Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

O JOIO E O TRIGO

"Enquanto os homens dormiam, veio seu inimigo e semeou por cima joio entre o trigo, e foi embora. Quando a planta cresceu e produziu fruto, apareceu também o joio"

(MATEUS, Cap. 13, Vs. 25/26)

 

O que vemos nessas fotos é a sensacional e até hoje estranhamente inexplorada descoberta efetuada em 1930 pela National Geographic. Trata-se daquilo que é conhecido como "As Fitas Perfuradas", situadas ao norte do misterioso Peru. Atravessando por centenas de quilômetros os desfiladeiros, os vales e as altíssimas montanhas, uma larga e simétrica faixa contendo incríveis pontos perfurados, cujos buracos individualmente alcançam a profundidade estimada de cerca de 1 metro..... Como se fossem as esteiras deixadas por uma possante máquina pré-histórica, muito além da nossa imaginação! Ou ainda - muito mais possivelmente - os vestígios de uma terrível arma que foi empregada pelos antigos astronautas no nosso remotíssimo passado, a bordo de uma das suas naves! Seja lá o que for, é inexplicável e trata-se de algo que somente poderia ter sido feito a partir do ar. Não existe outra explicação mais lógica!

 

Antigos astronautas, de fato, tais como este retratado em uma antiqüíssima estela na Guatemala - originária de uma civilização pré-colombiana - mostrando uma criatura que usa capacete com o respectivo visor e ainda, às costas, um respirador devidamente acoplado a um tubo anelado! Note-se ainda as luvas, as esferas que carrega e bem ao seu lado a nítida representação de máquinas voadoras. E pelo visto parecia estar zangado, pois o fogo jorrava da sua boca! Aos seus pés um amedrontado humano se curva, adorando ou talvez implorando por piedade!

 

E por acaso você sabia que em um passado muito remoto e esquecido existiram pirâmides.... Também na Índia? Aqui vemos o que restou de uma delas, precisamente em um estranho lugar denominado Parhaspur. Há muitos milênios, este foi o epicentro de uma terrível explosão nucelar que literalmente volatilizou tudo. Somente as duras estruturas elaboradas em pedras puderam resistir de alguma forma ao terrível emprego de uma arma poderosíssima!!!! Aliás, os antigos livros sagrados indianos falam muito claramente sobre máquinas voadoras, guerra entre os deuses mediante o emprego de armas espantosas e até mesmo viagens espaciais! Sim, houve combates pela supremacia na Terra! Existem provas concretas disso, mas aqueles que o sabem fingem ignorar e não divulgam.

 

Nada mudou....! Mesmo nos dias de hoje há quem encare os tripulantes dos OVNI como deuses ou até mesmo os reverencie com fervor e religiosidade. Um perigo que deve ser evitado, uma vez que nem todos eles são dotados de boas intenções para conosco.... Muito antes pelo contrário! Nesta foto, um grupo de franceses, ingênua e tolamente acreditando nas palavras de um pessoa que se dizia "contatada" e emissária "deles", espera em vão pela descida de um Disco Voador.

 

Mas os verdadeiros "deuses" (o termo mais correto seria "Iniciadores") não se mostram assim dessa forma. Ainda nos falta muita preparação moral e espiritual para que isso venha a ocorrer. Eles, há muitos milênios, nos legaram a sua Ciência, na medida em que a podíamos receber, prepararam a nossa evolução e partiram. As intrigantes ruínas de Barrow, Inglaterra, são os vestígios de uma antiga cultura que ali habitou há mais de 3500 anos Antes de Cristo - assim como outras civilizações, espalhadas por toda a Terra, herdeira desconhecida dessa antiga herança! Nesse lugar encontramos construções perfeitas que ostentam escadarias, túneis que se dirigem ao subsolo e muitos outros trabalhos na rocha bruta cujas verdadeiras finalidades são inteiramente ignoradas!

 

Nesta impressionante tomada aérea, vemos as intrigantes ruínas de Zimbabwe, na Rodésia - vestígios de uma antiga e desconhecida civilização cuja origem, acredita-se, tenha sido pré-histórica. Descobertas em 1868 por Adam Renders, essas colossais estruturas são um verdadeiro enigma arqueológico uma vez que, além das ciclópicas muralhas constituídas por imensos blocos rochosos cuidadosamente transportados e ajustados entre si, existem curiosas e bastante altas torres ovaladas com entradas para o seu interior somente através das aberturas situadas no topo - o único acesso possível! Aliás, a misteriosa cidadela é - desde os tempos mais remotos - respeitosa e tradicionalmente conhecida como "A Cidade dos Homens Voadores"! É importante ressaltar que também em Machu Picchu, no Peru e portanto do outro lado do oceano, suas ruínas ostentam estranhas torres bastante semelhantes e que são igualmente denominadas "As Câmaras dos Homens Voadores". Em outras palavras, tanto lá como aqui, aqueles que se utilizavam daquelas estruturas, possivelmente como pontos de observação, possuiam máquinas voadoras capazes de as alcançarem! E mesmo nos dias de hoje, tais ainda inexplorados compartimentos somente poderiam ser acessados por intermédio de um soldado de elite altamente treinado que, por exemplo, descesse através de uma corda a partir de um helicóptero em vôo pairado e por sinal muito bem posicionado!

 

Não pode se tratar de mera coincidência! Diversas vítimas das chamadas abducções (um eufemismo para a cruel palavra "seqüestro") descrevem nos interiores dos UFOs a sempre presente existência de sinais, ou caracteres, alfabéticos - incrivelmente semelhantes aos encontrados nos destroços do Caso Roswell. A ilustração acima foi feita mediante regressão hipnótica realizada com um seqüestrado na França por entidades alienígenas humanóides e, segundo seu relato, este teria sido o aspecto do interior da nave na qual fora submetido a exames bem como a diversas outras experiências de natureza médica. Há um sigilo imenso quanto a isso, mas coisas horríveis têm acontecido. Na região nordeste do Brasil, por exemplo, um homem foi abduzido e sofreu tão terríveis experiências que foi abandonado pelos aliens em deplorável estado, retornando à idade mental de 9 anos de idade, falando apenas três palavras - dentre as quais "MEDO" - e permanecendo em coma por 17 anos seguidos, vindo depois a falecer em meio a grandes sofrimentos!

 

Há, portanto, uma diferença fundamental entre o joio e o trigo. Os antigos Mestres e Ancestrais Superiores jamais seqüestram, ferem, matam ou promovem nefastas atividades aqui no nosso pequeno planeta. Muito pelo contrário, em certa época aqui se estabeleceram e nos legaram não só os fundamentos da civilização como também, por exemplo, a escrita; as ciências da Física, da Matemática e da Arquitetura; a Medicina; a Astronomia - e além de tudo um conhecimento muito elevado relativo à alma humana e ao seu ciclo evolutivo através de sucessivas reencarnações, o qual teve principalmente no Antigo Egito o seu ponto máximo e mais notável de expressão!

 

Tão logo as aparições de OVNI se tornaram mais divulgadas em razão do avanço dos meios de comunicações, começaram a surgir os relatos das diversas testemunhas espalhadas por todo o planeta. A ilustração acima, elaborada por pesquisadores há algumas décadas, foi baseada nos relatos das aparições dos seus tripulantes e basicamente nos mostra os três tipos mais conhecidos: os humanos, os humanóides e os animalescos. Tais representações obviamente não são os exatos retratos desses seres, contatados ou avistados pelas inúmeras testemunhas, e devem, portanto, ser encarados como mera e bastante antiga simbologia.

 

Porém, os tempos mudaram. Atualmente a rapidez, a quantidade, e também a qualidade das informações, evoluiram consideravelmente desde aqueles tempos. Hoje, temos uma realidade bem mais definida quanto aos diversos tipos dos tripulantes dos UFOs. A tipologia "Humana", segundo as raras testemunhas, é incrivelmente semelhante à nossa espécie. São extremamente raros e no entanto não deixam de estar presentes no nosso mundo- tal como silenciosos observadores. Ao lado temos os tipos mais atuantes: o clássico "Humanóide" - responsável direto pelos seqüestros, experiências genéticas e outras barbaridades - e, depois, os chamados tipos "Animalescos" - que todavia não deixam de ser criaturas inteligentes, porém perigosamente predadoras - os responsáveis diretos pelas mutilações e mortes de animais e seres humanos. Por conseguinte, na sua opinião qual é o trigo e qual será exatamente o joio?

 

Na foto, uma cena do excelente filme "O Planeta dos Macacos", mostrando uma curiosa situação em que - num futuro distante- quando a raça humana se destrói através de um conflito nuclear, os macacos evoluem tanto que se tornam inteligentes a ponto de dominar a Terra e escravizar os poucos humanos sobreviventes que por sua vez se tornaram animalizados. Trata-se de uma ficção, bastante inteligente aliás. Porém, não é bastante inteligente aquilo que os empoeirados e convencionais tratados clássicos tentam nos impingir no que diz respeito à chamada "Teoria da Evolução", a qual pretende que a nossa espécie descenda dos primatas. Isso, diante de todas as evidências de que hoje dispomos, é no mínimo subestimar a inteligência humana! O Homo Sapiens surgiu repentinamente no meio de outras primitivas criaturas que habitavam a Terra - isso em avançados tempos pré-históricos. Ele jamais esteve aqui desde o princípio e o chamado "Elo Perdido", portanto, jamais será encontrado.... Simplesmente pelo fato de nunca ter existido! Chega de farsa, os tempos são outros! Temos um vínculo indissolúvel para com as estrelas. Somos os descendentes de uma espécie humana alienígena que aqui se estabeleceu ou então, de acordo com o que dizem os livros sagrados, fomos genética e literalmente moldados à sua imagem e semelhança! E, precisamente nesse sentido, tudo indica que não existem quaisquer meios-termos!

 

"A seleção natural somente poderia ter dotado o selvagem atual de um cérebro um pouco superior ao de um macaco, enquanto que ele possui realmente um cérebro muito pouco inferior ao dos membros das nossas sociedades civilizadas. Um instrumento foi desenvolvido antecipadamente às necessidades do seu possuidor"

(Prof. Alfred Russel Walace, que já em 1869 ousou abertamente contestar as teorias de Darwin por acertadamente crer que existiu uma interferência cósmica na evolução do homem, pelo fato de não ter sido jamais encontrado qualquer fóssil humano ostentando estágios graduais de evolução e principalmente diante das farsas perpetradas para justificar o enorme hiato existente entre o ser humano e os primatas, que por sua vez deram causa às esfarrapadas e inconsistentes teorias do "Elo Perdido")

"O homem é uma estrela presa a um corpo. O homem nasceu no espaço, filho das estrelas. O homem é uma chama presa à montanha"

(De um antigo papiro egípcio, cerca de 3000 A.C.)

 

Próxima Página

Página Anterior

 

Babylon