Home

NOS DOMÍNIOS DO REALISMO FANTÁSTICO

OPENING THE ROSE

"Pode-se descrer de histórias de continentes que afundaram ou de povos desaparecidos, mas não se pode, finalmente, rejeitar provas da similaridade de estruturas em ruínas de cidades abandonadas, separadas por milhares e milhares de quilômetros de mar. É mais do que simples coincidência, também, que muitas das pirâmides aztecas do México sejam do tipo escalonado, em tudo semelhantes às primeiras pirâmides do Egito, e que o tamanho das pedras empregadas seja, também, o mesmo, além de outras características bem definidas....Mais dia, menos dia, se tomará conhecimento do aparecimento de provas concretas de que as civilizações pré-históricas de Lemúria e da Atlântida existiram, realmente..."

(Harvey Spencer Lewis, S.I.R+C, In Memorian )

 

A misteriosa Esfinge de Gizé, guardiã absoluta dos mais elevados e profundos mistérios egípcios, ostentando a famosa estela entre as suas patas. Obviamente trata-se de uma entrada, uma porta selada, segundo pensam alguns pesquisadores......

 

.... E segundo afirmam com pleno conhecimento de causa os verdadeiros Rosacruzes, herdeiros em linha direta da Sagrada Tradição Egípcia! O mapa acima, em 1936 revelado ao mundo por Harvey Spencer Lewis, Supremo Imperator daquela Fraternidade, foi copiado de antiqüísmos documentos secretos e mostra de maneira clara que por detrás dessa estela existe o portal que conduz a todo um complexo subterrâneo que perfaz a interligação entre a Grande Pirâmide e as outras duas que lhe são próximas, conhecidas como Kéfren e Miquerinos. Note-se que aquilo hoje conhecido como "Túmulo de Campbell" existe realmente na retaguarda da Esfinge e na verdade trata-se de um enorme respiradouro que se dirige ao subsolo! Curiosamente, talvez por razões de ordem econômica que forçosamente prejudicariam o turismo, o Governo Egípcio jamais permitiu qualquer tipo de exploração no local.

 

Em várias partes do mundo, estão presentes as provas incontestáveis quanto ao emprego de uma avançada ciência que somente hoje conseguimos timidamente vislumbrar! Construções monumentais, assim como as pirâmides, mesmo nos dias atuais dificilmente capazes de ser imitadas pela nossa moderna tecnologia.

 

Provas inquestionáveis, SIM, de que seres muito evoluídos aqui estiveram e se estabeleceram, empregando seus avançados conhecimentos os quais, por exemplo, permitiram telemetrar o nosso planeta desde o espaço sideral para construir a Grande Pirâmide no Baixo Egito, exato centro geográfico que abrange a maior porção de terras do globo - na precisa interseção da Longitude 30, leste de Greenwich, e do Paralelo também 30! Verdadeiro "Livro de Pedra", cujas páginas ainda não foram totalmente decifradas, ali estão encerrados conhecimentos astrônomicos, matemáticos, além de muitos outros ainda fora da nossa compreensão, relativos à Física, ao Tempo e também ao Espaço.

 

Ollantaytambo, Peru. Aqui, mais um exemplo de uma fantástica tecnologia utilizada por evoluídas civilizações no esquecido passado da História terrestre: imensos blocos rochosos verticais - cada um deles pesando entre 150 a 200 toneladas - foram erguidos a 600 metros de altura no topo de uma montanha e ali milimetricamente ajustados!

 

E também naquele misterioso país, a região compreendida pelo Planalto de Nazca não somente ostenta as imagens mais misteriosas da Terra, como também imensas pistas longitudinais que se assemelham bastante às modernas pistas de aterrissagens!

 

Já que lamentavelmente só podemos contar com o desinteresse e a inércia daqueles que deveriam pesquisar com mentalidade aberta o nosso verdadeiro passado, abrindo assim novos horizontes para a nossa humanidade, só nos resta conceder o devido crédito à Sagrada Tradição que - pelo fato de ser herdeira, guardiã e legítima sucessora da nossa desconhecida História e dos nossos Ancestrais Superiores - nos leva obrigatoriamente a ouvir o que dizem antiqüíssimos documentos Rosacruzes: "Após a primeira catástrofe que eliminou mais da metade do continente original, deixando apenas um pequeno continente no meio do Oceano Pacífico, a mais alta cultura do povo da Lemúria desenvolveu-se ao longo da costa leste.... Havia comércio entre essa costa e pontos de um novo continente agora conhecido como América do Sul.... A América do Sul permitira a fundação de cidades e comunidades pelos Atlantes que haviam partido do Iucatão para o oeste, quando da sua grande catástrofe e havia um intercâmbio de comunicações constante entre os Lemurianos e a região da América do Sul.... E se pudéssemos escolher um Lemuriano típico e colocá-lo à sua frente, você veria uma criatura peculiar em muitos aspectos...A primeira diferença mais notável seria o fato de cabeça ser muito maior em proporção ao corpo, e notadamente a fronte que era muito alta... As narinas eram mais largas e o nariz mais largo e achatado... Os olhos grandes, dando a impressão de um olhar penetrante e agudeza de percepção que deviam ser impressionantes". - Agora, Prezado Visitante, observe as fotos acima - à esquerda o estranho rosto da Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro e, ao seu lado, os Moais da Ilha de Páscoa, situada no Oceano Pacífico. Releia com atenção a descrição de um Lemuriano e responda sinceramente: - Tanto em uma quanto em outra imagem, não teríamos diante de nós os semblantes dos seres daquela perdida raça?

 

Sim, não há como negar as gritantes evidências. Civilizações muito antigas e compostas por criaturas "diferentes" habitaram a face da Terra! E além do mais possuiam uma tecnologia teoricamente impossível de existir na remota antigüidade. Na foto, mais um impressionante crânio de cristal, reproduzindo um formato de cabeça bastante diverso do convencional. Óbvia e indiscutivemente foi elaborado mediante o emprego de avançadas ferramentas. E eis a maior de todas a surpresas: sua idade, comprovadamente, remonta há cerca de 200 mil anos!!!

 

E aqui, mais uma foto bem detalhada do objeto metálico, possivelmente uma engrenagem, recolhido em 1900 por pescadores gregos de esponjas no interior de um navio naufragado no ano 50 Antes de Cristo! Tal objeto, que fazia parte de um conjunto muito maior - confeccionado em uma espécie de bronze e composto por mais de vinte quadrantes de outras engrenagens rotativas - foi identificado como.... Uma peça de um tipo muito avançado de computador digital! Sua idade é infinitamente anterior àquele distante ano (possivelmente milhares de anos recuados) e certamente estava sendo transportado como uma relíquia ou preciosidade na ocasião em que ocorrera o naufrágio. E mesmo que fosse originário do ano 50 A.C. que espécie de ferramental e de avançada tecnologia permitiriam naqueles tempos construir tal artefato?

 

 

 

 

Próxima Página

Página Anterior

 

Wind