides dotados de reduzida estatura; diagramas astronômicos desconhecidos; além de uma escrita elaborada em um alfabeto fantástico e misterioso - totalmente desconhecido em qualquer época e que por sinal jamais pôde ser decifrado mesmo pelos maiores especialistas em lingüísta e criptografia através dos tempos. A conclusão é que NÃO SE TRATAVA DE UMA LINGUAGEM HUMANA! ! Somente no Século XX puderam ser identificadas nos diagramas astronômicos as constelações de Aldebaran e Hyades, em meio a muitas outras desconhecidas. Em 1920, o cientista William Newbold - que trabalhava para Franklin Roosevelt - examinado as fotocópias do manuscrito afirmou que tinha descoberto uma das chaves para decrifrá-lo. Porém, repentinamente - e talvez tendo recebido ameaças - silenciou, após destruir todo o resultado do seu trabalho. E em 1926, levou consigo para o túmulo o seu grande segredo. Em 1930, após a morte de um personagem chamado Voynich, que então detinha o seu poder (daí o nome do manuscrito), seus herdeiros venderam-no à Livraria Kraus, onde, dada a sua raridade, esteve por certo tempo à venda por 160 mil dólares. A partir daí, o enigmático Manuscrito Voynich - certamente contendo vários conhecimentos demasiadamente perigosos para a humanidade - bem como todas a suas fotografias e fotocópias, sumiram sem deixar quaisquer vestígios!

 

O que aliás é um tipo de assunto predileto para a intervenção dos chamados "Homens de Preto", bem conhecidos dos pesquisadores da Ufologia. São relatados e catalogados inúmeros casos de ameças e intimidações às testemunhas, aos estudiosos e até aos militares e cientistas que porventura falem demais ou então ousem se aproximar em demasia da verdade sobre os UFOs. Na foto, uma cena do filme MIB 2 (Men In Black 2), uma comédia sobre o assunto estrelada por Tomy Lee Jones e Will Smith no papel dessas estranhas personagens.

 

Porém, a realidade não é tão "comédia" ou ainda tão engraçada quanto possa parecer. Na ilustração acima, e segundo várias testemunhas que os viram e tiveram o desprazer de receber as suas visitas, este é o aspecto típico do chamado "Homem de Negro". Estranho, de poucas palavras, sempre vestindo ternos negros e dotado de sotaque não identificado e de um certo tipo de olhar penetrante - além de tudo intimidador. Os órgãos miltares e de segurança dos EUA negam veementemente que tais elementos façam parte dos seus quadros. Quem seriam eles então?

 

Talvez a surpreendente resposta esteja exatamente naquilo que aconteceu ao cientista e pesquisador norte-americano Albert Bender (foto), que dirigia a Divisão Internacional de Discos Voadores, quando três autênticos MIB surgiram diante dele. Bender estava pronto a publicar as suas surpreendentes descobertas na revista Space Rewiev, chegando a remeter pelo correio àquela revista material a respeito, o qual diga-se de passagem nunca chegou ao destino! Seus "visitantes" confirmaram que ele estava perigosamente certo com relação à verdadeira natureza dos UFOs e que sabiam exatamente tudo aquilo que estava contido no seu trabalho prestes a ser publicado. E mais: que deveria abandonar imediatamente as suas pesquisas, destruir o seu trabalho e silenciar definitivamente a respeito do assunto! Bender ficou tão apavorado que assim o fez, tendo abandonado inteiramente as suas pesquisas e o seu trabalho de vários anos, misteriosamente renegando tudo aquilo em que acreditava. Anos mais tarde, insistentemente questionado pelos seus antigos colegas sobre a sua inexplicável atitude, Bender contou uma estória extraordinária envolvendo BASES E NAVES ESPACIAIS ALIENÍGENAS NA ANTÁRTIDA e que nada mais poderia dizer a respeito, sob risco de ameças à integridade física dele e também à da sua família!

 

"Base e naves espaciais alienígenas na Antártida"...... E o que precisamente nos faz lembrar essa frase? Claro que a espantosa revelação, já mostrada neste Site, no que tange à existência de um vasto complexo e também de uma base subterrânea mantidos desde os tempos da Segunda Guerra Mundial naquela inóspita e inexplorada região entre remanescentes da Alemanha nazista do Terceiro Reich e certas entidades alienígenas desconhecidas, de onde aliás parecem provir certos tipos de UFOs nos dias atuais. E (por oportuno, lembremos), a cor negra era também aquela usada nos uniformes da SS - a tropa de elite do nazismo e também a vestimenta usada pelos seus mais altos iniciados nos "elevados" grau da sociedade secreta pervertida que ela representava!

 

E, para refrescar a nossa memória, nada melhor do que novamente mostrar algumas fotos dos Discos Voadores nazistas em pleno vôo - isto durante a época da Segunda Guerra Mundial (1939-1945)! Máquinas voadoras deste tipo têm sido constantemente avistadas e reportados na região da Antártida, onde de fato parecem ter uma base secreta.

 

Enquanto isso, em junho de 2002 realizou-se no Rio de Janeiro o I Congresso Internacional Sobre o Santo Sudário, reunindo 20 pesquisadores e cientistas de todo o mundo. Eles anunciaram que acaba de ser decodificado o DNA de Jesus, a partir de células encontradas no manto que envolveu seu corpo. Além do mais, outras importantes revelações foram feitas: o sangue encontrado é do raríssimo tipo AB (lembremos aqui que é o mesmo encontrado em várias múmias dos soberanos egípcios das primeiras dinastias e que os ligaria à raça atlante, ou talvez extraterrestre); o Santo Sudário é autêntico e remonta ao Século I D.C. - a mesma época em que Cristo viveu; a imagem gravada no Sudário é de fato TRIDIMENSIONAL; os exames através do método Carbono-14 concluiram que ele revestiu o corpo de um homem com 1,78 metro de altura e peso de 78 quilos; E, INEXPLICAVELMENTE, após decorridos mais de 2000 anos, o Sudário EMITE MISTERIOSAS ONDAS DE CALOR!!! Segundo o Dr. José Humberto Cardoso Resende, médico e coordenador do evento, "Não há como explicar isso. Nenhum objeto tão antigo encontrado até hoje ainda emite calor". Porém, o ponto principal dos debates foi a possibilidade científica de, mediante a obtenção de células nele encontradas, clonar Jesus Cristo, trazendo sua réplica à vida nos nossos dias! O maior problema, porém, reside não só em questões éticas como no fato em que a Ciência nos dias atuais somente pode clonar células VIVAS e as células do Sudário aparentemente estão mortas. Contudo, segundo os cientistas, quando uma técnica específica puder ser encontrada, a clonagem através de células mortas poderá se tornar inteiramente viável! (Fonte da ilustração: JORNAL EXTRA - Rio de Janeiro, Edição de 28/06/2002)

 

Aliás, o sonho e clonar Jesus Cristo faz parte das ambições de dois movimentos mundiais: o primeiro deles, o Raeliano, foi fundado por Raël (foto) que se diz emissário de extraterrestres e também que a vida aqui na Terra teria sido uma experiência executada por eles. Além do mais, tal movimento sustenta que a vinda e a ressureição de Jesus foram produzidas através de clonagens alienígenas. O movimento Raeliano tem até um empresa própria de biotecnologia - a CLONAID- com a finalidade precípua de clonar Cristo. O segundo movimento é denominado SECOND COMING ("A Segunda Vinda") e trata-se de uma seita que também pretende clonar Jesus a partir de amostras de sangue retiradas do Santo Sudário - mediante técnicas pioneiras desenvolvidas pelo Instituto Roslin, da Escócia. Tendo tal operação sido prevista por seus seguidores para dezembro de 2001, estavam apenas à espera de uma virgem, voluntária, para se submeter à inusitada experiência. Não se sabe, contudo, se chegaram a efetuá-la! A Igreja Católica, e também as pessoas dotados de um mínimo de lucidez, muito sábia e sobriamente continuam implorando aos cientistas para que tenham bom-senso e desistam desse tipo de experiência, cujos resultados, aliás, poderiam ser totalmente imprevisíveis.

 

Metaforicamente, os livros mais antigos - religiosos e tradicionais - revelam a grande verdade que no princípio o Homem vivera sobre um paraíso na face da terra e "caiu" precisamente por "abusar do fruto da árvore da CIÊNCIA do Bem e do Mal".....

 

......E também está escrito que "Serão decepados da vida aqueles que preferirem ser independentes do Criador"! Tempos loucos, difíceis, deambulatórios e sacrílegos estes que estamos vivendo! Como se não bastassem todas as mazelas que nos afligem, mais uma vez o homem pervertido, embriagado pelos frutos da Árvore da Ciência do Bem e do Mal, tenta brincar de Deus e suplantar o seu Criador. ESTE foi o verdadeiro Pecado Original, a causa da queda e também da destruição das mais avançadas civilizações do passado, as quais somente hoje começamos a vislumbrar e suspeitar que realmente existiram e que não se tratam de simples lendas, mitos ou folclores. Sim, foi esta a verdadeira causa da primeira queda e que, AINDA UMA VEZ, poderá causar ao Homem prepotente do Terceiro Milênio a perda do seu paraíso e a conseqüente interdição das portas do seu espaço e do seu desmiolado tempo!

 

"O Alto Conselho dispõe da Terra, do interior da Terra e também da sua atmosfera. Contudo, não podemos intervir no processo incessante de desintegração e reconstrução ao qual a Humanidade, no seu conjunto, está sujeita. Nós não podemos restringir o livre arbítrio humano, nem impedir que, em virtude deste livre arbítrio, catástrofes sejam produzidas por culpa da Humanidade..... O Alto Conselho herdou a sabedoria dos seus predecessores e possui ricos arquivos completíssimos sob todos os aspectos. Esses arquivos são bem guardados, no mesmo lugar onde sempre estiveram. Nenhum dos acontecimentos que concernem de agora em diante à Terra inteira poderia destruí-los. Regime algum poderia impedir-nos de consultá-los in loco, em caso de necessidade. O progresso da civilização material pode levar algumas pessoas a acreditar que nada mais há a descobrir e que cada polegada do planeta é conhecida. Que erro! Tanto pelo passado e talvez ainda mais que no passado, o mundo é um mundo de segredo e um mundo de mistérios..... Eles são o conhecimento do mundo e manuscritos idênticos se encontram em diversos pontos secretos do nosso planeta... Já houve grandes cataclismos e nunca nada foi perdido... Temos várias outras "lembranças" do passado! Por que tais conhecimentos não são colocados à disposição da Humanidade em geral? Primeiramente, porque isso seria contrário aos próprios princípios que regem a Evolução Universal. Ora, tudo quanto é ou deve ser conhecido já o foi e, se a evolução é de um nível superior ao precedente, O PRECEDENTE ERA MAIS AVANÇADO QUE O PRESENTE. Não se pode dar uma bomba atômica a uma criança"

(De um Mestre Desconhecido, pertencente ao Governo Oculto do Mundo, a Força de Luz que felizmente ainda confronta o "outro lado" - as sinistras e insidiosas forças das trevas e de todo o mal que assolam o nosso mundo)

 

 

Próxima Página

Página Anterior

 

Horror2